Blog da Laura Peruchi – Tudo sobre Nova York
comprasNYC

Conhecendo o Walmart em New Jersey!

Preciso confessar que nem estava imaginando fazer post sobre a minha visita ao Walmart na semana passada. Mas aí uma leitora comentou aqui, outra pediu ali e eu pensei: ok, acho que devo relatar essa experiência. Afinal, pode ajudar nos planos de quem está vindo pra cá e quer fazer ótimas comprinhas. Bom, minha aventura começou quando a Juliana Rosa – amiga querida que fiz aqui em Nova York – sugeriu que a gente fosse conhecer o lugar. Eu até já tinha pesquisado sobre a loja mais próxima, mas não me empolgava em ir sozinha. Mas, com companhia, fiquei bem mais empolgada!
Bom, até aqui, você pode até estar pensando: ok, qual o auê em torno do Walmart? Bom, primeiro, lembre-se que não há nenhum endereço da rede em Nova York. Segundo, leve em conta que tudo aqui – especialmente em Manhattan – é super mais caro. Terceiro, imagine uma loja gigantesca com tudo que você pode imaginar – tanto os itens que encontramos em supermercados até coisas pra casa, cosméticos, eletrônicos, itens para decoração… Não te parece interessante? Para mim, que estou sempre em busca de lugares diferentes – e com preços muy amigos – é super! 
E lá fomos nós. A Ju pesquisou antes – com uma googlada básica – e pegou todas as coordenadas pra gente. Fomos no Walmart de Secaucus, New Jersey. Pegamos o ônibus no Porth Authority Bus Terminal – ou, pra traduzir o terminal de ônibus aqui de New York, que fica na 42th St com a 8 Av. A empresa que faz a linha até o Walmart é a New Jersey Transit. Você compra a passagem em qualquer um dos vários terminais de auto-atendimento da empresa espalhados pelo terminal – tem alguns já na entrada. Ok, a linha que você deve escolher é a 320 e o destino é Harmon Meadow. Os paineis no Porth Authority indicam o portão de espera. Não sei porque, mas quando o 320 passou, o motorista disse que a gente tinha que pegar o 320X, que era na porta ao lado. Enfim, ao embarcar, só pergunte a ele sobre o Walmart que ele vai te dizer. O ônibus te deixa no estacionamento e na hora de voltar você embarca por ali mesmo. Importante: não esqueça de já comprar “round trip” na hora de adquirir as passagens, que aí você já garante ida e volta (e lá no Walmart não tem onde comprar a volta, pelo menos eu não vi!) – o valor total sai por U$7,50 e o trajeto dura cerca de 15 minutos. Rápido! Se você puder evitar sair de lá muito no fim da tarde, melhor, pois o trânsito de volta a Manhattan é meio chatinho nesse horário e a viagem pode demorar um pouco mais. 
Bom, passagens compradas e depois? Bom, eu sugiro que você reserve pelo menos um período do dia para explorar bem o local – eu e a Ju passamos mais de 6 horas lá. Loucas, né? Haha. A gente reservou o dia pra isso e fez tudo com calma. A Ju queria aproveitar para garantir uns presentes de Natal, já que ela vai ao Brasil agora em dezembro. E a gente viu tudo mesmo, até o que não nos interessava! Preciso dizer que a parte de cosméticos é super completa – marcas como Maybelline, L’oréal, Revlon, Covergirl, Garnier, Dove, enfim todas essas marcas que você encontra em qualquer Duane Reade ou CVS da vida por preços bem mais baratos que os praticados nessas farmácias. Mas, atenção: se você pretende ir lá só por conta dos cosméticos, não acho que vale o esforço. A Harmo Face Values, que fica em Manhattan, tem preços bem similares aos praticados no Walmart e um mix tão bom quanto. Tem post aqui no blog pra quem não viu. Uma leitora já me pediu também para comparar com a Target! Vocês devem saber que a Target também é como o Walgreens, um hipermercado – ou sei lá qual a nomenclatura que se usa para esse tipo de loja – com uma variedade imensa de produtos. Bom, eu já estive na Target do Brooklyn, do Harlem e Jersey City. Sem dúvidas, achei o Walmart bem maior. 
Bom, agora, o que dizer mais do Walmart? É completíssimo. Como eu disse, a parte de cosméticos não deixa a desejar. Ainda havia algumas fragrâncias por preços super especiais – o Fantasy, da Britney Spears (30ml) estava U$20 – e, por conta da época de festas, vários kits presenteáveis. Ainda por conta do clima de Natal, encontramos uma seção completíssima de decoração, com tudo que vocês podem imaginar: de árvores a ornamentos, de bolas a luzes, de papel decorativo a coisinhas fofas para enfeitar a mesa. Na parte de eletrodomésticos, todas aqueles produtos mil e uma utilidades – não só liquidificadores (comprei um por U$20) e batedeiras, mas também máquinas de waffles (10 doletas!), torradeiras, mixer, forninhos elétricos (eita Giovanna!). Já que estamos falando de cozinha, a parte de louças também é fantástica – encarnei a dona de casa e trouxe muitas coisinhas que estavam faltando. E também aproveitei muito os organizadores – ah prateleirinha, armáriozinho, suportezinho – encarnando os diminutivos! – pra tudo e, considerando que em Manhattan os aptos são super apertados, quanto mais otimização de espaço melhor.
Outra parte que adoro: comidinhas! Hahaha, adoro comprar mistura pra bolo e cupacake, sem contar a seleção de doces e chocolates. Também não posso deixar de citar a área para festinhas, cartões, coisinhas pra scrapbook… Ainda tem tecidos, tintas, acessórios para carros… Brinquedos, cama, mesa e banho, roupas – feminino, masculino, infantil. Ainda tem muitos eletrônicos – como televisores, celulares, tablets – além de DVD’s e Blue-ray. Enfim, não sei se consegui expressar tudo no post, mas é que o Walmart é, realmente, gigante! Quase tudo que se imagina tem lá!
Dicas básicas para aproveitar suas compras:
– Lembre-se que New Jersey é outro estado – ou seja, outras taxas e, para a nossa alegria, menores que as de New York (para quem não sabe, você paga imposto em cima das compras, em Nova York é quase 9%).
– Primordial, mas não custa lembrar: escolha roupas e calçados confortáveis. Você anda pra caramba.
– Antes de passar no caixa, faça uma triagem. Nós pegávamos muitos itens na empolgação – e também pra não ter que voltar ao setor depois. No final, revisamos tudo e desistimos de alguns itens. Evita arrependimentos!
– Tem Mc Donald’s lá dentro – dá pra dar um pause nas compras e recarregar as energias. Obviamente, também há banheiros. E Wifi – importante demais, né? haha
– Se você pretende fazer bastante compras, sugiro levar uma mala – ou até comprar uma lá. Passei um trabalho ferrado para carregar tudo porque resolvi comprar minha árvore de Natal. 
– No mais: não precisa ter medo. Tem gente que prefere pagar motorista e tal, mas, sinceramente – minha opinião, ok? – acho que não vale. O que você economiza lá, gasta com transporte. Daí não vale o estresse.
– Por fim: se não estiver a fim de se preocupar com idas e vindas, ônibus e etc e quiser fazer compras inteligentes, contrate meu serviço de Personal Beauty Shopper!
Gostaram do post? Ficou alguma dúvida? Sorry por não ter muitas fotos, mas realmente o post nem foi planejado. Não imaginei que geraria tanto interesse! Daqui a algum tempo, quero voltar lá e gravar um vlog, que acham?

