Blog da Laura Peruchi – Tudo sobre Nova York
serviçosturismo

20 dicas e truques para economizar morando em Nova York

Que Nova York é uma das cidades mais caras do mundo, acho que ninguém duvida, certo? Essa é uma verdade “inconveniente” tanto para quem vem visitar e fazer turismo como para quem transforma a cidade em casa e passa a morar aqui. Ao mesmo tempo, a média salarial da cidade também é mais alta. Seja qual for o seu caso, viagem ou fixando residência, é importante ter isso em mente. Porém, depois de 8 anos morando aqui, posso dizer que já descobri muitos truques e maneiras de economizar em diferentes situações. E, no post de hoje, decidi listar algumas dessas dicas. Talvez você já conheça algumas, talvez não. E dica boa é dica compartilhada!

PS: Apesar de achar que a grande maioria dessas dicas serve mais para quem mora aqui, acredito que algumas delas podem ser muito válidas para quem está de viagem marcada para Nova York.

Alimentação

1. Seated – Você conhece o conceito de cashback? O Seated aplica esse conceito com restaurantes. Abra o aplicativo, navegue pelos restaurantes, faça uma reserva (ou escolha walk-in), veja o percentual de cashback que aquele restaurante está oferecendo. Quando terminar sua refeição, tire uma foto do seu recibo. O cashback varia conforme o estabelecimento, dia e horário, mas já peguei mais de 30%! Há muitos restaurantes e você também pode usar o Seated para delivery e takeout. Esse cashback é convertido em créditos no app do Seated e ali dentro você consegue resgatar suas recompensas através de gift cards de diversas lojas, como Amazon e Sephora por exempo.

2. Too good to go – Este aplicativo foi criado para ajudar a evitar o desperdício resultante quando restaurantes descartam comidas não consumidas. O app mostra padarias, cafés e restaurantes próximos com opções por um terço do preço do que normalmente seria. Fique de olho: algumas opções são “bolsas surpresa”, com uma seleção de itens. O app exige um pouquinho de planejamento – mas dá pra economizar bastante! Abra o app, veja os estabelecimentos próximos de você e fique de olho na hora de retirada. Dá pra descolar um almoço, janta ou café da manhã por ótimos preços dependendo das opções perto de você. Também disponível em outras cidades dos EUA e do mundo!

3. ClubFeast – ótima opção para quem pede bastante delivery ou não tem tempo de cozinhar. É um serviço de entrega de restaurantes – num sistema onde as entregas são pré-agendadas – e as refeições custam 40% a menos – em média, U$6,99. O Club Feast faz parceria com restaurantes locais para ajudá-los a expandir sua base de clientes e se beneficiar do crescente mercado de entrega de alimentos sem cobrar taxas excessivas. Abra o app, navegue pelas opções próximas, selecione uma data e agende seu pedido de comida. Eles entregam tanto almoço quanto jantar. O primeiro mês é grátis – depois, custa $7,99/mês para usar o app. Use o código LAURA20 para ganhar $20 de crédito e experimentar o app!

Educação

4. Aulas de inglês gratuitas – quando eu mudei para Nova York, eu queria muito investir mais no meu inglês. Mas não tínhamos grana sobrando: estávamos alugando apartamento, comprando móveis, aquela coisa, muitos gastos – mesmo com o Thiago já vindo com emprego. Por isso, quando soube do programa ESL da New York Public Library, agarrei a oportunidade. São programas gratuitos, com aulas duas vezes por semana, totalmente gratuitas. No site oficial, você encontra informações de como se inscrever – também vale dar uma olhada nas aulas de conversação informais, também na mesma página.

5. Aulas de espanhol gratuitas – todo mês, a Learn Spanish New York oferece aulas de espanhol gratuitas como forma de proporcionar uma oportunidade para os alunos se envolverem na língua espanhola. O conteúdo das sessões varia de aulas completas para iniciantes a intermediárias. As aulas são sessões interativas de 1 a 2 horas. Walk-ins são bem-vindos (desde que haja vagas disponíveis). Você pode confeirr mais detalhes aqui.

