Diário de viagem

Diário de viagem a Nova York – Vivian Cotecchia

O Diário de Viagem é uma seção que traz relatos de leitores do blog. Nesses relatos, eles contam como foi a viagem a Nova York, o que mais gostaram de fazer, o que não gostaram, dividem dicas, enfim: um diário mesmo. O convidado de hoje é a Vivian Cotecchia. Ela ficou não só em Nova York, mas visitou também outras cidades vizinhas, em novembro de 2018. Para conferir mais relatos, clique aqui.

Oi, pessoal! Chegamos há alguns dias da nossa viagem e queria compartilhar com vocês a nossa experiência. A nossa viagem foi um pouco diferente, pois não fizemos nenhum bate-volta. Decidimos nos hospedar em cada cidade perto de Nova York. Compramos nossas passagens para Boston e fomos descendo até Washington e voltamos para Boston para voltar ao Brasil. Foram 15 dias e 10 cidades! Nossa primeira dica é: façam planejamento, façam planos A, B, C, mas estejam cientes que nem sempre os planos vão sair como vocês esperavam e escolhas precisarão ser feitas. Nosso voo tinha conexão no JFK, então fizemos a imigração lá. Apesar de termos preenchido que estávamos juntos no totem e eu ter falado com a policial que estávamos juntos e perguntado se eu poderia acompanhá-lo, eu e meu marido passamos separados. O meu papel saiu sem nada e o dele com um X. Ele fez entrevista e eu não. No fim, deu tudo certo! Agora, vamos aos dias!

  • Uniqlo – aqui um parênteses importante: comprei roupas térmicas de 10 dólares no Walmart quando chegamos, mas não estavam dando conta do frio. Somos do Rio e por isso muito friorentos! Compramos as roupas térmicas que são 2,5x mais quentes que a original (25 dólares – blusa e calça) e comprei também uma calça que era toda de fleece por dentro (16 dólares). Usava as duas juntas. Sobre o tamanho, a que é a normal deles comprei a L, visto 44 no Brasil e ficou grande em mim. No fim das contas foi bom porque usava a grossa de fleece por baixo e ela por cima, então ficava bom. Sobre o casaco que fica minúsculo no saquinho: comprem! Pegamos sensação térmica de -4 e estava com as duas camadas de blusas térmicas (Walmart + Uniqlo 2,5x), um casaco fininho e ele por cima. Não passava um vento. Foi o que segurou a friaca e a melhor compra da viagem disparado! 79,90 dólares! Compramos também meias, mas não achei que valeram tanto a pena apesar de serem com a mesma tecnologia das roupas térmicas, ainda achei que as meias de lã foram melhores. O casaco de lã batida que levei do Brasil não era suficiente pro frio que estava fazendo, principalmente com o vento e antes de comprar o da Uniqlo, acabei passando frio.
  • Aluguel de carro: Alugamos carro em dois momentos nessa viagem. O primeiro trecho foi com a Dollar para irmos de Boston a Salem e de Salém a NYC. Sobre o atendimento da Dollar: fechamos pela Decolar e fomos cobrados de uma taxa indevida e nem a própria Decolar conseguia contato com a Dollar para entender e o atendente na loja dizia não poder fazer nada. Somente por telefone. Ainda estamos tentando ver como a Decolar vai resolver, mas já não indicamos a Dollar nem pro nosso pior inimigo! Fomos mal atendidos do começo ao fim. O segundo trecho foi pela Decolar também, mas como tivemos problema com a Dollar, acabamos escolhendo a Budget para irmos da Philadelphia para Lancaster, Hershey, Washington e para Annapolis. Não tivemos problemas, atendimento rápido e sem taxas abusivas.
  • Dinheiro: Para comida e gastos diários, levamos 100 dólares por dia para o casal. Além desse dinheiro, antes de comprar os dólares, fizemos uma lista de todos os passeios e possíveis despesas e compramos a quantidade já contando com esses custos. O cartão do metrô foi um exemplo: como já sabíamos quanto seria levamos o dinheiro separado e não saiu da nossa cota diária. Ficamos 15 dias comendo bem, comprando lembrancinhas, pegando táxi e tudo mais e ainda voltamos com 100 dólares para o Brasil.

Chegamos dia 30/10, à tarde, alugamos um carro em Boston e fomos até Cambridge conhecer Harvard e o MIT. De lá fomos rumo a Salem e paramos em uma Party City (afinal, o dia seguinte seria Halloween e queríamos estar a caráter na cidade das bruxas!) e no Walmart na estrada mesmo. No dia 30/10 não conseguimos hospedagem em Salem, pois a cidade já estava lotada, então aproveitamos para ficar em um hotel em Danvers pertinho de um Olive Garden e a 10 minutos de Salem. Foi o Best Western Plus North Shore. O hotel é novinho, tem microondas, frigobar e a cama maravilhosa. Não tinha café da manhã incluído na diária.

