Category

compras

Beleza: lançamentos em skincare para ficar de olho aqui nos EUA!

Vocês sabem que beleza é sempre um tópico recorrente aqui no blog. Gosto de apresentar conteúdos relacionados a esse assunto em forma de vídeo, porque acredito que fica mais interessante para explicar e dar minhas impressões sobre os produtos. Porém, quando a gente fala de skincare – ou cuidados com a pele – fica um pouco mais complicado, porque é uma categoria de produto que exige mais do que apenas dois ou três dias de uso. De uns tempos pra cá, estive em vários eventos para conferir lançamentos nessa categoria e achei que seria interessante, até que eu não termine de testar tudo, apresentar um pouco desses produtos e marcas em um post para vocês!

Trilogy – eu adoro a Trilogy! A marca é da Nova Zelândia – onde é a número 1 em skincare – e os produtos têm fórmulas bem naturais. O mix de produtos inclui esfoliantes, tônicos e cremes, além do óleo de rosa mosqueta (rosehip oil), o best-seller da marca, que é vendido a cada 22 segundos! Aliás, diria que o destaque da marca são os óleos faciais, com propriedades antioxidantes que ajudam no tratamento dos sinais de idade. Já uso os óleos faciais da marca e também o creme noturno, e adoro! Foram a minha salvação durante o inverno rigoroso aqui, quando a minha pele tende a ficar muito mais seca. É incrível como eles hidratam! Esses dois produtos da foto são as últimas novidades da Trilogy: o Rosehip Oil Light Blend – ou seja, uma nova versão do best-seller, com fórmula mais leve. O outro é o Rosapene Radiance Serum, que hidrata, protege de danos e deixa a pele radiante.

Onde encontrar? No site da marca e também na Credo Beauty (9 Prince St) e nas unidades do Whole Foods. 

Amore Pacific – a Amore Pacific é uma das mais luxuosas marcas de cosméticos coreanos. O foco da marca é em skincare e há linhas diversas linhas, indicadas para sinais leves, moderados e avançados de idade. Semana passada, a marca apresentou dois lançamentos. Um deles é o The Essential Creme Fluid, que também insere no mercado uma nova categoria de produto de skincare. Esse produto conta com uma textura fluída, que, num primeiro momento, lembra uma loção. Mas a vantagem dele é combinar justamente a textura leve com uma fórmula que traz os benefícios de um creme rico. Para vocês terem uma ideia, cada frasco conta com 150 folhas de chá verde, cultivados nos jardins da marca em Jeju Island, na Coréia do Sul. O produto é rapidamente absorvido pela pele e penetra nas camadas mais profundas, melhorando a hidratação, a maciez e a firmeza. O outro lançamento é a TIME RESPONSE Vintage Wash-Off Masque, máscara facial. Com folhas de chá verde fermentadas – e visíveis na textura do produto – essa máscara traz ação antioxidante e luminosidade à pele. Deve ser aplicada na pele limpa e exaguada após 10 minutos de uso.

Onde encontrar? No site da marca e também no espaço da Amore Pacific na Bloomingdale’s –  1000 Third Avenue.

Perricone MD – a marca apresentou há algumas semanas a linha H2 Elemental Complex™. Com o tempo, a pele tende a ficar desidratada e cansada. Essas fórmulas contam com hidrogênio como ingrediente ativo, a menor molécula do mundo, que penetra profundamente na pele, proporcionano hidratação intensa – mas com uma textura que não pesa e é absorvida rapidamente. O exclusivo H2 Elemental Complex trabalha para ativar e energiazar as células da pele, transformando a energia celular e proporcionando um boom na hidratação. O resultado é uma pele com aspecto muito mais radiante! Os produtos são indicados para peles mistas e secas e a linha inclui sérum, máscata facial, gel para a área dos olhos e creme, a grande estrela dessa linha.

Onde comprar? No site da marca e nas lojas da Sephora.

