Diário de viagem

Diário de viagem a Nova York – Jane Villalba

O Diário de Viagem é uma seção que traz relatos de leitores do blog. Nesses relatos, eles contam como foi a viagem a Nova York, o que mais gostaram de fazer, o que não gostaram, dividem dicas, enfim: um diário mesmo. A convidada de hoje é a Jane Villalba, do Rio de Janeiro, RJ. Ela ficou 8 dias na cidade, em outubro de 2018. Para conferir mais relatos, clique aqui.

Fui para Nova York com minha filha, no período de 2 a 10 de outubro. Nossa primeira vez em Nova York. Saímos do Rio pela Delta Airlines, voo com conexão em Atlanta e destino final aeroporto de Newark. Passamos pela imigração em Atlanta, tudo tranquilo e sem muitas perguntas.

1° dia (quarta): Chegamos em Nova York por volta das 15h. Reservamos no Brasil uma van compartilhada (Super Shuttle), indicação do site da Laura. Esperamos a van em torno de 15 minutos, além de nós, outras cinco pessoas dividiam nossa van, o que acabou sendo ótimo, pois como fomos as últimas a serem deixadas no hotel, funcionou como um city tour e já fomos curtindo a cidade. Fizemos o check-in no nosso hotel, o ROW Hotel na 8th. Avenue (hotel com ótimo custo-benefício, muito bem localizado, excelente escolha!), deixamos nossas malas e já saímos direto para a Times Square, pertinho do nosso hotel. Entramos em várias lojas (Forever 21, H&M, Walgreens…) e esperamos anoitecer para ver as luzes da Times Square! Um sonho realizado.

Reserve o Super Shuttle.

Reserve o ROW Hotel. 

2° dia (quinta): Pegamos um ônibus no Port Authority Bus Terminal para o Jersey Gardens Outlet em New Jersey (fizemos exatamente como a Laura ensinou no vídeo do canal). Chagamos lá em 25 minutos. Tomamos café da manhã que compramos no caminho do Terminal e compras, compras, compras. Gente, vale muito a pena, sem contar que as melhores lojas estão ali todas juntinhas. Vans, Adidas, Nike, Century 21 (comprei um perfume da Tommy pela metade do preço do Duty Free do Rio), Burlington (ótima para comprar bolsas e malas), Bed Bath e Beyond (tudo para casa), Gap, Victoria’s Secret, etc. Almoçamos na praça de alimentação e voltamos no ônibus das 19h30. Nosso jantar foi no restaurante Junior’s na Broadway.

3° dia (sexta): Pegamos pela primeira vez o metrô, compramos o Metrocard de 7 dias, ilimitado (exatamente como vimos nos vídeos da Laura e da Paty), partimos para o Central Park e passamos boa parte da manhã por lá. Lugar lindo, vimos vários artistas de rua, rendeu ótimas fotos.  Fomos andando até a 5th. Avenue, sem pressa, entrando nas lojas (Uniqlo, Macy’s, na linda loja da Victoria’s Secret) e conhecendo a região. Dali, seguimos para o MOMA. Na sexta é dia de entrada gratuita após às 16h. Enfrentamos uma fila grande, mas organizada e rápida. Se você quer só conhecer o museu, OK, mas se quer apreciar obras tão importantes, esqueça esse dia. É LOTADO, quando chega às principais obras, você nem consegue chegar perto. Paramos para um café na cafeteria e fomos embora, mortas e um pouco irritadas com aquela confusão e barulho. Nosso jantar foi no hotel, desci e comprei comida japonesa na CVS (sim, na farmácia!) e a sobremesa na Carlo’s Bakery (canoli e um pedaço do famoso bolo). Não é que é gostoso?

Clique aqui e confira a série sobre o metrô.

4° dia (sábado): Saímos do hotel andando, passamos na Times Square, conhecemos a loja da M&M’s (uma graça), a Old Navy (bons preços) e seguimos com destino a loja Harmon Face Value para comprar produtos de beleza e maquiagens (ahhh, Laura, por que você faz isso com a gente? kkkk). No caminho, tomamos um brunch no Applebee’s (lugar simpático, comida OK), paramos nas lojas Urban Outfitters (minha filha amou) e da Nordstrom Rack (ótima para comprar sapatos de marca).  Nosso jantar foi no City Kitchen dentro no nosso hotel, são seis restaurantes dentro de um espaço (japonês, de tacos, de ramen e outras especialidades). Jantamos Wraps (roasted duck) e bebemos cerveja e sangria no Juli Box. Muito simpático o lugar, aberto ao público em geral.

