turismo

30 coisas para se fazer na primavera em Nova York

A primavera é uma das estações mais lindas em Nova York – começa dia 21 de março e termina dia 20 de junho. E, apesar de Nova York oferecer incontáveis atividades e atrações o ano todo, ainda dá para tirar proveito da programação sazonal da cidade. Hoje, vou dar 30 dicas de coisas para se fazer durante essa estação na cidade.

Antes de mais nada, vale um panorama geral deste período, que é a famosa meia-estação: começa fria e termina quente. Isso significa que ainda será preciso usar roupas mais quentes no fim de março e durante o mês de abril, mas em maio o cenário tende a melhorar muito – considero maio e junho dois ótimos meses para quem não gosta de temperaturas extremas. As temperaturas variam de 6ºC a 16ºC em abril, de 12ºC a 21ºC em maio e de 17ºC a 26ºC em junho. Mas, lembre-se do mantra: cheque o aplicativo de tempo antes da sua viagem para decidir a mala. A primeira metade da primavera é bem instável e bipolar, daí a importância de você checar a previsão dias antes do embarque.

1. Cerejeiras – antes de mais nada, é bom lembrar: há uma época específica (e curta!) para ver as cerejeiras em Nova York. Elas começam a aparecer no fim de março – muito, mas muito tímidas. O auge da floração começa na segunda quinzena de abril e vai até no máximo a primeira semana de maio. Óbvio que isso são previsões. A primavera é “bipolar” e, quanto mais altas as temperaturas, mais rápido as cerejeiras florescem. Mas no geral, essa é a média.  No site do Brooklyn Botanical Garden, dá pra acompanhar o status da floração, através do CherryWatch. Esse mapa é só do jardim botânico, mas dá para se basear nele para saber como está o restante da cidade.

2. Smorgasburg – Um dos programas outdoor mais legais de Nova York é, sem dúvidas, a feira de Smorgasburg: uma oportunidade única para quem curte gastronomia, além de ser uma coisa super legal e local de se fazer.  A Smorgasburg começa no início de abril e segue até o final de outubro. São 100 vendedores numa estrutura que atrai 20 mil pessoas toda semana.A feira acontece todo fim de semana, no Brooklyn – aos sábados, no East River State Park, em Williamsburg, e aos domingos, no Breeze Hill, no Prospect Park – das 11 às 18 horas, faça chuva ou faça sol. Eu só conheço a de sábado – e adoro a vibe de lá, muito por conta de Williamsburg ser um bairro descolado e o parque ter uma vista incrível para o skyline. Mas, é lotado: prepara-se para filas. Sugiro, se possível, levar algo para sentar no chão, já que as mesas coletivas são disputadas. E evite o horário de pico, entre meio-dia e 14h.

3. Frieze New York – é uma das feiras de artes mais famosas da cidade e acontece todos os anos, no início de maio, numa tenda gigante na Randalls Island. Essa feira dura dois dias e reúne as galerias de arte mais importantes do mundo, que, juntas representam mais de 1000 artistas importantes. Clique aqui para conferir detalhes, datas e comprar seus tickets.

4. Rooftop do Met – pouca gente sabe, mas além do acervo incrível de obras de arte, esculturas e outros artefatos, o Metropilitan Museum of Art tem um rooftop sazonal – que fica aberto de abril a outubro. A cada temporada, o rooftop conta com alguma exposição também. Além da exposição, o rooftop tem um amplo espaço com vista linda para o Central Park e também um bar que serve bebidas e drinks. Uma delícia! Vale lembrar que o ingresso para o Met não é mais sugerido e custa U$25.

5. Tribeca Film Festival – é, provavelmente, o festival de cinema mais importante da cidade e acontece do fim de abril ao início de maio, e conta não somente com exibições de filmes, mas também com paineis e talks com convidados especiais.

6. Highline Park – esse parque é um dos pontos turísticos mais conhecidos da cidade e chama a atenção por ser um parque construído em uma antiga linha elevada de trem. O que era para ter sido demolido após a desativação da linha, virou um espaço público para moradores e turistas aproveitarem. De abril a outubro, há tours (em inglês), gratuitos, oferecidos pela direção do parque. Clique aqui para mais detalhes.

