turismo

Passeio de gôndola no Central Park

O Central Park é, provavelmente, um dos locais mais visitados em Nova York – e é bacana visitar, não importa a época. Seja na primavera, no verão, no outono ou no inverno, é sempre bacana apreciar a imensidão e a beleza desse que é um oásis no meio da cidade. Mas, como acontece no resto da cidade, há atividades no Central Park que só rolam em determinados períodos – como a patinação no gelo – que acontece durante o outono/inverno – e a temporada de picnic – que só é possível em dias de clima agradável. Outra atividade que também só rola durante a primavera/verão é o passeio de gôndola no Central Park. Sim, você não leu errado: dá para passear de gôndola em Nova York. Uma gôndola oficial, presente da cidade de Veneza a Nova York, a primeira gôndola da história a ser dada como presente.

A temporada oficial rola de abril a novembro – com o clima permitindo. O passeio – que dura a partir de meia hora e que rola no The Lake, o lago que fica na parte mais sul do parque – é uma delícia. Primeiro, porque, como há somente uma gôndola, ela acaba se tornando a grande atração do lago. Impossível não se sentir meio “celebridade” com todo mundo olhando, hahahaha. Segundo, porque te dá uma perspectiva nova do parque e da cidade. Além de de Andres Garcia, o outro gondoleiro que marca presença por lá é Joseph Gama, um brasileiro de Ipatinga – MG, que eu tive o prazer de conhecer há três anos por conta de amigos em comum. O Joseph é uma figura: tem um carisma incrível, é super simpático e sabe muito sobre não somente o Central Park mas também sobre a cidade. Dá para aprender vários fatos curiosos!  Além disso, é uma opção de passeio romântico – inclusive, o Joseph já presenciou mais de 400 pedidos de casamento em passeios na gôndola – e celebridades como Leonardo DiCaprio e Xuxa já passearam na gôndola.

A gôndola tem capacidade para até 6 pessoas e meia hora de passeio custa U$45 + gorjetas. Você pode fazer sua reserva pelo telefone (212.517.2233) ou tentar contato pelo formulário, disponível aqui. Sim, também há barquinhos no lago para alugar – mas não esqueçam que são experiências diferentes.

E já que estamos falando de gôndola e do Joseph, deixo aqui um revival de uma entrevista que gravei com ele há três anos e ficou muito bacana!

Espero que gostem!


Leave a Response