INSTYTUTUM – essa marca de skincare de luxo da Suíça chegou ao mercado americano em janeiro. As fórmulas levam os ingredientes mais efetivos como retinol, ácido hialurônico e vitaminas, em suas melhores versões, para oferecer o melhor resultado no tratamento antiidade, combatendo problemas como rugas, tom não uniforme, vermelhidão e perda de hidratação. A linha é completa: tem creme de limpeza, peeling, tônico, creme para os olhos, sérum, creme com efeito lifting e até creme corporal. A textura dos produtos é maravilhosa! As fórmulas são compatíveis com todos os tipos de pele e não contam com parabenos e sulfatos. Além disso, a visão da marca é louvável – destina parte de sua verba para fornecer água pura para comunidades que necessitam, ao redor do mundo.

Onde comprar? No site da marca.

Clarisonic – em janeiro, a Clarisonic, marca respeitada por seus aparelhinhos de limpeza – eu uso e amo! – lançou uma versão inovadora do seu gadget: Smart Profile Uplift. Ele serve para massagear a pele do rosto, colo e pescoço. A indicação da marca é usar o aparelho duas vezes por dia, acompanhando a rotina de cuidados com a pele. Testes com usuárias que seguiram essa indicação mostraram melhoria na aparência de rugas e na textura e firmeza da pele, depois de três meses. Além do massageador, o kit vem com duas escovas de limpeza (rosto e corpo).

Onde comprar? No site da marca e também nas lojas da Sephora e Macy’s. 

 Gostaram desses destaques em skincare?

4 marcas de beleza que são sucesso na internet aqui nos EUA!

A internet virou o termômetro de quase tudo que acontece no mundo, né? Instagram e Pinterest viraram referência para a gente saber o que é tendência no momento. Não sei vocês, mas eu acabo descobrindo muitas marcas novas pela internet – principalmente pelo Instagram! No mercado americano, surgem novas marcas todos os dias – e com produtos de ótima qualidade, provando que nem sempre o que é caro é melhor. Hoje, apresento a vocês quatro marcas que estão fazendo sucesso na internet por aqui, seja pelo design dos produtos, seja pela sua filosofia, seja pela sua qualidade.

Pic: http://pinkpeonies.co.za/

Colour Pop – fundada em 2014, com vários produtos com fórmulas veganas – e sem testes em animais, a Colour Pop virou um fenômeno. Não é difícil entender o motivo: os preços são super atrativos e as fórmulas dos produtos são eficazes. O mix de produtos inclui sombras, iluminador, bronzer, blush além, é claro, do batom líquido matte, o maior sucesso da marca. Cada batom custa apenas U$6 e as opções de tonalidades são maravilhosas – sem contar a alta pigmentação.

Onde comprar? Por enquanto, a marca é vendida apenas pelo site. (e entregam no Brasil!) Instagram @colourpopcosmetics

Beauty Bakerie – marca que também não testa em animais – e com muitos produtos com fórmulas veganas – a Beauty Bakerie causou muito barulho na internet depois da divulgação desse vídeo, que mostra o quão pigmentados e resistentes são seus batons líquidos. Disponíveis nas versões matte e metálicas, as cores são lindas e nada óbvias. Além disso, o apelo visual da marca é, no mínimo fofo. Bakerie é uma adaptação de Bakery, que pode ser traduzido como “padaria”. Então, a marca é como uma “padaria da beleza”. Os produtos têm nomes e design que remetem a gulodices: o Iluminador So Icy lembra sorvete, o pó é Flour (farinha), a paleta de sombras tem design relacionado a sorvete napolitano.

Onde comprar? A marca é vendida no site (tem entrega no Brasil) e está inaugurando, no próximo mês, sua primeira loja, em San Diego. Instagram: [email protected]

Glossier – Sensação nas redes sociais, a Glossier nasceu do IntoTheGloss.com, um blog de beleza famoso e respeitado – que é hoje um dos mais renomados no segmento. Por trás do blog e da marca está Emily Weiss, que repensou produtos, criando itens e cores de acordo com os desejos do público. O que a diferencia? Seu approach: oferece uma coleção editada dos produtos de beleza mais relevantes de hoje, inspirados e feitos para a vida real. Atualmente, a marca conta com uma seleção de itens de maquiagem e cuidados com a pele, com fórmulas eficazes e uso descomplicado. Cada lançamento causa frisson na internet – as resenhas não mentem e alguns produtos foram premiados por revistas como a Allure e a Teen Vogue. O Balm Dotcom é um dos best-sellers da marca: com múltipla utilidade, pode ser aplicado nos lábios ressecados, nas cutículas e qualquer área do corpo que necessite hidratação. O Boy Brow é outro best-seller: ele mantém os pelos da sobrancelha no lugar de uma maneira naturalmente moldada. É diferente de qualquer outro gel de sobrancelha no mercado.

