Author

Laura Peruchi

Um guia para explorar o Central Park!

O Central Park é o refúgio dos novaiorquinos e, certamente, um dos pontos mais famosos da cidade. Com uma área enorme, que vai da 59th St até a 110th St, o parque tem seu charme o ano todo. Seja no inverno, quando todo mundo vai brincar na neve, seja no verão, quando os gramados viram “praias” ou seja na meia-estação, quando as árvores ficam coloridas, com os tons do outono ou da primavera. Não importa a época, o Central Park vai ser sempre um lugar para ser visitado em Nova York. E como o local é gigantesco, ele merece ser explorado com tempo! Eu recomendo reservar pelo menos um dia inteiro para o parque – que pode ser dividido em dois períodos, dependendo de como estiver a temperatura. Muita gente me pede um guia de como explorar o Central Park e hoje resolvi destacar alguns dos pontos principais! Neste guia, vocês vão conferir uma foto de cada lugar, uma breve explicação e, ao final, tem um mapa com todos os pontos marcados.

Great Hill – A 135 metros acima do nível do mar, Gé um dos pontos mais altos do Central Park. É parte de uma corrente de afloramentos de rocha que se estende através do parque na 106th Street, uma área que era originalmente parte de Harlem.

Conservatory Garden – o Conservatory Garden é o único jardim “formal” do parque. Tem uma atmosfera silenciosa, um clima mais calmo – já que bicicletas não são permitidas ali dentro. Aberto em 1937, é composto por belas plantas sazonais que são organizadas em três estilos: Inglês, francês e italiano. Confira um post sobre o local aqui.

Jacqueline Kennedy Onassis Reservoir – uma das paisagens mais pitorescas do Parque, o reservatório foi construído na década de 1860 como um abastecimento de água temporária para a cidade de Nova York, enquanto o sistema de água Croton foi desligado para reparos duas semanas por ano. Caminhar ao redor do reservatório é uma delícia e vai te proporcionar uma vista linda do parque.

The Metropolitan Museum of Art –  você pode ate não gostar de museus, mas é bom lembrar que  além do acervo incrível de obras de arte, esculturas e outros artefatos, o MET tem um rooftop sazonal – que fica aberto de maio a outubro. A vista para o Central Park é incrível! A cada temporada, o rooftop conta com alguma exposição também.

Delacorte Theater – Localizado no coração de Central Park, é mais conhecido por conta do Shakespeare in the Park,  uma das mais amadas tradições de verão da cidade de Nova York. As apresentações são gratuitas e você pode conferir informações aqui.

Belvedere Castle – Belvedere significa “bela vista” em italiano. E é isso que esse castelo oferece! Com suas duas varandas, tem maravilhosas vistas panorâmicas do parque.

Glade Arch – uma das pontes mais clássicas e charmosas do Central Park.

The Loeb Boathouse – restaurante super charmoso, que fica à beira de um lago. Uma ótima escolha para quem procura um local romântico! Sentar próximo às janelas, apreciando a vista do lago, é inesquecível. Os preços dos pratos principais variam de U$16 a U$26, um valor bem justo e a comida é bem gostosa. Veja mais detalhes neste post!

The Loeb Boathouse Boat Rental – ali do lado do restaurante você pode alugar um barquinho para fazer um passeio no lago. Custa U$15 por hora e cada barco comporta 4 pessoas. Outra opção –  bem romântica – é fazer um passeio de gôndola! A gôndola comporta até 6 pessoas e um dos gondoleiros é  brasileiro, o Joseph Gama! Custa U$45 por meia hora. Mais infos aqui.

Bethesda Fountain – é outro ponto super famoso do Central Park, que sempre acaba aparecendo em filmes e seriados. No verão, o chafariz é ligado. É uma delícia sentar por ali e observar o movimento!

Wagner Cove – localizado na beira do lago, esse casinha de madeira é um dos cenários mais desejados dos noivos que desejam se casar no parque. Rende fotos lindas!

