Blog da Laura Peruchi – Tudo sobre Nova York
turismo

Tudo sobre a nova atração de Nova York – National Geographic Encounter: Ocean Odyssey

Eu sempre comento aqui sobre como Nova York está sempre se reinventando. É por isso que não se trata de uma cidade para ser visitada apenas uma vez – e sim várias vezes. Desde que eu vim morar aqui, muita coisa mudou, muitas lojas e restaurantes fecharam e outras abriram. E o cenário do turismo também mudou, com novas atrações. Uma das novidades de 2017 é o National Geographic Encounter: Ocean Odyssey, que abre as portas ao público oficialmente hoje. Na quarta-feira, estive lá na cerimônia de abertura para a imprensa e pude conferir tudo em primeira mão para contar a vocês.

Antes de mais nada, acho bacana apresentar o conceito do local. O National Geographic Encounter: Ocean Odyssey é a primeira experiência imersiva desse tipo, que transporta o público para uma jornada no fundo do mar, passando pelas águas do Pacífico Sul até a costa oeste da América do Norte. A atração contou, inclusive, com o time de efeitos visuais por trás de Game of Thrones. Através de tecnologia, os visitantes encontram, cara a cara, com versões em tamanho real de algumas das maiores e mais interessantes criaturas do mar. Além disso, o compositor David Kahne, vencedor de Grammy, coletou centenas de sons do fundo do mar para criar uma experiência única. Vale deixar claro que o National Geographic Encounter não é um museu, exibição, filme, aquário ou realidade virtual – não há nenhum animal exposto lá. A ideia é oferecer uma experiência imersiva para o público através de tecnologia.

Agora, vamos à experiência em si. O passeio todo dura cerca de 45 minutos e cada sala proporciona uma experiência diferente. As mais legais são o filme em 3D que faz você se sentir no fundo do mar – com direito a baleias gigantescas passando por cima de você – e o labirinto com vegetação do fundo do mar. Por conta das paredes espelhadas, fica difícil descobrir em qual direção seguir. Outro destaque é a área dos telões interativos onde os animais respondem aos seus movimentos. Há outras experiências que te transportam ao fundo do mar, seja pela penumbra e pelos sons dos animais, seja pelos efeitos visuais. Ao final da experiência, há um compilado de vídeos e textos, além de computadores interativos onde é possível aprender mais sobre o oceano e a fauna.  Apesar de ter achado a iniciativa bem legal, o lugar não me ganhou.

Dito isso, vamos às considerações finais:

  • O ingresso para adultos custa U$39,50 e, para crianças, U$32,50. Uma parte do valor do ingresso é destinada para a National Geographic Society, uma organização sem fins lucrativos destinada à conservação, exploração, pesquisa e educação. Crianças de até dois anos não pagam para entrar. Dá para comprar os tickets online
  • A parte das experiências tem pequenas narrações, todas em inglês, então, se você não tem um bom entendimento da língua, não sei se é um programa recomendado. A organização anunciou que vai investir em fones de ouvido com tradução, porém, não há data estipulada.
  • A parte final da experiência – com os computadores interativos – oferece opção em algumas línguas (há espanhol, mas não há português)
  • A atração está incluída no Explorer Pass. 
  • Particularmente, não acho que National Geographic Encounter: Ocean Odyssey esteja valendo o preço do ticket. É um valor alto para uma atração que, na minha opinião, não é imperdível. Acredito que as crianças vão curtir bastante bem como quem estuda ou atua em áreas relacionadas. 

Endereço: 226 W 44th St – Times Square. Aberto todos os dias a partir das 10h às 22h30 (sextas e sábados até meia-noite)


Leave a Response