Onde comprar? A Glossier é vendida pelo site (sem entrega internacional) e tem um showroom em Nova York: 123 Lafayette Street (último andar). Instagram @glossier

Milk Makeup – a marca é da Milk Studios, uma empresa de mídia que trabalha com clientes da área de moda, música, fotografia e filmes. Nascida do coletivo criativo da agência, a marca foi feita para garotas ambiciosas e poderosas, que precisam de produtos práticos capazes de mudar o seu look do dia para a noite em cinco minutos – e para serem usados sem a ajuda de pinceis. As embalagens são super clean – e unissex – além de serem práticas e duráveis, perfeitas para serem carregadas na bolsa. As fórmulas são as mais naturais possíveis e os preços também são justos – são 85 itens que custam entre U$10 e U$38. Além de itens de maquiagem como máscara, delinedor, sombras, batons e blushes – tudo com ótima pigmentação – há também alguns itens de skincare, como gel de limpeza e máscara facial. Um dos produtos que tem feito sucesso atualmente é o Blur Stick: uma espécie de primer, para disfarçar poros e deixar a pele uniforme (e sem silicone na fórmula).

Onde comprar? No site da marca (sem entrega internacional), nas lojas da Sephora e da Urban Outfitters.

Aerie – a loja de roupas mais fofa de Nova York

A internet revolucionou a maneira como fazemos compras. Eu confesso que amo navegar horas pelos sites, simular compras e, claro, receber uma caixinha (sou dessas). Sem contar que compras pela internet são práticas e poupam muito tempo, certo? Com tanta facilidade para comprar na internet, é óbvio que as lojas físicas sentem esse baque. O varejo precisa se reinventar para atrair o cliente. Proporcionar uma experiência de compra especial faz toda a diferença, concordam? E algumas lojas estão fazendo isso com maestria. Aqui em Nova York, a gente vê o setor de varejo se reinventando a cada dia para oferecer lojas que vão muito além do conceito de apenas expôr o produto. E uma delas é a Aerie, marca do mesmo grupo da American Eagle Outfitters, que está com uma pop up shop no Soho. Arrisco dizer que é uma das lojas mais fofas/lindas da cidade!

A Aerie é uma marca com um DNA super jovem e uma das coisas que eu acho mais bacana é o seu discurso, que incentiva as mulheres a se amarem da maneira como elas são – mesmo que elas não estejam dentro dos tais “padrões” definidos pela mídia. Inclusive, esse discurso da Aerie vai muito mais além – as campanhas contam com modelos com corpos reais e, na hashtag criada pela marca – #AERIEREAL – podemos ver meninas de todos os tipos, com fotos lindas, provando que ninguém precisa seguir padrões impostos para ser bonita. Aí eu pergunto: como não se apaixonar por uma marca assim?

A loja da Aerie no Soho é praticamente um cenário daqueles que a gente vê no Pinterest – e tudo lá dentro é “instagramável”. Tem parede de algodão doce, parede de flores, mini roda-gigante, frases inspiradoras espalhadas pela loja. O provador é a coisa mais linda! Sem contar que a exposição dos produtos também é um show à parte: tem óculos de sol numa bicicleta e até um bralette bar.  Definitivamente, não é o tipo de loja que você dá só uma passadinha. Eu fiquei uma hora lá dentro, só explorando, e ficava cada vez mais encantada, à medida que descobria quão incrível a loja é.