Bow Bridge – o Central Park tem muitas pontes e você provavelmente vai cruzar várias delas durante seu passeio. Essa é, certamente, uma das mais famosas, clássicas e românticas!

Strawberry Fields – é onde está o famoso tributo a John Lennon, com os dizeres “Imagine” desenhados no chão.

Alice in Wonderland – é uma das estátuas mais lindas do parque! E a favorita das crianças, que adoram escalar a estátua. Ela é feita de bronze e foi criada pelo escultor americano de origem espanhola José de Creeft.

Rumsey Playfield – é onde geralmente acontecem apresentações de música e dança. Os shows do Good Morning America também rolam por ali no verão.

Naumburg Bandshell – outro palco lindo onde também rolam apresentações de música. É nessa área que as pessoas se concentram no Revéillon também.

The Mall and Literary Walk – um verdadeiro corredor de árvores, que muda de cor de acordo com a estação do ano. Nos meses mais quentes, é comum encontrar músico e desenhistas por ali.

Sheep Meadow – uma área verde gigantesca que fica lotada nos meses quentes. É ali que as pessoas se concentram e se reúnem para fazer piqueniques, brincar, tomar sol, etc.

Tavern On the Green – outro restaurante super charmoso que fica dentro do parque. Tem uma área externa linda! Você pode conferir mais detalhes aqui.

Central Park Zoo – é o zoológico do Central Park. Não é um zoo muito grande, mas faz sucesso por ter aparecido no filme Madagascar. Os ingressos custam de U$13 a U$18. Mais infos aqui.

Wollman Rink – no inverno, esse é o lugar da pista de patinação. No verão, o espaço dá vida a um parque de diversões. Mais infos aqui.

Hallett Nature Sanctuary – esse espaço foi reaberto ao público em 2016, depois de mais de 80 anos. Ele foi fechado originalmente para se tornar um santuário de pássaros, mas nos anos que se passaram, a floresta de quatro hectares tornou-se coberto com espécies invasoras. Agora que essas plantas foram limpas e os caminhos originais restaurados, é mais uma vez aberto aos visitantes por horas limitadas.

Cats Rock – essas pedras ficam num lugar elevado e proporcionam uma vista linda para o skyline de Manhattan!

Gostaram desse guia? Espero que essas dicas possam ajudar vocês a explorar melhor o parque! À medida que eu for lembrando – e conhecendo mais locais do parque – vou atualizando o post!

Sweet Corner: uma bakery com toque brasileiro em Nova York

Eu já conhecia a Sweet Corner de nome, sabia da história por cima – e que pertencia a brasileiros – , mas nunca tinha visitado o local. Semana passada, aproveitei para dar um pulo lá depois de conferir que eles tinham lançado milkshakes lindos – uma desculpa boa para finalmente conferir essa bakery de perto. Além do mais, sempre dá uma pontinha de orgulho quando a gente descobre brasileiros fazendo sucesso na Big Apple.

Vários fatores fazem da Sweet Corner um lugar interessante e que está longe de ser uma escolha exclusiva de brasileiros que moram ou visitam a cidade. Primeiro, a escolha do local, numa esquina do West Village, um dos bairros mais charmosos da cidade. Segundo, o mix de produtos oferecidos. O pão de queijo, o guaraná, o brigadeiro e o pudim dividem espaço com outras criações não brasileiras, como cookies, cheesecakes e bolos maravilhosos.

A história começou em 2009, quando Rodolfo Gonçalves e sua esposa Patricia começaram a fazer bolos no apartamento deles em Astoria, para família e amigos. O hobby fez tanto sucesso que mais pessoas começaram a perguntar sobre o trabalho e a demanda cresceu rápido. Em 2011, depois de ser incentivado por um de seus clientes, Rodolfo participou de um concurso da Brides Magazine e seu bolo foi i eleito um dos mais bonitos do país.  Mais tarde, uma das clientes, Priscilla de Barros, foi quem veio com a ideia de abrir uma bakery. Ela investiu no negócio e foi então que nasceu a sociedade dos dois. Hoje, a Sweet Corner já tem quatro anos.