6. Aulas de francês gratuitas – de setembro ao final de junho, a French Church du Saint-Esprit oferece aulas gratuitas de francês aos domingos de manhã das 9h às 10h e das 10h às 11h – em salas de aula ao lado da igreja, que fica no Upper East Side. A igreja oferece aulas gratuitas de francês desde 1884. O processo de inscrição é seguido por um sorteio. Demanda pelo menos 1 hora de atenção total e com base na disponibilidade, a taxa de aceitação é de 50% ou menos. O processo de aplicação abre em agosto. Clique aqui para mais detalhes.

  • BÔNUS – Ebooks & audiobooks – através do app de leitura da New York Public Library você tem acesso a mais de 300 mil títulos de e-books e audiobooks de graça! Clique aqui!

7. Aulas particulares – se você tem um budget para investir no inglês (ou qualquer idioma que esteja aprendendo), dá pra economizar uma boa grana fazendo aulas online – em comparação, por exemplo, com escolas de idiomas. Aqui vão algumas plataformas que eu indico:

  • italki – é uma plataforma online que conecta alunos e mais de 10.000 professores ao redor do mundo. Você escolhe o professor de acordo com seus objetivos e interesses e pode contratar aulas individuais ou pacotes especiais. E tem a conveniência de poder estudar a qualquer hora, em qualquer lugar. E mais:  não é só para inglês não tá? São dezenas de idiomas: francês, mandarim, italiano, coreano e muito mais! Eu já usei o italki para inglês e para espanhol – ah, e vale lembrar que vários professores oferecem uma “aula amostra” grátis ou bem baratinha! Clique aqui e faça seu cadastro.
  • Elsa Speak – um aplicativo focado somente em pronúncia, o Elsa identifica seus erros na pronúncia, fluência e entonação usando inteligência artificial e te ajuda a evoluir  por meio defeedback preciso e detalhado. Você pode praticar onde e quando quiser. São mais de 1.600 aulas e +de 40 tópicos pra você praticar – além disso, o App possui aulas direcionadas pra negócios, entrevistas deemprego, viagens, educação, dia a dia, etc… Você pode baixar a versão gratuita e experimentar e depois assinar um dos planos para ter acesso a mais recursos! Usando este link, você tem até 85% OFF na contratação de um dos planos.
  • Cambly – o Cambly é a única plataforma de aulas de inglês online que conecta alunos instantaneamente com professores de inglês nativos de língua inglesa. Assim, o aluno pode fazer aulas particulares ao vivo, por vídeo chamadas, 24h por dia. Tudo é flexível: qualquer dia, qualquer horário, é só abrir o app ou o navegador no computador e começar a aula com um professor. No Cambly, você escolhe a sua assinatura de acordo com quanto tempo por dia quer fazer aula (15min, 30min, 60min ou 120min) e por quantos dias na semana (2x, 3x, 5x ou 7x na semana), o professor com quem quer falar se quer reservar aulas com um professor específico em um horário específico. Importante: o Cambly é só para ensino de inglês. Clique aqui e você terá 10 minutos grátis na plataforma. Não esqueça de incluir o código LAURANYBLOG

Entretenimento

8. IDNYC – esse cartão é incrível e gratuito, com vários benefícios! Todo mundo que mora na cidade pode aplicar – seu status de imigração não importa. Esse cartão fornece acesso a uma ampla variedade de serviços e programas oferecidos pela cidade. É uma identificação reconhecida para interagir com o Departamento de Polícia de Nova York (NYPD), obtendo acesso a todos os prédios da cidade que prestam serviços ao público, qualificando-se para moradia acessível por meio do NYC Housing Connect, comprovando identidade para emprego e benefícios de saúde. Ele pode ser usado como seu cartão de biblioteca pública, para acessar seus próprios registros de vacinação e de seu filho, e para abrir uma conta bancária em instituições financeiras selecionadas.