Como se já não bastasse o conceito maravilhoso da marca e o design fantástico da loja, precisamos falar sobre os produtos! Agora que estamos entrando na temporada primavera/verão aqui, a loja está focada nesse tema. Então, tinha muitos bíquinis – não gosto muito dos biquinis daqui, mas preciso dizer que adorei os da Aerie – maiôs super fofos, que podem ser usados tanto na praia como com o look de dia a dia, saídas de praia e chapéus. A Aerie também tem lingerie – sutiãs de vários modelos e também bralettes, aqueles pra serem usados embaixo de regatas cavadas, além de calcinhas. Outro ponto forte da marca são as roupas de ginástica, com tops, leggings e camisetas. Também há t-shirts, vestidos, shorts, batas… tudo com uma pegada bem leve, jovem e despojada.

Outra coisa que eu adorei é que a loja também conta com vários modelos de óculos de sol da Quay – marca que eu amo e já falei aqui a respeito – além de perfumes e cosméticos como body splash, loção corporal e sabonete líquido – tudo, é claro com embalagens lindas e fofas!

SOBRE OS PREÇOS: Não considero uma loja cara – sem contar que frequentemente há promoções do tipo compre 1 e leve o segundo pela metade do preço. Vocês podem ter uma noção de valores acessando o site. 

Gostaram do post? A Aerie fica na 72 Spring St, no Soho.

Moda: as peças favoritas das nova-iorquinas

Tudo bem que estilo é algo muito pessoal e a gente não pode colocar todo mundo no mesmo cesto na hora de fazer uma classificação, certo? Mas, temos que admitir que há certas peculiaridades, detalhes, peças ou estampas que são mais predominantes em uma região, cidade ou país. Isso acontece por vários fatores, desde o estilo de vida da cidade até mesmo o clima predominante. No Brasil e na América Latina as estampas alegres e cores quentes fazem sucesso, mas certamente enxergaremos diferenças regionais. Há quem concorde que a Farm tem o DNA da carioca – e também sabemos que vai ser mais fácil alguém de Santa Catarina seguir a tendência da bota over the knee do que alguém em Recife.

Mas e em Nova York? Eu costumo dizer que a Big Apple é uma cidade muito livre – aqui é o lugar para você ousar, para vestir o que quiser sem ser julgado, para pintar o cabelo de azul, para usar aquele sapato diferentão. Porém, dá para dizer que, no quesito estilo, também há certas características. Quando eu estudei pesquisa de tendências no FIT, aprendi bastante a respeito. Mas, o exercício de observar também ajuda. Eu já estive três vezes em San Francisco, na California, e, depois de algumas andanças, você percebe que o estilo da californiana é diferente do da novaiorquina. Sabe qual o detalhe mais importante no estilo de quem mora aqui? A predominância do preto. Você pode observar: muita gente aqui usa preto (predominantemente no inverno, mas também no verão). E também há peças que são essenciais, básicas, e acabam aparecendo nas produções de muita gente. No post de hoje, eu apresento algumas delas e, confesso: da lista abaixo, eu só não tenho o meu par de galocha ainda! Como referência, pesquisei bastante em sites de moda e também usei a minha própria análise nas ruas da cidade.

Jeans skinny – um clássico, certo? O jeans de modelagem justinha da cintura até o tornozelo fica lindo com tudo: tanto com um cropped, com uma camisa solta, com uma t-shirt ou até mesmo embaixo do trench coat. Eu costumo dizer que um jeans que veste bem é um jeans pra vida – não importa o quanto custe. Rebecca Dark Wash Denim Skinny Jeans, Tobi.

T-shirt branca – aprendi com uma amiga que “toda fashionista que se preze tem que ter três t-shirts no armário: uma branca, uma preta e uma cinza”. De fato, essas cores são muito clássicas e versáteis, combinam com tudo. A branca, em especial, é ideal para o verão. Quer coisa mais prática do que camiseta branca e shorts jeans? A gente vê muito pelas ruas de Nova York. Break of Dawn White Tee, Tobi.