O sucesso da casa fica por conta dos cookies de Sea Salt Chocolate – que leva 4 tipos de chocolate e sal francês – e o Red Velvet Nutella Bomb – cookie de red velvet com recheio de Nutella. O primeiro já foi eleito como o melhor Sea Salt Chocolate cookie de NY! Estava super curiosa para experimentar esses cookies e, sinceramente? São de comer rezando. Se fosse para escolher um só, nem sei qual escolheria! Não acho que perdem para os da Levain Bakery nem para o Imsomnia Cookies, na minha humilde opinião. Os tamanhos são super generosos. Além disso, há cookies de outros sabores como chocolate tradicional,  – e os preços variam de U$2 a U$3,75.

Os lançamentos do momento são os milkshakes – aqueles, dignos de cliques para o Instagram, em apresentação linda e tamanhos exagerados. Os sabores são os mesmos dos cookies best-sellers: sea salt chocolate e red velvet. Curti mais o primeiro, porque o de Red velvet tem morango e eu não sou muito fã de milkshake de morango (mas isso é questão de gosto). Cada milkshake vem, inclusive, com metade de um cookie. Recomendo dividir porque o negócio é grande mesmo! Cada um custa U$13.

A Sweet Corner ainda conta com bolos diversos, como Red Velvet, Chocolate e Cenoura, açaí, café e outras delícias. Além disso, o design do local é todo fofo! Vale a pena passar por ali e observar as ruas charmosinhas do West Village – e ainda prestigiar nossos conterrâneos.

Endereço: 535 Hudson St.

As fotos foram feitas pela Adriana Carolina, fotógrafa brasileira que está aqui em NYC até dia 6 de junho. Ela mora em Buenos Aires e também faz ensaios por lá! Quem tiver interesse, é só escrever para [email protected]

Vídeo: 4 maneiras de ver a Estátua da Liberdade gastando nada ou muito pouco

A Estátua da Liberdade é aquele tipo de monumento que quase todo mundo quer visitar na primeira vez na cidade – como a Torre Eiffel em Paris e o Cristo Redentor no Rio de Janeiro. Levando em conta que cada pessoa tem seu gosto, preferência e orçament, há algumas maneiras de você ver a Estátua da Liberdade sem gastar um dólar ou gastando bem pouco. Vale lembrar que essas opções não te proporcionam uma visão tão próxima quanto às opções pagas, mas eu garanto que todas elas rendem passeios sensacionais.

Beleza: os lançamentos da Space NK!

A Space NK Apothecary começou como uma loja conceito em Londres e, por causa da sua curadoria de marcas,  virou um sucesso e hoje é uma marca respeitada internacionalmente, com 62 lojas no Reino Unido e Irlanda e mais 27 nos Estados Unidos. Sua missão é a mesma desde o início: oferecer uma seleção dos melhores e mais inovadores produtos provenientes do mundo todo. Terry, Laura Mercier, Chantecaille, Eve Lom, Tata Harper, Oribe são algumas das marcas disponíveis nas boutiques da rede, que contam com um time de especialistas para ajudar as clientes. As lojas são completas, com seções de skincare, cabelos, maquiagem, proteção solar e fragrâncias. Podemos dizer que a Space NK é como uma versão menor da Sephora, uma boutique com marcas diferenciadas e respeitadas.

Na semana passada, a Space NK promoveu um evento com equipes de 21 das marcas presentes na loja. A ideia era apresentar um preview das novidades dessas marcas para a temporada primavera/verão. Fui uma das convidadas e fotografei todas as novidades e hoje trago alguns destaques para vocês.