7. Rooftops – é na primavera que começa a temporada dos rooftops com áreas abertas – e uma das coisas mais gostosas para se fazer em Nova York é tomar um drink no fim do dia num lugar desses. A energia é tão boa!

8. Picnic – Poucas coisas simples da vida são tão gostosas quanto sentar-se à sombra num parque para relaxar, ler um livro e comer comidinhas gostosas. E eu sempre recomendo esse tipo de programa para quem visita a cidade durante o período quente. Além de gostoso, é um costume bem local.

9. Luna Park / Coney Island – é geralmente no início de abril que o Luna Park, em Coney Island, a praia do Brooklyn, abre sua temporada, que segue até final de outubro. Mesmo que você não seja a pessoa mais animada para parque de diversões, vale visitar o lugar, que tem uma vibe muito diferente de Manhattan. Comer um cachorro-quente-, passear pelo calcadão, curtir o fim de tarde… é uma delícia!

10. Dance Party Bryant Park – em maio e junho, a Dance Party conta com bandas ao vivo e instrução especializada em dança para você ter uma noite memorável de dança. Esse programa do Bryant Park acontece em algumas noites de quarta-feira. Todas as idades são bem-vindas para explorar um gênero de dança diferente a cada semana. Saiba mais!

11. North River Lobster Co –  essa embarcação fica localizada no Pier 81 e tem um menu à base de lagosta e frutos do mar, além de bebidas e drinks. São três decks, e o barco conta com um rooftop aberto. A cada 45 minutos, o barco sai do Pier em direção norte, proporcionando vistas lindas para a cidade. O embarque custa apenas U$10 por pessoa, e você pode ficar quanto tempo desejar. O menu tem opções de comidas e bebidas a partir de U$10. Vale lembrar que o barco começa sua temporada em abril e segue até o final do outono. Cheque o cronograma de partidas.

12. Tulip Time! o Queens Botanical Garden promove o Tulip Time! por volta do fim de abril / início de maio.  É um festival para celebrar as tulipas! São mais de 20.000 tulipas plantadas no jardim. A programação envolve um tour que explica a história da flor e como elas são usadas em diferentes culturas ao redor do mundo, dentre outras atividades. Além disso, durante o mês de abril, vários canteiros da cidade também ficam cheio de tulipas – um dos mais lindos fica em Downtown, próximo ao Brookfield Place.  Confira detalhes.

13. Rooftop – um rooftop não é suficiente – eu garanto que depois de ir ao primeiro, você vai querer repetir a experiência. Então, acrescente à lista o Mr. Purple, que costuma ser super badalado aos fins de semana.

14. Grand Banks – é um bar/restaurante que fica num barco. O Grand Banks foi construído a mão em 1942 e é o último barco pesqueiro original neste estilo que ainda existe. Ele fica sempre atracado – mais precisamente no Hudson River Park, no Pier 25 – mas costuma balançar um pouco. Como se trata de um barco aberto, o local só funciona durante um perído do ano – de meados de abril até meados de outubro. Você pode tanto pegar um drink e ficar em pé, perto do bar, ou pedir uma mesa à host e sentar-se.

15. Andar de bicicleta – com as temperaturas amenas, troque um dia de metrô por um dia de bicicleta. Há vários spots para você pedalar, mas vou deixar uma dica menos óbvia que o Central Park: o Hudson River Park, que fica no oeste de Manhattan, à beira do Hudson River, e é espetacular no fim do dia.

16. Passeio de barco no Central Park – outra ideia bacana é alugar um barquinho no Central Park – custa U$15 a hora e cada barco comporta até quatro pessoas. Mas, se você quiser um upgrade no passeio, que tal experimentar a gôndola? Sim, dá para passear de gôndola no Central Park.

17. Governors Island – essa ilha serviu como base militar por quase 200 anos fica bem pertinho de Manhattan – a apenas 800 metros. Quem faz o passeio de Ferry para a Staten Island certamente já a viu por ali. Por volta de 2003, o governo decidiu dar uma nova utilidade ao local e agora ela é um espaço público aberto – o local não tem fins lucrativos nem instalações comerciais. São 150 hectares, vistas incríveis, muita área verde, playground, bares e mais!

18. Cinema ao ar livre – durante a primavera – e o verão – há exibição de vários filmes em parques espalhados pela cidade. Traga algo para sentar, algo para comer e aproveite seu momento novaiorquino! Cheque a programação!