Galocha – o estilo das nova-iorquinas é muito prático. A maioria das pessoas anda de metrô pra lá e pra cá e é preciso lidar com nevascas e chuvas. Nessas horas, não tem calçado mais prático que a galocha. Evita escorregar e cair um tombo e permite que você consiga manter o ritmo – acelerado – da caminhada sem se preocupar em molhar os pés caso pise em uma poça. Galocha Tommy Hilfiger.

Ankle Boot – é aquela botinha curinga, que combina com tudo: shorts, vestido, calça e saia. Aqui em Nova York, todo mundo usa à beça, seja numa versão sem salto ou com um pequeno salto. O que eu mais vejo é combinada com a calça de couro e a jaqueta de couro, num look total black. E ela não fica restrita ao inverno – há quem use a botinha no verão, nos dias mais frescos. Bota Mafalda, Aldo.

Tênis branco – virou meu item favorito no último verão. Sim, no verão – e se você estiver por aqui na época vai ver muita gente usando. Tinha dias que eu preferia sair de tênis do que sair de sandália. O tênis branco ganhou status fashion e eu confesso que sempre imagino como uma roupa nova vai casar com o meu par de tênis. Tênis Bertie, Steve Madden.

Calça de couro – uma das maneiras mais fáceis de atualizar o look de inverno é usando uma calça de couro – e sim, pode ser fake. As novaiorquinas sempre usam, seja com um super casaco, seja com jaqueta, combinando com tênis ou bota. Calça H&M U$19,99.

Jeans destroyed – acho que esse é o jeans favorito aqui, ganhando até da modelagem skinny. É incrível como as meninas adoram os jeans rasgados – inclusive no inverno. Sempre tem alguém usando! Confesso que às vezes fico até sem entender como conseguem aguentar o frio com uma calça assim, mas gosto é gosto. Acho essas calças lindas, mas só consigo usar na meia-estação ou verão. Uma maneira de atualizar o look é usar com meia arrastão por baixo, já viram? Super Low Jegging, American Eagle Outfitters, U$59,95.

Jaqueta de couro – outro item clássico dos clássicos, nunca sai de moda – e predomina nos looks de inverno das novaiorquinas. Dá pra usar com a t-shirt branca ou com outras blusas mais quentes. Como mencionei antes, o look total black e total couro é bem comum por aqui. Elida Moto Jacket, Tobi, U$110.

Trench coat – tem casaco mais charmoso que o trench coat? Sou suspeita, porque eu amo, mas a peça também é constante nos looks aqui. Apesar do povo amar preto, essa cor nude/bege é bem queridinha. É peça atemporal e que dá pra usar muito durante o outono aqui e também no inverno, se o termômetro não estiver marcando temperaturas negativas. Abroad Trench Coat, Madewell.

Casaco de inverno – quando eu mudei para Nova York, eu vim com uns dois ou três casacos de lã batida. Depois, comprei mais um ou dois. Insistia naquela ideia de ficar bonita por baixo do casaco e também por fora. Depois de um tempo, você aprende que não dá pra seguir essa linha… no último inverno, investi em um casaco bem pesado, desses que não são nada glamourosos, mas que te protegem do frio e do vento como nada. E ele vira o seu mascote: você não quer saber de passar frio, então, passa boa parte do inverno ignorando os outros casacos do seu closet. E isso significa investimento. Paguei U$100 pelo meu casaco – mas sei que um de uma marca como a Canada Goose ou a The North Face são investimentos pra vida. Trilium Parka, Canada Goose.

Jaqueta jeans – é a peça perfeita para os dias amenos, em que a gente sente aquela brisa no fim da tarde. Combina com tudo, dá um ar casual e despojado e nunca sai de moda. Denim Fraya Bones Jacket, Tobi

Tudo te pareceu meio básico? Veja os looks acima, clicados em Nova York…. você acha que essas produções não são estilosas? A nova-iorquina sempre acrescenta o seu toque pessoal – e o charme acaba ficando por conta dos acessórios. Deu para perceber que as peças são clássicas, neutras e fáceis de serem combinadas entre si, né? Refletem bem o estilo da cidade, que exige praticidade no dia a dia, para lidar com a correria, com as temperaturas extremas, com a andança de transporte público e as longas caminhadas…

PS: A Tobi, citada no post, só tem loja virtual, ok? 