Tea to Tan, By Terry – a By Terry é uma marca de maquiagem super sofisticada e conceituada. Esse produto é incrível! É um spray bronzeador para corpo e rosto. A fórmula é à base de água (super leve!) e ele proporciona uma leve coloração à pele. Não é um produto de autobronzeamento e também não mancha nem transfere na roupa. O acabamento é super natural, sem contar que a aplicação é muito prática! U$42.

Sun Designer Palette, By Terry – essa paleta foi desenhada para ser tudo que você precisa para fazer sua maquiagem de verão: tem seis tonalidades que podem ser misturadas ou usadas sozinhas para o efeito desejado: dá para usar como bronzer, blush, iluminador e até sombra. Fazendo um mix das cores, você cria aquele efeito “beijada pelo sol” perfeito! U$82

Immaculate Liquid Powder Foundation, Hourglass – a Hourglass também é outra marca de maquiagem super respeitada e está relançando essa base, que tem fórmula livre de óleo e acabamento matte. O melhor de tudo? Conta com 22 tonalidades! U$56

Ambient Strobe Lighting Blush, Hourglass – a Hourglass também está lançando três novas tonalidades do seu famoso blush iluminador. Como não se apaixonar, gente? U$37.

Featherbalm Weightless Styler, Oribe – a Oribe tem produtos ótimos para tratar e estilizar os fios. Esse produto multiuso formulado para cabelos finos a médios ajuda a estilizar sem pesar nos fios, além de hidratar e prevenir a quebra. Pode ser usado antes de fazer escova, como texturizador ou como finalizador. U$42

Straight Away Smoothing Blowout Cream – para ser usado antes de secar os fios, esse creme protege os fios do calor e da umidade. Ajuda a alisar os fios, controla o friz, sela as pontas, dá corpo e movimento, além de restaurar a fibra capilar. U$44

Gold Lust Pre-Shampoo Intensive Treatment – é um tratamento para ser usado antes do shampoo. Esse balm se desmancha no cabelo, hidratando profundamente e protegendo os fios de agressões, restaurando o brilho e a maciez. U$68

Cleansing Volumizing Paste with Pure Rassoul Clay and Rose Extracts, Christophe Robin – Christophe Robin é especializado em coloração dos fios e lançou sua linha de cuidados com os cabelos em 1999, com ingredientes poderosos que protegem a cor, dão brilho e fortalecem os fios. Esse produto tem textura pastosa e serve para limpar os fios e dar volume da raiz às pontas – a diferença, segundo a marca, é que esse efeito dura dias. U$53

Dry Shampoo Foam, OUAI – essa marca pertence à Jen Atkin, hair stylist das Kardashians. Seus produtos para estilizar os fios são super queridinhos e esse shampoo a seco é diferente porque ele tem textura mousse. Você espalha o produto entre as mãos, aplica na raiz e massageia até ele ser completamente absorvido. E ele não deixa resíduos nem manchas brancas. U$28

Cleanser, Eve Lom – esse é o produto de maior sucesso da marca, um clássico cuja fórmula já tem mais de 30 anos! É um balm demaquilante super eficiente. Sua fórmula tem óleos aromáticos que descongestionam e esfoliam a pele suavemente, deixando uma aparência radiante. Ele remove, inclusive, maquiagem, à prova d’água. U$50

Kiss Mix Tints, Eve Lom – o Lip Balm da marca também é outro best-seller e agora está disponível em três tonalidades. A fórmula proporciona hidratação intensa aos lábios. U$24

111 Skin – o conceito por trás dessa marca é muito interessante, já que ela foi criada por cientistas para proteger a pele dos astronautras do processo de envelhecimento acelerado que ocorre no espaço. Achei muito interessante! A marca conta máscaras, cremes, séruns, entre outros produtos!

