Blog da Laura Peruchi – Tudo sobre Nova York
viagem

O que fazer em Roscoe, NY

Vocês já devem estar cansados de me ver falando o quanto gosto de explorar o estado de NY. Aqui no blog, tem várias sugestões de roteiros e atividades, tanto na parte norte quando em Long Island. No último fim de semana, foi a vez de explorarmos a região de Roscoe, um vilarejo no Condado de Sullivan. A população era de 541 no censo de 2010. Ficamos hospedados num Airbnb super delícia, fizemos algumas atividades na região e, neste post, vou falar mais sobre nossos dias por lá!

Airbnb

Ficamos hospedados nesta casa, The Ipê House – cujos hosts são brasileiros. A casa foi totalmente renovada recentemente e tem tudo que você precisa para passar uns dias relaxando. São dois quartos, dois banheiros, cozinha completa, sala aconchegante e um espaço cinema com projetor para assistir filmes e seriados. Tem um deck com churrasqueira e fica bem pertinho do Lake Muskoday – a casa fornece standing paddle e kayak e tem um acesso ao lago com uma prainha e um playground. Nós amamos a experiência! A região é uma lindeza, de uma tranquilidade sem igual – e o centrinho de Roscoe fica a 12 minutos de carro da propriedade.

Transporte

  • Alugue um carro.
  • Alugue um carro.
  • Alugue um carro!

Quando se fala em Upstate NY, alugar um carro é a melhor maneira de explorar a região, sem contar que te dá mais liberdade, flexibilidade e possibilidades. As estradas são ótimas – e sem trânsito!

  • Clique aqui para alugar um carro.
  • Se você quer alugar um carro de uma maneira mais fácil, eu recomendo o Getaround. Depois que eu e o Thiago descobrimos o Getaround, nunca mais a gente quis saber de alugar carro em locadora. Pense no Getaround como um Airbnb para carros. Você faz o seu cadastro e depois pode buscar por carros próximos de você. Tudo é feito pelo aplicativo – inclusive o desbloqueio. Sem estresse, sem burocracia, sem filas e sem papelada. Nós amamos! Use esse link para fazer seu cadastro e ganhe $20 em créditos.

Bethel Woods Center for the Arts

Vocês sabiam que existe um lugar dedicado ao Woodstock Festival? O Bethel Woods Center for the Arts fica em Bethel, a cidade onde rolou o festival, e lá você não somente consegue fazer uma verdadeira imersão na história do evento, mas também visitar o local original onde tudo aconteceu. Tem vídeos, objetos, roupas, fotografias e muita informação interessante, que te faz aprender muito mais sobre o contexto da época e os pontos altos do festival. Dá até pra visitar o local onde o festival rolou (que fica atrás do museu). Foi uma grata surpresa! Além disso, o local promove shows e festivais, vale a pena dar uma olhada na programação no site! Os ingressos custam $18 e também podem ser adquiridos online.

Northern Farmhouse Pasta

Este restaurante já estava na minha lista desde que estivemos em Livingston Manor. Dessa vez, eu fiz uma reserva para garantir um jantar por lá, já que o local é famoso na região e só abre de quinta a domingo. É a primeira loja de massas no estado usar trigo 100% cultivado em NY. Restaurante familiar, as massas frescas são feitas com produtos locais, com ravióli exclusivo, usando farinha orgânica de NY, queijo local e produtos de fazendas vizinhas. As opções de molhos e recheios acompanham os ingredientes da estação. O ravióli é mesmo uma delícia e super bem servido! Tudo estava muito delicioso! Os pratos principais custam de $18 a $26. Reservas podem ser feitas via fone 607-290-4064 ou e-mail northernfarmhousepasta@gmail.com

Arancini
Pasta with scallops
Fetuccine bolognese
Linguine with sardines
Baked clams
Ravioli

Tubing

Uma das coisas que eu estava mais animada para fazer era o Tubing! Tubing nada mais é que é andar de bóias infláveis rio abaixo. Segundo a minha amiga Sarah, essa é uma atividade bem popular no norte do estado durante o verão. Várias empresas na região oferecem a estrutura para a atividade e nós reservamos com a Lander’s River Trips – fica a uns 45 minutos de onde estávamos hospedados. Custa $30 por pessoa e inclui a bóia e o colete salva-vidas. Você dirige até a sede da Lander’s River Trips, que fica em Narrowsburg, faz o check-in e eles te levam até Skinner’s Falls, de onde você começa o passeio. São cerca de 8km! O “tour” rola por até cinco horas (depende da correnteza do rio).  Nós levamos pouco menos de 4 horas para completar. Aqui vão algumas dicas.

  • Chegue à sede da empresa com pelo menos uma hora de antecedência do horário que você quer começar o seu passeio. Digamos que você quer começar às 2pm, chegue lá por volta de 1pm, pois é necessário assinar termos, pegar o transporte, colocar os coletes, etc.
  • Se estiver em um grupo, leve alguma corda para amarrar as bóias umas nas outras, assim, vocês ficam sempre juntos e é bem mais legal!
  • Você pode levar bebidas – considere comprar um cooler flutuante  – tem vários na Amazon!
  • Não esqueça de aplicar protetor solar e levar óculos de sol.
  • O rio é super calmo e raso – tem umas 3 áreas com uma pequena correnteza, mas nada radical.
  • Além do tubing, também dá pra fazer kayaka, canoagem e rafiting. Mais detalhes e reservas no site!

Cochecton Pump House

Essa foi uma dica de um seguidor e é um bom lugar para comer antes ou depois do passeio de tubing, já que fica a 10 minutos da Lander’s River Trips – e a 30 minutos da casa. São as ruínas da Standard Oil Company, uma companhia de óleo desativada na década de 20. O que sobrou da construção virou uma espécie de cartão postal da região e, recentemente, passou a receber visitantes para curtir o espaço. Dois containers foram transformados em food trucks e você consegue comprar drinks e cervejas, além de algumas opções de comida. É pet-friendly. Mas, como se trata de um local todo aberto, só vá se não estiver chovendo. O espaço é super bacana e também rola música ao vivo – acompanhe o Instagram para atualizações.

The Local Table and Tap

Paramos neste restaurante para almoçar antes de voltar pra casa e adoramos! Fica em Kauneonga Lake, na beira do lago, e é uma delícia sentar na parte externa se o dia estiver agradável, a vista é linda! O menu tem de tudo um pouco: de burgers a bowls, de saladas a tacos. Tudo extremamente bem servido e saboroso! Adorei a comida!
E foi isso! Mais uma viagenzinha para Upstate pra conta! No mapa a seguir, vocês conferem não somente os spots mencionados no post, mas também outros locais que eu salvei mas que acabamos não indo, como cervejarias, cachoeiras e outros restaurantes.


Leave a Response