Vida Noturna

Tudo sobre os bares Speakeasies em Nova York

Voce já ouviu falar em speakeasy? É um termo usado para denominar certos bares aqui em Nova York. Este é um tema que muitos leitores já tinham me pedido para escrever, mas achei melhor convidar alguém que realmente entende do assunto. Por isso, a convidada de hoje é a Anna Gaby, que mora aqui em Nova York. A gente se conheceu através de uma amiga e quando eu fiquei sabendo que ela amava speakeasy, chamei ela para escrever para o blog. Se você não sabe do que estou falando, continuem a ler o post… 

Nova York é um lugar que surpreende. Surpreende em seus skylines, possibilidades, diversidade e com certeza surpreende na quantidade de restaurantes e bares extraordinários. Quando eu cheguei em Nova York, queria conhecer tudo! Com o tempo, você percebe que para conhecer todos os lugares em Nova York você precisa ter pelo menos umas dezoito vidas. Então, como não se pode ter tudo, eu decidi focar nos bares que mais me cativaram nessa Big Apple, os famosos speakeasies.

Ainda lembro na primeira vez que meu marido, então namorado, me levou nesse estilo de bar. Ele me disse que iria me levar para jantar num mexicano que ele adorava. Eu me arrumei para o date e estava toda animada quando de repente ele para na frente de um quiosque de tacos, daqueles bemmmm simples. Eu amo tacos, mas eu de salto, escovada, maquiada, olhei para ele e falei “você só pode esta brincando né!?” Ele riu e fingiu que não me escutou, entrou no quiosque, falou com um cara e, de repente, uma porta se abriu. Meu namorado entrou e eu o segui. Eu estava achando tudo muito estranho quando me vi passando por uma cozinha com uma galera cozinhando e descendo uma escada indo para um basement. Pensei, “só me falta ter que tirar o lixo”. Porém, para minha surpresa, eu cheguei no restaurante-bar mais irado que já fui. Tinha Dj, celebridade, gente bonita, uma comida extraordinária, e uns drinks maravilhosos! E assim, nasceu minha paixão por esses bares escondidos e conhecidos como speakeasy.

Os bares speakeasy originalmente se referiam às casas de bebidas ilícitas durante a era da Proibição (1920-1933) nos Estados Unidos. Nesta época, era ilegal vender e consumir álcool – então, as pessoas começaram a servir bebidas alcoólicas a portas fechadas em locais discretos, geralmente conhecidos por poucas pessoas. Essas pessoas normalmente usavam um código para entrar. Portanto, “Speakeasy” é qualquer bar que tenha sido modelado e pautado na era da Proibição, sendo assim, bares escondidos.

Por serem bares escondidos, geralmente turistas não os conhecem. O que torna ainda mais interessante para um turista conhecer, sair do batidão da Times Square e Brooklyn Bridge e ir se misturar com os locais. E na minha opinião, não tem nada mais Nova York do que um “speakeasy”. Um lugar badalado, misterioso, cheio de charme e qualidade.

Abaixo, eu listo cinco speakeasies que eu adoro:

  • La Esquina: Este mora no meu coração. Foi o primeiro speakeasy que conheci e é o local que narrei logo em cima. A cozinha é mexicana e excelente! Não podemos deixar de pedir uma margarita também! Mas, na verdade, qualquer drink é bom nesse bar. O Dj sempre é sensacional e é um ótimo local para começar ou terminar sua noite. Está sempre lotado então eu sugiro que façam reservas! Endereço: 114 Kenmare St.
  • Beauty and Essex: No coração do Lower East Side, este já é mais conhecido, mas não deixa de ser escondido também! A faxada é uma simples loja de penhores, mas quando você entra, é um restaurante espetacular e ainda tem um segundo andar com baladinha! Como todo speakeasy, a comida desse restaurante é maravilhosa! Porém, você nunca vai imaginar que o melhor desse lugar é o banheiro. O banheiro é cheio de charme e eles servem champagne! Isso mesmo, puro glamour! Endereço: 146 Essex St.
  • The Back Room: Este bar existe desde da era da Proibição! Era o queridinho dos gangsters dos anos 20. Não precisa mencionar que os drinks são excelentes, mas o interessante é que todos eles são servidos em xicaras de chá! É uma xicara mais charmosa que a outra. Ótimo para um encontro, já que é um bar de meia luz, então todo mundo fica bonito! Endereço: 102 Norfolk St.
  • Please Don’t Tell: Também conhecido como PDT, um dos meus prediletos! Este bar, na verdade, é dentro de outro bar, que é muito famoso por seus hot-dogs. Então, indo lá você já pode fazer duas coisas bem nova-iorquinas: comer um hot-dog e ir num bar speakeasy. A entrada é uma cabine telefónica inglesa vintage dentro do bar Crif Dogs. Entre na cabine e aperte a campainha apenas uma vez (não duas, não três, apenas uma) e sucesso! O problema é que, por ser maravilhoso, ele está SEMPRE cheio e eles não aceitam reservas, mas tem lista de espera caso você tenha tempo e disposição para esperar. Endereço: 113 St Marks Pl.
  • Employees Only: Para achar, procure por um sinal de neon de uma taróloga e entre! Nos dias muitos movimentados, você verá uma fila do lado de fora. Este speakeasy é o predileto do meu marido, ele ama o New York ribeye de lá. O menu deste restaurante é imperdível, além de, como sempre, terem excelentes drinks. Depois de sair realizada de uma noite sensacional, porque não tentar a sorte numa leitura de mão ou jogada de tarot? Ótimo para ir com amigos, esse bar é diversão garantida. Endereço: 510 Hudson St.

Bom, estes são os meus cinco prediletos, mas saibam que tem milhares de speakeasy espalhados por essa cidade e pelo mundo, já que vários países aderiram essa ideia. Vocês também podem conferir o The Law Room, B Flat, Little Branch, The Garret, entre tantos outros escondidos por aí. Aproveitem!

Obrigada Gaby por esse post incrível!!!!


Leave a Response