estudarturismo

Cinco razões para falar inglês em sua viagem a Nova York

Uma das inseguranças mais comuns de quem está de viagem marcada para Nova York é o inglês, já que nem todo mundo que viaja para o exterior fala a língua. Aqui no blog, nos meus vídeos no Youtube e até mesmo lá no grupo do Facebook eu sempre fui enfática: não falar inglês não impede ninguém de viajar para fora do Brasil. Porém, saber alguma coisa da língua sempre vai ser melhor do que não saber nada. Dá para viajar e e curtir Nova York sem falar inglês? Claro que dá! Mas, uma coisa posso garantir: a experiência pode, sim, ficar mais completa e interessante quando a gente fala a língua.

Então, se você estava aí adiando aquela meta de falar inglês, vou listar cinco motivos para você agilizar seus estudos e deixar seu inglês afiadíssimo para aproveitar ainda mais a sua viagem a Nova York:

1.  Confiança + segurança – situações como seu voo (quando a tripulação não é brasileira), a imigração e o check-in no hotel ficam muito mais fáceis quando você fala inglês. Não se preocupe: ninguém vai te barrar  na imigração porque você não fala a língua, mas chegar no aeroporto sabendo que você vai entender as perguntas que o oficial pode vir a te fazer vai te deixar mais seguro e confiante. Falar inglês te dá a chance de tentar negociar um upgrade ou um check-in mais cedo no hotel, conversar com o motorista do Uber e pedir informações com tranquilidade. Um plus, né?

2. Aproveitar programações exclusivas em inglêsos clássicos de Nova York são universais: subir no Top of the Rock, visitar a Estátua da Liberdade, passear pelo Central Park, apreciar as luzes da Times Square. Tudo isso não te exige inglês. Mas existe um mundo de possibilidades quando se fala em programação diferente na cidade. Falar inglês te dá a possibilidade de conferir um show de comédia (um clássico em Nova York!), uma peça na Broadway com maior entendimento, um tour guiado diferente, que só tem em inglês ou até mesmo coisas diferentes, como uma aula de trapézio ou uma aula de maquiagem na Sephora. Pois é, tudo isso e outras incontáveis atividades em inglês te esperam em Nova York.

3. Conhecer gente novaclichê, mas você sabe: inglês é a língua universal e te abre portas infinitas para conhecer pessoas do mundo todo! Dá pra puxar papo com aquele pessoal que está fazendo o mesmo tour que você, dá para se enturmar com os hóspedes do hostel onde você está hospedado, e, se você está solteiro, dá até para, quem sabe, conhecer algum crush num barzinho ou rooftop. Romance internacional, já pensou? Amor I love you.

4. Oportunidades profissionaisNova York é uma das cidades mais imponentes do mundo e arrisco dizer que a maioria das coisas acontecem aqui: conferências, seminários e feiras dos mais diversos segmentos, com conteúdo e oportunidades de networking incríveis. Não tem nenhum evento bacana na sua área acontecendo? Não tem problema! Dá para baixar o app Meetup e procurar algum encontro relacionado à sua especialidade e ir trocar umas figurinhas. Tudo em inglês, claro.

5. Conversar com alguém local e até mesmo saber dicas exclusivas da cidade – de repente, você está no parque e tem oportunidade de brincar com o cachorrinho de um nova-iorquino e aí já troca umas ideias com ele sobre o amor por pets. Ou você bate um super papo com o seu host do Airbnb e ele te dá dicas incríveis de restaurantes e cafés nada óbvios para incrementar o roteiro. Nova-iorquinos são os maiores entendedores dessa cidade e você não vai querer perder essa chance, né?

Eu poderia listar mais diversas razões pelas quais aprender inglês só vai somar: incrementa o seu currículo, estimula o seu cérebro e, pelo menos no meu caso, fez eu sentir muito orgulho de mim mesma!? Sabe a sensação quando você bate uma meta, risca algo da sua lista? Pois é, eu me sinto assim em relação ao idioma! É realmente libertador não ficar nervosa ou ansiosa quando estou exposta ao inglês.

Bóra entrar nessa jornada incrível que é aprender uma segunda língua? Eu acho incrível como a internet facilitou as nossas vidas nesse quesito. No passado, ou você pegava um livro e estudava sozinho ou pagava um curso de inglês. Hoje, as opções são infinitas e muito mais acessíveis, como por exemplo, o Cambly, que é a única plataforma de aulas de inglês online que conecta alunos instantaneamente com professores de inglês nativos de língua inglesa. Assim, o aluno pode fazer aulas particulares ao vivo, por vídeo chamadas, 24h por dia. No meu histórico de aprendizado de inglês, as aulas particulares me ajudaram muito a me desenvolver e focar nas minhas necessidades de aprendizado.

E o funcionamento do Cambly é incrível, porque não tem desculpa, já que no Cambly tudo se torna flexível: qualquer dia, qualquer horário, é só abrir o app ou o navegador no computador e começar a aula com um professor!

No Cambly, você escolhe:

  • a sua assinatura de acordo com quanto tempo por dia quer fazer aula (15min, 30min, 60min ou 120min)
  • e por quantos dias na semana (2x, 3x, 5x ou 7x na semana)
  • o device que quer usar (computador, app iOs o Android)
  • a hora que quer estudar
  • o que quer fazer durante cada aula
  • o professor com quem quer falar
  • o sotaque do professor com quem vai conversar
  • se quer reservar aulas com um professor específico em um horário específico

E sabe o mais legal? Você conversa com o professor e explica os seus objetivos: seja praticar o inglês para a viagem a Nova York,  preparar-se para provas como IELTS e TOELF (com professores especializados) ou até mesmo querer aprender inglês do zero. Sim! Quem não fala inglês também pode começar através do Cambly. A plataforma tem, inclusive, professores que falam português. 

Gostou? Que tal experimentar o Cambly e começar a estudar inglês logo? Clique aqui e você terá 10 minutos grátis na plataforma. Não esqueça de incluir o código LAURANYBLOG

Este post foi patrocinado pelo Cambly.


Leave a Response