5° dia (domingo): Café da manhã no Dunkin’ Donuts e partimos para conhecer a famosa e gigantesca loja B&H (equipamentos de foto, vídeo e afins).  Partimos de metrô para o World Trade Center, visitamos a estação de trem/metrô OCULUS (obra do arquiteto Santiago Calatrava), o Memorial 11 de setembro, lugar emocionante. Fizemos um pit stop no Eataly, dentro do shopping do Oculus para um café. Andamos até o Charging Bull (o famoso touro de Wall Street), no caminho, por acaso encontramos o Battery Park, vista linda, você vê a Estátua da Liberdade de longe e os barcos que vão pra lá. Amei nossa descoberta, aliás, moraria por ali, sem sombra de dúvida. Ficamos sentadas ali vendo e vida passar… e, vamos ao touro! Gente, que fiasco. Um milhão e meio de pessoas em volta do touro. Todo mundo querendo apalpar as partes do coitado (dizem que dá sorte). Programa de índio! O jantar foi no Shake Shack (8th. Avenue), realmente o hambúrguer é incrível. Muita fila, mas anda rápido.

6° dia (segunda): Marcamos com dois amigos que moram em NY e partimos de metrô para o Brooklyn. Atravessamos a ponte à pé, voltamos e descemos no Dumbo. Passeamos pelo Main Street Park, paramos no Jane’s Carroussel para fotos e ficamos ali, apreciando esse lugar tão charmoso. Almoçamos no La Bagel Delight, comemos o clássico bagel com cream cheese e salmão defumado. Delícia! Fizemos a famosa foto na Washington Street (dica da Laura, novamente) e partimos de metrô para o Soho. Caminhamos sem destino pelo Soho e Greenwich Village, que lugar lindo, parece cenário de filme. Compramos meias incríveis na loja Happy Socks, sentamos por horas num pub chamado Peculier Pub (na Bleecker St.) bebemos várias cervejas de pumpkin (abóbora) e ficamos conversando e ouvindo música de uma jukebox daquelas que a gente só vê nos filmes. Que dia incrível, acho que foi o melhor dia da viagem.

7° dia (terça): Partimos para a 5th. Avenue. Fomos conhecer o Rockfeller Center (já com a pista de patinação), a Saint Patricks Cathedral, fomos na loja da Lego, na Topshop e na The Container Store (a Disney da organização). Fomos para o hotel porque foi dia de Broadway, vimos Alladin (que lindo!!), queria trazer aquele gênio na mala kkk (compramos ingressos no Brasil através do site da Laura). Jantamos no Junior’s (again) e comi o cheesecake de morango, dito por alguns como o melhor de NY. Há controvérsias!!!

Clique aqui para comprar ingressos para Aladdin em reais e com parcelamento.

8° dia (quarta): Manhã de organização de mala, check-out do hotel (deixamos a mala no guarda volumes do hotel sem custo), partimos para a Times Square (nosso quintal, né?) para a despedida, seguimos para a Grand Central Station (linda, linda), fomos conhecer o Urban Space Vanderbilt ao lado da estação, mas como era hora do almoço, estava lotado, então almoçamos no The Beer Bar, comemos loaded chips (pensa num troço bom) e voltamos caminhando para o hotel. Paramos numa livraria/sebo chamada Book Off, loja incrível para quem coleciona bonecos, tipo funko ou animes. Vendem jogos de vídeo games antigos, tipo atari. De volta ao hotel, pegamos nossa bagagem e esperamos a van compartilhada (Super Shuttle) que nos levou para o aeroporto de Newark.

Considerações finais:

  • Devido à alta do dólar das últimas semanas, substituímos os passeios turísticos (geralmente caros) por andanças pela cidade. Não me arrependo, nos divertimos assim mesmo.
  • O Google Maps é o melhor amigo do homem viajante (no caso, das mulheres viajantes rsrs)
  • Conheça o mapa de Nova York antes da viagem, é muito importante para quem anda de metrô saber se seu destino está uptown, downtown ou midtown. Graças a isso, não me perdi uma única vez. Dica da Laura! 

O mapa de Nova York – noções básicas para se localizar na cidade

  • Tinha um roteiro pré-definido, mas esqueci dele e fiz o que queria, sem medo de ser feliz. Dica da Laura 2!

Viajar não é riscar da lista – como organizar seu roteiro para Nova York.

  • Não dá tempo de ver tudo, conforme-se com isso!
  • O E-book da Laura me ajudou muito, os vídeos também. Pesquisem muito antes de viajar. É mais seguro e otimiza sua viagem.

Clique aqui e confira meus e-books.

  • Desculpe Laura pelo testamento, pois virginiano é muito detalhista rsrsrs. Obrigada por tudo!!! Virei fã.

Leave a Response