Dia 31/10 acordamos cedinho e partimos para Salem para aproveitar o Halloween e conhecer as locações do filme da Disney Abracadabra. Fizemos check-in em um Airbnb que alugamos por duas noites. Sobre o Halloween de Salem: deu vontade de voltar todo ano! Se puderem organizar para incluir no roteiro não vão se arrepender. Não é a toa que a cidade tem a fama de ser um dos maiores destinos dessa festa na região da Nova Inglaterra. As crianças pedem doces nas casas, todo mundo sai fantasiado, tem passeio guiado, música, enfim! Amamos!

No dia 1/11 fomos a New Hampshire fazer compras no Merrimack Premium Outlet, pois nesse estado não se cobram taxas para nenhum tipo de compra, incluindo eletrônicos, então se você tem uma lista grande pode acabar compensando colocar no roteiro. O Outlet é bem completo e achamos que os preços valiam muito a pena. Já tinha ido nos de Nova York e achamos que o preço de lá estava melhor.

Dia 2/11 acordamos cedinho e partimos de carro para a estrela da viagem! Nova York! Saímos de Salem às 8h e chegamos por volta de 13h no nosso hotel. Ficamos no Four Points by Sheraton em LIC. Nós adoramos! O hotel é novo, não cobra taxa de resort, fica a 5 min andando do metrô e a 4 estações da Times, em 15 minutos contando a caminhada estávamos em Manhattan. Eles deixaram a gente entrar antes do horário sem pagar nada a mais. Tanto no check in quanto no check out não pegamos filas. Não tinha café incluído na diária.

Clique aqui para reservar o Four Points by Sheraton

Fomos devolver o carro na Dollar do La Guardia, o aeroporto estava em obras e está um caos. Além disso, as locadoras não ficam todas juntas e tampouco no aeroporto, mas em ruas próximas a ele. Mas é só se informar direitinho antes que dá pra achar.

  • Central Park – primeira parte (patinação e Gapstow Bridge)
  • The Plaza Hotel
  • Love
  • Trump Tower
  • St. Patrick Cathedral
  • Rockfeller Center
  • Jacques Torres Chocolate

Show da Broadway – vimos Anastasia! Meu marido amou e eu já não gostei tanto da peça em si, mas adorei a experiência! Voltaria com certeza para ver outra peça mais animada. Compramos os ingressos pelo site Broadway Roulette. Funciona assim: você paga 49 ou 59 dependendo do dia da semana, pode escolher entre todos os tipos de peça ou somente musicais e eliminar 3 peças que você não quer ver de jeito nenhum ou escolher ser sorteado entre as peças somente para “famílias” (escolhemos essa opção) e um dia antes da peça eles te dizem qual peça você foi sorteado pra ver. Os lugares são no mezanino ou na orquestra. Os nossos lugares eram ótimos, mezanino bem na frente e centralizado o suficiente. Pegamos os ingressos na bilheteria do teatro meia hora antes da peça, foi só dizer nosso nome e mostrar o passaporte.

Clique aqui e confira um review sobre Anastasia

Saiba mais sobre a Broadway Roulette

Dia 3/11

  • Queens Botanical Garden – fomos no sábado pois a entrada é grátis das 9 às 10h.
  • Grand Central
  • Teleférico para a ilha de Roosevelt
  • Almoço no Halal Guys (pegamos para viagem e comemos no Central Park, amamos!)
  • Alice in Wonderland
  • Bethesda Fountain
  • Strawberry Fields/Imagine
  • The Dakota Building
  • Barclays Center – jogo de hóquei. Compramos os ingressos pela Ticketmaster. Pagamos 60 dólares nos dois. Experiência maravilhosa! Indescritível!
  • Target Brooklyn – em frente ao Barclays Center tem várias lojas baratas tipo a Target (que fica aberta até tarde) e a Marshalls e também uma Best Buy.

Dia 4/11

 

  • Bryant Park
  • Biblioteca pública
  • Pizza de 1 dólar pro almoço: AMAMOS! Deu vontade de comer todo dia! 2 pedaços + 1 lata de Coca por $2,75
  • Brooklyn Bridge
  • Brooklyn Bridge Park
  • Jane’s Carrousel
  • Brooklyn Ice Cream Factory – não achamos o sorvete nada demais!
  • Exposição de Abóboras de Halloween no Hudson Valley – The Great Jack O’Lantern Blaze. Mais ou menos 45 minutos de trem de Nova York. 21,50 dólares ida e volta cada + os ingressos que foram em torno de 60 dólares os dois. É uma experiência tão incrível que valeria até o dobro do preço! Sem palavras! É uma exposição para a família toda, cheio de criança, legal demais!

Saiba mais sobre o evento clicando aqui!