Compras de beleza em Nova York: conhecendo um duty free em Manhattan

Eu adoro o fato de as opções em Nova York serem infinitas – e, quando as opções são relacionadas à beleza, melhor ainda. Quem me acompanha aqui pelo blog sabe que eu adoro descobrir novas marcas e novas lojas de cosméticos. Se essas lojas oferecerem alguma vantagem especial, aí eu fico mais empolgada. Há alguns dias, a leitora Ana Paula me falou de um Duty Free em Nova York. E eu fiquei assim: oi? Como assim? Comecei a pesquisar mais a respeito, falei com o pessoal da loja pelo Instagram e semana passada estive conferindo tudo de perto. Sim, é real: existe um Duty Free em Manhattan, o Diplomatic Duty Free Shops.

Localizado em Midtown, no mesmo prédio das embaixadas de Portugal e Arábia Saudita, é uma loja escondida – não é aquele tipo de local que você descobre passando em frente, sabem? De fato, ao chegar lá, a gente se sente nessas lojas de aeroporto. O espaço é amplo e cheiroso (já viu Duty free não ser cheiroso?). O destaque aqui fica por conta da seleção de cosméticos e perfumes, todos de marcas renomadas. Há fragrâncias da Dior, Burberry, Carolina Herrera, Dolce & Gabbana, Versace, Thierry Mugler, Hermès e Givenchy (em versões femininas e masculinas). A seleção de maquiagem e skincare inclui nomes como Clinique, Lancôme, Estée Lauder, Shiseido, Clarins, Dior, L’occitane e Kiehl’s. Dá para experimentar todos os perfumes e também testar makes e cremes.

Se você não é aficcionada por cosméticos, não tem problema. O Diplomatic Duty Free Shops também tem bolsas de marcas como Longchamp e Salvatore Ferragamo, óculos de sol de marcas como Hugo Boss, Prada, Dior, Rayban, Celine e Michael Kors, além de chocolates, relógios e outros acessórios.

Ok, você deve estar pensando, “isso tudo é muito legal e tudo mais, mas por qual motivo eu devo ir a essa loja ao invés de fazer as minhas comprinhas na Sephora ou na Bloomingdale’s se esse tipo de produto tem preço tabelado?” Bem, aí vem a vantagem desse duty free: os descontos especiais. Todos os preços nas etiquetas contam com um desconto no caixa. Os cosméticos, por exemplo, têm 20% de desconto. Isso mesmo: 20% de desconto. As bolsas da Longchamp têm 10% de desconto, as da Salvatore Ferragamo 20%. Óculos de sol contam com 15% de desconto – e no dia que estive lá havia alguns com 30% de desconto. “Ah, Laura, mas você não ajuda, cadê os preços dos produtos?”. Como falamos antes, esses produtos têm preços tabelados – você pode considerar os valores dos sites oficiais das marcas e calcular o desconto. Por exemplo, supondo que você esteja interessada em alguns cremes da Clinique – você pode checar os valores no site da marca ou da Sephora e calcular 20% off. Enquanto estava lá, comparei os valores das etiquetas com os de outros locais e são iguais mesmo. Uma informação importante: apesar do nome ser Duty Free, os produtos não estão livres de impostos, ok? Então, lembrem-se que na hora de pagar também há o acréscimo de 8,875%. Mesmo assim, ainda sobra um bom abatimento, né?

Duas dicas: cada produto tem uma etiqueta, com um código. E vocês verão o preço referente àquele código nas prateleiras. Outra coisa: vale a pena seguir o perfil da loja no insta – @shopddf – para saber se há alguma promoção rolando. Há alguns dias, por exemplo, o desconto para produtos da Shiseido era de 25%.

Endereço: 866 2nd Ave – Segundo andar. Aberto de segunda a sexta, das 9h30 às 17h45.

Entre no prédio e siga em frente, em direção aos elevadores. Saindo do elevador, no segundo andar, você já vai dar de cara com a loja. Não é necessário apresentar passaporte para as compras.