Blog da Laura Peruchi – Tudo sobre Nova York
gastronomiaturismo

Um roteiro pela região do Flushing, no Queens

Flushing é aquele tipo de bairro que eu considero um “segredinho” de Nova York. É uma região do Queens que fica a cerca de 30-40 minutos de Manhattan e que proporciona uma imersão cultural incrível. Para vocês terem ideia, a população chinesa-imigrante de Flushing superou a de Chinatown, em Manhattan, anos atrás. Cerca de dois terços dos residentes são estrangeiros, a maioria da Ásia. É o lugar perfeito para uma imersão na cultura oriental. Você nem vai se sentir em Nova York – e provavelmente verá pouquíssimos ocidentais por lá. Ao contrário da Chinatown de Manhattan, eu acho o Flushing uma região muito mais bacana e autêntica. E com várias coisas para se fazer. Já estive lá inúmeras vezes e a última foi há algumas semanas, quando aproveitei para fazer umas fotos para montar esse post, com um roteiro bem completo do que fazer no bairro!

Como eu comentei, já estive no Flushing inúmeras vezes, mas acabamos fazendo uma programação especial na última vez que estivemos lá. O Thiago tinha visto algo sobre o The Hindu Temple Society of North America, que fica em Flushing, e ficou muito curioso a respeito. Então, aproveitamos nossa visita ao bairro para conferir o local de perto. Para chegar ao templo, caminhamos cerca de 15 minutos depois de sairmos da estação de metrô. Nunca tinha entrado num templo hindu e acho super bacana conhecer esse tipo de lugar. Esse templo existe desde 1970 e foi o primeiro autêntico Templo Hindu na América do Norte construído com pedras de granito tradicionais importadas da Índia; e por isso é um dos templos mais importantes no Ocidente, historicamente e arquitetonicamente. É importante seguir algumas regras antes de entrar: é preciso tirar os calçados e não é recomendado estar vestindo roupas que mostrem as pernas. Também não é permitido fotografar lá dentro. Vimos muitos indianos fazendo suas orações e é um lugar de muita tranquilidade. Para mais informações, visite o site.

Endereço: 45-57 Bowne St.

Eu adoro explorar culinárias diferentes e, particularmente, adoro a culinária oriental. Descobri o Spring Shabu Shabu no FourSquare por acaso e estava doida para levar o Thiago lá, pois sabia que ele ia amar. É um restaurante no estilo Hot Pot – ou seja, você mesmo cozinha a sua comida. Você escolhe o tipo de caldo – peixes, picante ou vegetais – e as mesas possuem uma estrutura que mantém o caldo fervendo – você vai controlando a temperatura. O Spring Shabu Shabu tem buffet livre, ou seja, há várias opções de massas frescas, dumplings, cogumelos, vários tipos de legumes e salada e você cozinha tudo isso na água. E, claro, complementa o sabor com molhinhos, disponíveis numa variedade imensa no buffet. O valor do buffet livre é de U$12. As porções de carne – incluindo frutos do mar – você pede à parte e custam a partir de U$4. Eu e o Thiago pedimos apenas uma porção pra nós e foi suficiente, já que o buffet é muito bem servido. É uma experiência gastronômica super rica e diferente! E a comida é uma delícia!

Endereço: 136-20 38th Avenue, 2nd Floor. 

Ainda falando em experiência gastronômica, você já experimentou Bubble Tea? É  uma bebida à base de chá de Taiwan, inventada durante a década de 1980. A receita leva uma base de chá misturado com frutas ou leite. E eles vvêm com bolinhas de tapioca, como se fosse um sagu. Há quem não curta as bolinhas – eu particularmente gosto. Em Flushing, há vários lugares que vendem Bubble Tea e um deles á CoCo Fresh Tea & Juice, que tem sabores bem diversificados, com preços entre U$3 e U$4.

Endereço: 136-49 Roosevelt Ave.

