Blog da Laura Peruchi – Tudo sobre Nova York
turismo

5 lugares perto de Nova York que você nem imaginava que existiam

Eu sempre digo que Nova York é aquele tipo de destino cujas opções de turismo e lazer são infinitas. É uma cidade com muitas coisas para se fazer – a cada estação, há atividades novas e diferentes, sem contar os novos restaurantes, novas atrações, novos empreendimentos. Há dezenas de regiões para serem exploradas na cidade – e fora da cidade também. Acho que as regiões próximas de Nova York são subestimadas – muitas vezes por serem desconhecidas dos viajantes. Uma das coisas que eu mais gosto de fazer é explorar essas áreas ao redor da cidade – tem tanto lugar lindo em Long Island (região do estado de Nova York que fica ao leste da cidade de Nova York, não confunda com Long Island City!) e Upstate (região norte do estado de Nova York).  Para mostrar a vocês um pouco do potencial turístico dessas regiões, bóra conferir alguns lugares incríveis?

Mohonk Mountain House – é um resort maravilhoso que fica em New Paltz. É um dos melhores resorts do país, fica numa paisagem incrível, com um lago em frente e tem arquitetura vitoriana. Parece que você está na Europa. Há várias maneiras de você conhecer o local:

  • A primeira, obviamente, é ficando hospedado lá. É um resort all inclusive, com refeições e tudo mais. Você pode conferir detalhes dos quartos aqui.
  • Outra maneira é comprar um pacote de Spa – há várias opções de tratamento disponíveis e você pode conferir preços e detalhes aqui.
  • Você também pode fazer uma reserva para café da manhã, brunch, almoço ou jantar, todos com buffet. O almoço custa U$71 (adulto) e U$39 (crianças). O jantar e o brunch custam U$81 (adulto) e U$41 (criança). O café da manhã custa U$48 (adulto) e U$27 (crianças). Ao clicar aqui, você consegue checar mais detalhes, como o menu e também o horário de cada refeição. Recomendo fazer a reserva com antecedência (é pelo telefone, (855) 883-3798). Nós não conseguimos reserva para  nenhuma dessas refeições.
  • A outra opção para visitar Mohonk é através de um passe de Hiking (para fazer trilhas) – que custa U$22 (dias de semana) e U$27 (fins de semana) por pessoa. O passe não dá acesso às dependências do resort e é imprescindível que você leve água e algo para comer. Além disso, quem compra o passe de Hiking tem que deixar o carro estacionado na primeira entrada da montanha. Dali até o resort, você vai caminhar quase uma hora (é longe). Portanto, tenha isso em mente. Com o passe de Hiking, você é livre para circular pela área ao redor do resort, que tem uma vista sensacional! Também há banheiros públicos. Nós só fizemos uma trilha, mas há outras – são mais de 100 km de trilhas na área do resort!

Castle Hotel & Spa (Castelo de Caras) – localizado a trinta minutos a norte de Manhattan, o Castle Hotel & Spa fica em um dos pontos mais altos do condado de Westchester, com vista para o rio Hudson, em meio a extensas áreas de jardins e terrenos bem cuidados. O lugar, que tem mais de 100 anos, tem uma história bem interessante, que começou um pouco antes do início do século 20, quando o General Howard Carroll, jornalista e respeitado homem de negócios, comprou a terra para ser a casa de sua família. A construção foi erguida em duas fases, entre 1897 e 1907, e foi inspirada nos fortes da Escócia e da Irlanda, com 45 quartos. Hoje, o castelo é hotel de luxo, com restaurante gourmet e estrutura para eventos, e spa.

Dá pra conhecer o local hospedando-se lá ou fazendo uma refeição no restaurante Eqqus, que fica dentro do hotel e serve café da manhã, almoço, jantar e brunch.

Kykuit, a residência da família Rockefeller – localizada na cidade de Sleepy Hollow. Pelo local, passaram quatro gerações da família, começado com o filantropista John D. Rockefeller, fundador da Standard Oil. Seus negócios fizeram dele o homem mais rico dos Estados Unidos. A residência – bem como seus jardins – fazem parte do National Trust for Historic Preservation, e vem sido mantida por mais de 100 anos. É possível conhecer Kykuit por meio de um dos vários tours oferecidos. Nós escolhemos o Classic Tour, que é ideal para quem está visitando o lugar pela primeira vez – veja todas as opções aqui. Custa U$25 em dias de semana e U$28 (de sexta a domingo). Recomendo comprar seu ticket com antecedência através do site oficial. Lembre-se: Kykuit não abre o ano todo. A temporada começa no início de maio e vai até meados de novembro.