19. Aula de trapézio – Quem já assistiu Sex and the City vai se lembrar que em um dos episódios a Carrie aparece praticando trapézio. O local em questão é a New York Trapeze School, com unidades no Pier 40 (Manhattan) e no Brooklyn. A aula no Pier 40 é ao ar livre e a temporada vai de abril a outubro!

20. Rooftop – mais um, por que não? O Arlo SoHo sempre tem uma decoração especial de primavera! Vale conferir!

21. Five Boro Craft Beer Fest – um festival open bar que inclui mais de 100 cervejas em lotes exclusivos, produzidas por 50 cervejarias locais e de outros estados, além de música ao vivo. Confira ingressos e informações sobre o ano vigente.

22. Manhattan By Sail – aproveite sua estada na cidade para fazer um passeio de barco! E que tal um barco à vela? Se você não tem problemas com o balanço da água, vale a pena ter essa experiência. Sugiro fazer o passeio no horário do pôr do sol, por razões óbvias.

23. Wolrd’s Fare – é uma grande celebração da igualdade e da diversidade da cidade de Nova York homenageando à grande Feira de 1964. Mais de 100 vendedores de mais de 100 culturas se reúnem para unir-se através de comida autêntica, bebida e música. O evento rola em meados de maio no Citi Field. Saiba mais!

24. Spring Fling – evento anual organizado pelo Prospect Park, com uma série de atividades para toda a família, como aulas, workshops, corridas. Acontece em meados de maio – vale checar o calendário mais próximo da data para detalhes.

25. Fleet Week – celebração de sete dias que homenageia os membros da Marinha, Guarda Costeira e Corpo de Fuzileiros dos Estados Unidos. A abertura da celebração se dá na quarta-feira anterior ao Memorial 65 Day, com o Desfile de Navios. É uma frota de navios que cruza o rio Hudson, das 10h às 13h. O Battery Park é um bom local para observar! Além disso, você vai ver vários marinheiros pela cidade, em seus uniformes oficiais.  Cheque a programação.

26. Shakespeare in the Park – programa clássico novaiorquino. Produzido pelo The Public Theater, acontece todos os anos no Delacorte Theater, Central Park e a entrada é gratuita. Como o nome sugere, são produções teatrais baseadas em obras de Shakespeare. São sempre duas peças por ano, e a primeira fica em cartaz do final de maio a meados de junho. Cheque a programação clicando aqui. Os ingressos gratuitos são distribuídos em cada dia de espetáculo, ao meio-dia (mas as filas começam bem antes!). Também dá para tentar a sorte pela loteria, através do aplicativo TodayTix.

27. Mad Sq eatsa feira gastronômica que reúne barraquinhas de restaurantes da cidade e empreendedores do ramo da comida em uma praça no bairro de Flatiron (Worth Square – 5th Avenue entre a 25th e 26th Streets). O evento bianual atrai moradores do bairro, trabalhadores e turistas que aproveitam esta oportunidade para provar várias delícias. A edição de primavera acontece durante o mês de maio. Confira as datas para o ano vigente.

28. Rosas – junho é o mês da florada das rosas. O New York Botanical Garden e o Brooklyn Botanical Garden dispõem de jardins com diversas variedades da flor. O ápice da floração costuma acontecer, geralmente, entre os dias 8 e 10 de junho. Os dois locais costumam promover um evento especial em um fim de semana para celebrar. Confira detalhes clicando aqui.

29. Roosevelt Island –  essa ilha residencial localizada entre Manhattan e Queens rende um ótimo passeio – e é um bom lugar para fugir da loucura de Manhattan. O bom de fazer esse passeio na primavera é que você não passa frio (já que costuma ventar bastante por lá!).

30.Brooklyn Flea Record Fair – feira de vinil, imperdível para quem é colecinador. Acontece em meados de maio, em Williamsburg, junto com a Smorgasburg. Cheque detalhes clicando aqui.

Se você quer mais dicas do que fazer em cada époda do ano em Nova York, programação mensal, o que esperar do clima, depoimentos de viajantes, checklist para mala, fotos vida real… clique aqui e confira o meu e-book Nova York em Quatro Estações!


Leave a Response