Dentre os benefícios que o cartão oferece estão descontos em ingressos de balé e outras performances além de membership gratuita em instituições como American Museum of Natural History, Brooklyn Children’s Museum , Metropolitan Museum of Art, Museum of Modern Art, Museum of the City of New York e Whitney Museum of American Art.

9. the skinteu adoro essa newsletter! Eles enviam, diariamente, várias dicas de eventos grátis e baratos em Nova York: comida, bebida, shows, filmes, comédia, vendas, arte e mais. Sempre tem ideias interessantes e tem também a versão do fim de semana. Clique para se inscrever!

10. Broadway for broke people – esse site é super simples mas entrega o que promete: informar as maneiras mais baratas de conseguir ingressos para peças e musicais da Broadway – leia-se rush rickets, loteria online e por aí vai. Quem mora aqui tem mais tempo para tentar a sorte – eu recomendo, no caso das loterias, colocar um lembrete no celular para tentar.

11. Resort pass – quem mora aqui, sabe: o verão em Nova York é intenso – tem um período bem crítico entre julho e agosto, propício demais para uma praia ou piscina. Vamos dizer que você queira curtir um dia de boas e não tá a fim de pegar um metrô até a praia, também não quer encarar uma piscina pública – e também não tá na lista dos bacanas que têm membership em clubes privados. Seus problemas acabaram! Hahaha. O Resort Pass é uma ótima opção para quem quer passar um dia de boas numa piscina bacanuda. Há passes a partir de $45! Clique aqui e confira.

12. Swimply – O Swimply é como um Airbnb de piscinas. O pessoal que tem piscina em casa acaba colocando para alugar nesse site. E sim, há piscinas em Nova York – não muitas, mas há algumas. Acho ótimo para alugar em um grupo maior, aí não fica caro. Tem piscinas com estrutura completa – incluindo até churrasqueira! Ganhe $5 de crédito no seu primeiro booking!

13. pulsd – essa plataforma é tipo um Groupon de NYC, mas mais exclusivo. Tem várias ofertas de restaurantes a procedimentos estéticos, de spa day a performances. Além disso, vale assinar a newsletter, eles enviam ofertas e ideias por email todos os dias.

Compras

14. Rakuten – Não sei quanto a vocês, mas adoro fazer compras online, porque é conveniente e tenho mais tempo para encontrar promos e códigos de desconto – e, neste caso, também consigo cashback através da Rakuten. Você precisa criar sua conta e adicionar o botão Cash Back em seu navegador. Quando você abre um site que oferece cashback, o botão exibe uma notificação e você ativa. Você recebe seu cashback de tempos em tempos em cheque ou Paypal. Você também pode usar o app! Não é fã de compras online? Dá pra ver as ofertas de cashback para lojas físicas, selecionar “Link this offer” para a loja onde deseja fazer compras e inserir as informações de seu cartão de crédito ou débito ou vincular a oferta a um cartão existente em sua conta. Pague com seu cartão vinculado para receber o cashback. Aqui tem um vídeo meu para entender melhor como funciona.

15. Honeyoutro plugin super útil para instalar no navegador. Ele avisa se há códigos de desconto para o site que você está visitando e, na hor ado checkout, é só clicar num botão do plugin e o próprio plugin insere e testa os cupons pra você. Já consegui muito desconto que eu nem tava esperando.

16. Buy Nothing – rede de grupos no Facebook para encontrar coisas grátis no seu bairro. Você só pode participar do grupo do seu bairro e as pessoas postam coisas que não querem mais e estão doando. Já peguei torradeira, já peguei bouncer para uma amiga que tem bebê e já vi anúncios de muita coisa boa! Clique aqui para descobrir os grupos na sua cidade.