Kat Burki – Kat Burki utilizou seus conhecimentos em nutrição para criar fórmulas efetivas para a pele, que levam ingredientes inteligentes combinados com complexos de super nutrientes que são processados a frio para garantir a máxima eficácia. Os lançamentos da temporada são o Illume Brightening Serum, que é formulado para restaurar células danificadas para proporcionar uma pele mais jovem; a PH + Enzyme Essence, que otimiza o PH da pele, fortalece a resposta celular e acelera o processo de esfoliação; e o Super Nutritious Elixir, que ajuda na produção de colágeno e ilumina a pele. Vale destacar também o Vitamin C Intensive Face Cream – creme cuja fórmula leva 15% de Vitamina C!

Black Baccara, Miriam Quevedo – a marca espanhola, bastante conhecida por conta dos produtos para os cabelos, agora conta com a linha de skincare Black Baccara. As fórmulas levam cerca de 40 ingredientes. Nossos hábitos influenciam muito no envelhecimento da nossa pele e os produtos foram criados para serem usados e misturados conforme o estilo de vida de cada pessoa. A linha conta com Boosters (energizante, rejuvenescedor, protetor) para serem usados junto com hidratante e tratar a pele, entregando vitaminas e protegendo dos danos acusados por nossos (maus) hábitos.

Diamond Instant Glow, Natura Bissé – outra marca espanhola, tem mais de 30 anos de expertise na área de skincare. E esse produto eu achei particularmente o máximo! É para você dar up no tratamento da sua pele em casa – para quando você não pode fazer um tratamento fora. É um Mini-lift expresso – que exfolia, ilumina e levanta a pele em 10 minutos. O kit conta com 12 ampolas, 4 para cada um dos três passos. O primeiro é o Peel cuja fórmula conta com ácido glicólico e alfa hidroxiácidos que ajudam a eliminar as células mortas. O segundo é o Radiance, que hidrata, restaurando a elasticidade e trazendo luminosidade. O terceiro é o Lift, que conta com Phyto-lift complex e moléculas de colágeno que melhoram a aparência da pele e linhas de expressão. É ideal para ser usado antes de uma ocasião especial ou uma vez por semana. U$88

Clarifying Mask, Tata Harper – a Tata Harper é uma marca 100% natural e uma das mais respeitadas no mercado de cosméticos naturais. Essa máscara conta com extratos de Clorela e mel, além de ácido salicílico, micro-cristais e alfa hidroxiácidos e ela equilibra a oleosidade, reduz a vermelhidão, além de ter efeito peeling.

Midinight Radiance Mask, Omorovicza – essa sleeping mask – para ser usada como último passo na rotina noturna de cuidados com a pele – tem textura gel e fórmula que proporciona maciez e ajuda a uniformizar o tom da pele e deixá-la radiante. Conta com ingredientes como ácido salicílico e alga vermelha.

Ultimate Brightening Rose Powder Cleannser, Uma – trata-se de um pó de limpeza que conta com extratos secos de camomila, hibiscus, pétalas de rosas, além de outros extratos naturais. Proporciona uma limpeza profunda, restaurando o brilho da pele. Deve ser usado misturado à agua, formando uma pasta, e pode, inclusive, ficar no rosto por até 5 minutos, como uma máscara.

Pro-Glycolic 10% pH Resurfacing Gel, Tula – a Tula é uma marca que usa o poder dos probióticos em skincare! Um dos seus lançamentos é esse gel para ser usado após a limpeza, balanceando o pH da pele e aliviando a sensação de ressecamento. Conta com extrato de açafrão, que ajuda a diminuir a inflamação, além de extrato de cogumelos, beterraba e também ácido hialurônico, que hidratam 400% mais a pele que o ácido hialurônico sozinho.

Kefir Moisture Repair Pressed Serum, Tula – outro lançamento da Tula é esse sérum sólido, com extrato de kefir, um probiótico super potente que proporciona hidratação intensa. Além disso, o produto conta com complexo de ceramida, que previne rugas e melhora a textura da pele.