A Tous Les Jours é uma rede franco-Asiática que serve  uma selecção exclusiva de produtos de padaria e bebidas feitas com ingredientes da mais alta qualidade da Coreia do Sul. Em Nova York, a rede está presente apenas nos bairros asiáticos (Koreatown e Chinatown em Manhattan e Flushing). Há uma seleção caprichada de pães e tortas, além de cafés. O espaço é muito charmoso e há mesas para sentar. Nada melhor do que uma parada para um café depois de passear bastante, certo? Escolhi uma fatia de uma torta chamada The Milk e adorei! Não costumo gostar das tortas daqui, mas essa era bem molhadinha e nada enjoada.

Endereço: 39-02 Union St.

E se a ideia é aproveitar o passeio para também fazer compras, vale destacar o The Shops at SkyView Center, um shopping muito completo e cheio de lojas conhecidas. Para vocês terem uma ideia, o diretório inclui lojas como Marshall’s, Nike Clearance Store, Nordstrom Rack, Old Navy, UNIQLO, Carter’s Babies and Kids, Best Buy, Bed Bath & Beyond e até mesmo uma filial da Target!

Endereço: 40-24 College Point Blvd.

Não tem como eu fazer um post sobre Flushing sem falar de Korean Beauty! O bairro é, sem dúvidas, o paraíso dos cosméticos coreanos. É verdade que muitas lojas que estão lá também contam com lojas em Manhattan – mas vale lembrar que não são todas e aqui vale destacar a facilidade de andar numa rua só e encontrar várias delas, quase uma do lado da outra. Missha, TonyMoly, The Face Shop e Nature Republic são só algumas delas – mas há tantas lojas que esse assunto merece um post exclusivo, que prometo fazer em breve!

Um dia em Flushing também merece uma visita ao Queens Museum. Vejam bem, eu não sou uma pessoa que adora museus, mas recomendo fortemente essa visita. Tudo por conta da maquete de Nova York que está em exposição lá. Batizada de Panorama, a maquete é a jóia da coroa da coleção do Queens Museum. Concebida como uma celebração da infra-estrutura municipal da cidade em 1964, o projeto foi liderado pelo escritório arquitetônico Raymond Lester & Associates, envolveu uma equipe de 100 pessoas e levou três anos para ficar pronto. Para o projeto, Lester usou fotografias aéreas, mapas e outros materiais. Exposta numa área de mais de 800 metros quadrados,  e construída para uma escala de 1:1200,  onde uma polegada é igual a 100 pés (2,54cm = 30,48m),  Panorama é uma metrópole em miniatura. Cada um dos 895.000 edifícios da cidade construídos antes de 1992 e cada rua, parque e cerca de 100 pontes estão representadas e montadas em 273 seções individuais que compõem 828.796.195  metros quadrados de Nova York. Você pode clicar aqui e conferir o post com mais informações e fotos.

Endereço: Flushing Meadows-Corona Park, Meridian Rd, Queens.

 

O Queens Museum fica dentro do Corona Park e atrás dele está o destaque do parque e um dos lugares mais lindos da cidade, na minha opinião: o Unisphere. Concebido pelo arquiteto paisagista Gilmore D. Clarke para a New York World’s Fair of 1964-65, tem mais de 30 metros de diâmetro. Durante o verão, o chafariz é ligado e deixa o monumento ainda mais bonito. Não tem como nào se encantar. Ainda vale lembrar que o Corona Park é um parque de área super extensa – tem até um zoo lá – e é lá também que acontece o US Open, campeonato de tênis. É no Corona Park que fica também o New York Hall Of Science.

Gostaram do post? Para chegar em Flushing, você precisa usar a linha 7 e descer na última estação – Flushing – Main St. 


5 Comentários

  1. Olá, Laura,
    Adorei a dica!
    Gostaria de conhecer outros bairros do Queens, você acha viável conhecer o Flushing e Astoria no mesmo dia?
    Obrigada,
    Aline

Leave a Response