17 Comentários

  1. Uau, é de encher os olhos mesmo. Vontade comprar tudo. haha
    Fazer a triagem é essencial, senão vai muita coisa na empolgação, como você comentou.
    Pelo visto a experiência foi ótima. =D
    Beijos

  2. Oi Laura, como vai?
    Existem acentos específicos quando você compra a passagem?
    Também gostaria de saber sobre as bagagens. Qual a quantidade, o tamanho e o peso das malas que são permitidos levar no ônibus.Tem um limite permitido de bagagens por passageiro?
    E como que faz pra despachar uma mala, por exemplo. Elas são etiquetas? Você é auxiliado por algum funcionário da empresa de ônibus?
    Pode-se levar uma bagagem de mão?
    Desculpe tantas perguntas. São tantas dúvidas!
    Muito obrigado. Abraço.

    1. É como um ônibus circular, não tem passagem marcada. Não sei se eles guardam bagagem, acredito que não. Só tem um motorista… quando fui, levei tudo comigo dentro do ônibus. Não sei te dar mais detalhes.. Não tem ninguém pra ajudar… é transporte público. Não sei te dar mais detalhes..

  3. Ola Laura, sua dica está perfeitissima, fiz tudo isto ano passado, ir a este Walmart é uma disneyworld e semana que vem volto la.
    Gostaria de mais uma super ajuda, como em NY tambem não tem Ross, vc saberia indicar alguma em New Jersey indo la do Walmart?
    Obrigada, Sandra

    1. Sei que tem Ross em NJ, mas não tenho ideia de onde fica.. o mais indicado é vc jogar no Google Maps, ele vai indicar linhas de ônibus caso exista… mas lembre-se que em Manhattan tem Marshall’s e Tj Maxx que também são ótimas opções.

  4. OI LAURA,ESTOU INDO PARA NOVA YORK AGORA EM MARÇO E QUERO CONHECER O WALMART DE NEW GERSEN ,MAS PRETENDO FAZER ISSO A NOITE JÁ QUE ELE É 24 H. PORÉM ESTAREI INDO DE ÔNIBUS CONFORME SUAS DICAS,E A MINHA DÚVIDA É COMO VOLTAR PARA MANHATTAN TARDE DA NOITE????TEM VÁRIOS HORÁRIOS DE ÔNIBUS?????COMO FAÇO ,TAXI FICARIA MUITO CARO???VOUESTAR HOSPEDADA PERTO DO CENTRAL PARK

  5. Bom dia.
    Viajo para NY agora em 14/03/17.
    Amei as dicas do Walmart Seacocus.
    Mas preciso saber se o ônibus tem bagageiro para mala grande.
    Compro muito.
    Obrigada.

  6. Oii Laura amei o post kkkk.
    Vc acha que voltar de lá umas 10pm para Manhattan com o onibus é perigoso??
    Como meu tempo NY é escasso pensei em ir umas 3 da tarde e voltar até umas 10 da noite.
    O que vc acha??? obrigada Dani

  7. Adorei o post! Obrigada! Estava procurando exatamente distância para o Walmart, se tinha em Nova York, como seria para chegar e se valia a pena. Você respondeu tudo??

  8. Olá!
    Ótimas dicas, obrigada!!
    Você sabe me informar se encontro vinho e champagne no Walmart?? Pesquisei no google, mas encontrei informações contraditórias…
    Muito obrigada!

Leave a Response