Gostaram dos produtos? A Space NK conta com uma seleção de 80 marcas e tem 3 lojas em Nova York: 968 Lexington Ave / 31 Prince St / 229 Bedford Ave, além de ter um espaço dentro das duas Bloomingdale’s da cidade.

Pizza em Nova York: Kesté, no West Village

Eu já falei milhões de vezes que a culinária italiana está entre as minhas favoritas. Mas chega a ser engraçado perceber que, quase sempre, em nossas idas a um restaurante italiano, a gente acaba sempre optando por um prato de massa ao invés de escolher uma piza (praticemente todo restaurante italiano tem pizza no menu). Porém, outro dia, fomos em uma turma no Kesté, que é uma pizzaria tradicional italiana. Daí, não teve outro jeito, tudo acabou em pizza, literalmente –  por mais idiota que esse trocadilho possa soar neste momento hahaha.

O Kesté é especializado em pizza no estilo napolitano e pertence a Roberto Caporuscio, um chef renomado mundialmente. Para vocês terem uma ideia, o local já recebeu selos como a pizza número 1 de Nova York pela New York Magazine, “Best Pizza” no estado de Nova York pelo Food Network Magazine, está entre os top 25 melhores lugares para pizza nos EUA, pela Food and Wine Magazine e entre as 5 mais autênticas pizzas fora da Itália (único local nos EUA) pelo Mr Porter. Com tantas indicações de peso, não é à toa que o restaurante conta com três filiais na cidade.

Kesté conta com mais de 70 tipos de pizzas napolitanas, todas originalmente criadas por Caporuscio. Além disso, o menu também conta com mais de 15 opções de pizzas sem glúten. A mais famosa é a Marguerita, feita com ingredientes orgânicos, incluindo a farinha, o queijo e o molho. Quem já teve oportunidade de comer pizza aqui nos EUA sabe que as porções são geralmente individuais – cada pessoa costuma comer uma pizza sozinha, de tamanho médio. Na nossa mesa, algumas pessoas dividiram e, para mim, foi suficiente dividir, mas depende da sua fome (cada pizza rende umas quatro fatias grandes). Eu e a Juliana escolhemos o sabor Del Re, com creme trufado, muzzarela, cogumelos, presunto de parma e manjericão. Estava deliciosa! Os sabores são mega variados – tem até opções veganas! Sério, são tantos sabores que fica até difícil escolher. No site do restaurante você pode conferir todas as opções. Os preços também são ótimos – diga-se de passagem. Há pizzas a partir de U$10! E não poderia deixar de falar da pizza de Nutella – sério, comam, vem com 12 fatias pequenas. Não tem explicação!

O Kesté não aceita reservas – mas, como mencionei anteriormente, há três endereços na cidade. Vale você chegar no Google os horários de maior movimento.

Endereços: 271 Bleecker St (West Village, aberto para almoço e jantar), 77 Fulton St (Wall Street, aberto para almoço e jantar) e 232 N 12th St (Williamsburg, aberto para jantar). 

5 programas no The Bronx em Nova York

Como falei outro dia aqui no blog, no post sobre 10 programas no Brooklyn, Manhattan já não é mais a protagonista dos roteiros das viagens a Nova York. Eu adoro explorar as opções fora da rota – e vocês podem perceber que aqui no blog estou sempre sugerindo programas no Queens, Brooklyn e… no The Bronx. Sim! O post de hoje é um convite para deixar o preconceito de lado e explorar essa área. Hoje, sugiro alguns programas imperdíveis para quem deseja fugir do roteiro comum!