17. Sample Sale – Sample Sales são liquidações com preços bem mais em conta do que os praticados nos “sales” tradicionais das lojas daqui. Os Sample Sales servem para as marcas se livrarem de mercadorias acumuladas. Podem ser peças  desenvolvidas para amostras, desfiles, eventos, vitrines, representantes. Não acontecem numa loja “comum” – a marca que está promovendo o evento e liquidando seus estoques escolhe um galpão ou sala especial. Outro detalhe: os Sample Sales têm duração limitada – pode ser de 1 a 2 dias até 5 ou 6 dias, e há horário certo para abrir e fechar. Como dá pra imaginar, preços bons e marcas boas geram repercussão e procura. Há vários sites que divulgam a programação dos Sample Sales. Meus favoritos são o app ShopDrop e o site ChicMi. Você também pode ficar de olho no site da 260 Sample Sale, um dos maiores organizadores de Sample Sales da cidade.

18. Catch – O Catch é um método de pagamento que permite que você pague compras online diretamente de sua conta bancária (cartão de débito) e ganha créditos na loja a cada compra. Ao pagar com sua conta bancária, você poupa as marcas das taxas de processamento de cartão de crédito ou débito que normalmente pagam às empresas de cartão de crédito e seus parceiros bancários. Eles repassam as economias para você na forma de crédito na loja e esperam que você compre com eles novamente. Todos ganham – exceto as empresas de cartão de crédito. Clicando aqui você consegue ver quais sites aceitam o Catch como forma de pagamento.

19. Parcelamento – Demorou, mas os americanos descobriram o mundo maravilhoso do parcelamento. Nesse quesito, podemos dizer que o Brasil é vanguardista! Hoje em dia, já é possível pagar as compras em algumas parcelas através de empresas como After Pay, Klarna e Affirm. Há algumas diferenças no parcelamento por aqui: ele é feito com o cartão de débito e o número de parcelas geralmente é de no máximo 4.

Saúde

20. NYC Care – se você não tem seguro de saúde, talvez essa dica possa servir pra você. O NYC Care é um programa de acesso à assistência médica que garante serviços de baixo custo e gratuitos oferecidos pelos hospitais públicos da cidade (rede NYC Health +) aos nova-iorquinos que não se qualificam ou não podem pagar seguro de saúde com base nas diretrizes federais. É a maior e mais abrangente iniciativa do país para garantir assistência médica aos nova-iorquinos, independentemente do status de imigração ou da renda. Vale lembrar que não se trata de um seguro de saúde, mas, sim, de um programa de acesso a serviços de saúde. Esse programa garante os serviços oferecidos pelos hospitais da rede NYC Health + Hospitals (são 11 hospitais e dezenas de centros de saúde). No NYC Care, o indivíduo tem uma experiência semelhante à das pessoas com seguro de saúde, como cartão de associado, médico regular, acesso a medicamentos acessíveis e muito mais.

Para ser elegível ao programa, a pessoa precisa:

  • Estar morando na cidade de Nova York há seis meses ou mais;
  • Não se qualificar para nenhum plano de seguro de saúde disponível no Estado de Nova York; 
  • Não ter condições de pagar seguro de saúde com base nas diretrizes do governo.
  • Saiba mais clicando aqui!

DICA BÔNUS!

Meus e-books Nova York Econômica Parte 1 e Parte 2  somam mais de 180 páginas com um conteúdo pra lá de completo, que vai ajudar todo tipo de viajante: do estilo mochileiro até aquele que tem um orçamento mais generoso, mas não dispensa a oportunidade de economizar. Afinal de contas, qualquer economia pode ser o pontapé para uma próxima viagem, não é mesmo? Além disso,  o material é ótimo também para quem mora aqui e quer aproveitar o que a cidade tem pra oferecer sem gastar muito! Além disso, ao comprar meus e-books você apoia o meu trabalho!

E aí, gostaram dessas dicas? Espero que possam aproveitar! E tiverem alguma dica ou truque para economizar em NYC, deixem nos comentários!


Leave a Response