  • Como chegar? De trem, da Metro-North. Os trens partem da Grand Central e também da estação 125th Street, no Harlem, com o destino a TarryTown, são 25 minutos de tem. O preço do ticket varia conforme o horário U$20 a U$25 por pessoa, ida e volta. Ao chegar em Tarrytown, havia vários táxis já esperando na área. Da estação de trem até o Castelo são cerca de 5 minutos e a corrida custa de U$8 a U$10.
  • Quer saber mais detalhes sobre a visita? Clique aqui.

Oheka Castle – O Oheka Castle fica localizado no ponto mais alto de Long Island e emana o refinamento elegante de um castelo na França. Com 127 cômodos, o local foi concluído em  1919 e pertencia a Otto Hermann Kahn – um dos primeiros homens bem-sucedidos de Wall Street, que contratou os célebres arquitetos Delano e Aldrich para executar o projeto. A ideia é que a propriedade servisse como casa de verão. Depois que Otto Kahn morreu em 1934, a propriedade mudou de mãos várias vezes, servindo como um retiro para trabalhadores de saneamento de Nova York e uma escola de treinamento governamental para operadores de rádio da Marinha Mercante. Em 1948, a Academia Militar Oriental comprou OHEKA, arruinou os jardins, subdividiu os quartos e pintou as paredes. Depois que a escola quebrou, 30 anos depois, o local ficou abandonada e era atacada por vândalos, que incendiaram o local durante 5 anos. Em 1984, o desenvolvedor Gary Melius comprou a propriedade e os 23 hectares que a cercavam e começou o árduo desafio de restaurar o Castelo até a sua forma original.

Hoje, o Oheka é também um hotel – são 32 suítes – e é um dos locais mais procurados para casamentos – e não é difícil entender o motivo. O Oheka Castle me lembrou uma versão mais humilde do Palácio de Versalhes, na França. Há duas maneiras de visitar o Oheka Castle: fazendo um dos tours guiados ou reservando um horário no restaurante do local, que é aberto ao público.

Os tours acontecem todos os dias, às 11 da manhã, mas é preciso reservar com antecedência. Você pode clicar aqui e conferir o calendário. Como o Oheka acaba sendo palco de muitos casamentos, os tours podem não acontecer em algumas datas devido a esses eventos. O ticket por pessoa custa U$25 – e inclui café, chá e cookies (crianças até 12 anos pagam U$5).

No restaurante, há pratos entre U$19 e U$30.

  • Como chegar? de trem, Long Island Rail Road, saindo da Penn Station. O destino é Cold Spring Harbor (U$23 por pessoa) e o trajeto até lá leva cerca de 1 hora. Depois, você pede um táxi por telefone (Orange & White Taxi Service, 631-271-3600; Ectotaxi, 631-624-3727) e a corrida até o Oheka Castle dá cerca de U$15.
  • Quer saber mais detalhes sobre o Oheka Castle? Clique aqui.

BÔNUS: o clip de Blank Space, de Taylor Swift, foi gravado lá:

Lavender by the Bay – é uma das maiores fazendas de lavanda dos Estados Unidos e pertence a uma família que toca o negócio há mais de 15 anos. São mais de 6 hectares de terra onde são cultivados 20 tipos de lavandas em mais de 80 mil pés da planta. O local é aberto para visitação e também conta com uma loja bem interessante, onde você pode comprar, além de lavanda, cosméticos, mel e outras lembrancinhas. Como a fazenda conta com lavandas inglesas e francesas, há vários períodos de florada durante o ano – mais precisamente três. É claro que não dá para prever o período exato – pois quem decide isso é a mãe natureza.  A primeira florada, de lavandas inglesas, acontece em meados de junho e início de julhoA florada francesa, a principal, já que a maioria das lavandas da fazenda é desta origem, acontece no início de julho e costuma durar duas semanas. Segundo a Lavender by the Bay, é a mais impressionante também. A terceira florada, também das lavandas inglesas, que florescem duas vezes, costuma ocorrer no final do verão e início do outono (ou seja, fim de setembro e início de outubro). O ideal é acompanhar a Fan Page da fazenda – que é sempre atualizada com fotos e informações sobre o status da plantação.

BÔNUS! Quando visitei a fazenda, não fiz vídeo, mas minha amiga Juliana Malta esteve lá e fez:

E aí? Gostaram de conferir esses lugares?


Leave a Response