New York Botanical Garden – o Botanical Garden é uma opção de passeio diferente na cidade. Obviamente, creio que seja mais vantajoso visitar o local na primavera, para poder conferir toda a belezura dos jardins de rosas, tulipas e azaleias. A área é extensa e conta com milhares de espécies, além de ter exibições periódicas. Um trenzinho faz um tour geral por todo o jardim – o que ajuda a dar uma visão do tamanho do local. Fica localizado no Bronx e dá pra chegar lá usando a linha 4. Para quem quiser ver mais detalhes, tem post e vídeo aqui. O ticket custa de U$20 a U$25, mas a entrada é gratuita durante todo o dia nas quartas e das 9 às 10 aos sábados. 

Endereço: 2900 Southern Blvd.
Bronx Zoo – esqueça o zoológico do Central Park – todo mundo que eu já escutei que foi lá se decepcionou, porque o lugar é pequeno. O melhor zoológico em Nova York fica no Bronx. Está entre os os maiores zoológicos metropolitanos do mundo, e é um dos maiores da América do Norte, com cerca de 6.000 animais, representando cerca de 650 espécies de todo o mundo. Teatro 4 D, jardim de borboletas e área especial para crianças são só algumas das atrações especiais do local. O ingresso custa U$30, mas você paga o que quiser às quartas, durante o dia todo. 
Endereço: 2300 Southern Blvd.
Little Italy – esqueça aquelas ruas do Little Italy de Manhattan, perto de Chinatown… se você quiser conhecer um bairro verdadeiramente italiano – e provar da gastronomia única – precisa conhecer a Little Italy do The Bronx. Gerações de famílias italianas deram à área um caráter de pequena cidade, especial e exclusiva e hoje o lugar é um dos melhores destinos para comprar pães, massas, carnes, bolos, salsicha italiana e mais. A qualidade e os valores são excelentes – e um ranking recente do Zagat Survey mostrou que os leitores deram status “Best Buy” para mais lojas da Arthur Avenue (a mais famosa do bairro) do que qualquer outro bairro em New York City. A melhor pedida? O Arthur Avenue Retail Market (2344 Arthur Avenue). O lugar é como um mercado público, com opções para comer e também para fazer compras. Não é uma área enorme, mas há um número considerável de estabelecimentos que oferecem charutos, café, carnes, frutas e legumes, produtos importados da Itália, cerveja, pizza e sanduíches. Clique aqui e confira um post completo sobre Little Italy.
City Island – conhecida como “Hamptons do The Bronx”, é uma ilha com aproximadamente 2,4 km de comprimento e 800 metros de largura e uma população de mais de 4300 pessoas. Visitar esse local é como se transportar para uma pequena cidade com clima super interiorano e lindas paisagens. City Island tem uma rua principal, a City Island Avenue, que corta a ilha de ponta a ponta. É nessa avenida que estão localizados dois pequenos supermercados, um posto de gasolina, uma farmácia, um banco, uma loja de ferragens, e uma variedade de outras pequenas lojas. A ilha é super famosa por seus restaurantes de frutos do mar e lojas de antiguidades. Paralelas à avenida principal, estão as ruas residenciais. Cheias de casas charmosas, uma mais linda que a outra, essas ruas fazem com que a gente se sinta dentro de um filme americano. Impossível não querer morar em uma daquelas casas. Clique aqui e confira um post completo sobre City Island.
Wave Hill – é um jardim público de 11 hectares e também um centro cultural.  O lugar é muito gostoso e calmo – e sem dúvidas o destaque fica por conta do Pergola Overlook. Wave Hill tem uma localização privilegiada, mais alta, o que proporciona uma vista incrível para o Hudson River e esse Pergola Overlook é como se fosse o cartão-postal do lugar. Numa espécie de cabana, cheia de folhagens, você vê o rio, a vegetação do outro lado e também tem uma ideia da dimensão do jardim. O local é tão especial que muita gente celebra casamentos por ali. Wave Hill fica em Riverdale, uma região bem residencial e super charmosa no The Bronx. Clique aqui e confira um post completo sobre Wave Hill.

E aí, gostaram? Ficaram com vontade de conhecer um desses lugares?