Dia 5/11 – Esse dia choveu muito e nele tínhamos colocado a Estátua da Liberdade e os observatórios, por isso não conseguimos ir! Os ingressos para a Estátua já tínhamos comprado meses antes porque queríamos acesso à coroa. Mas esse é o problema quando você compra com antecedência, você não sabe como vai estar no dia e não pode mudar. Me arrependi de não ter comprado um pass por isso! Porque é melhor não ir na coroa, mas conseguir ir em um dia bonito do que não ir de qualquer forma né?!?? Com tanta chuva, fizemos poucas coisas:

  • Memorial 11/09
  • Chinatown
  • Little Italy
  • Harmon Face Values
  • Madison Square Garden – NBA – amamos a experiência também! Mas apesar de tudo que representa o MSG, gostamos mais do Barclays Center. Pegamos mais de uma hora de fila de segurança pra entrar no MSG e apesar de termos chegado mais cedo, acabamos perdendo o início do jogo por isso. No Barclays Center foi mto rápido e organizado!

Dia 6/11 – fomos na Martha’s Country Bakery – comemos o Berry Napoleon! INCRIVEEEEL. Tínhamos comprado passagens para ir de ônibus para a Philadelphia pela Megabus por 1 dólar cada, mas por conta da chuva pegamos muito, mas muito trânsito mesmo de LIC para Manhattan e acabamos perdendo o bus. Com isso, fomos para a Penn Station e compramos passagens da Amtrak. Comprando na hora saiu a 120 dólares as duas passagens. Um rim praticamente! A viagem de trem foi ótima, super tranquila. Chegamos na Philadelphia por volta de 14:30h. Ficamos hospedados no Penn’s View Hotel. Tinha café da manhã incluído, hidromassagem, hotel super limpo e confortável. Adoramos! Já da Philadelphia não podemos falar a mesma coisa… De todos os lugares que fomos, foi a cidade que menos gostamos. Não acho que vale dormir, um bate e volta saindo de NYC já está mais que o suficiente. Mas já que estávamos lá, fizemos valer a ida! Comemos no Reading Terminal Market e gostamos mto do mercado! Lá tem um sorvete, o Bassets, que é maravilhoso! Um dos melhores que comemos na viagem! Visitamos os seguintes pontos:

  • Câmara municipal
  • Escultura original do Love – uma decepção! Ela é minúscula!
  • Dollar Tree
  • Hard Rock Café

Confira um roteiro na Philadelphia

Clique aqui para reservar um tour de um dia para a cidade, saindo de Nova York

Dia 07/11

  • Elfreths Alley
  • Betsy Ross House
  • National Constitution Center
  • Declaration House
  • Liberty Bell
  • Independence Hall
  • Five Bellow
  • Museu de Rodin
  • Rocky Steps
  • Geno’s e Pat’s – Restaurantes Rivais um na frente do outro que disputam o título de melhor Philly cheesesteak! Eu gostei mais do Geno’s e o meu marido gostou mais do Pat’s!

Dia 8/11 – Nesse dia alugamos carro novamente para conhecer Lancaster, a segunda cidade com maior concentração de Amishs dos EUA e Hershey’s, sim, a cidade do chocolate. Gente, sério! Incluam no roteiro de vocês essas paradas! A Hershey’s tem até um parque de diversões, além de você pode conhecer a loja da fábrica, fazer sua própria barra de chocolate e muito mais! Conhecer os Amishs foi uma das experiências mais incríveis que já tivemos! A forma como eles vivem e respeitam a própria cultura é muito linda! Só vai gente! De lá fomos para Washington, nossa próxima parada! Nesse dia jantamos no Ben’s Chilli Bowl, dizem que é o cachorro quente preferido do Obama! Nós amamos!

Dia 9/11 – Aproveitamos que ainda não tínhamos devolvido o carro (dessa vez alugamos pela Decolar também, mas com a Budget e foi sucesso, super recomendado!) e fomos conhecer Annapolis, a cidade onde fica a Escola Naval dos Estados Unidos. Só a visita a cidade já valeria, porque ela é uma gracinha e tem vários pontos históricos para serem visitados! Mas a Escola Naval é um show à parte! É impressionante o respeito deles aos militares e como isso é visto dentro da academia. É possível visitar por dentro com passeio guiado, eles têm um museu lá dentro e tudo é lindo. Depois de visitar a Escola Naval, fomos almoçar no Boatyard Bar & Grill que é especializado no Blue Crab e no Crab Cake! Outro ponto de Annapolis que valeria a visita só para comer lá! Rs Depois do almoço demos mais uma voltinha pela cidade e voltamos para Washington para devolver o carro. Aproveitamos que já tinha escurecido e fomos ver os monumentos iluminados! Se vocês tiverem tempo na cidade, esse passeio noturno é de tirar o fôlego!

Dia 10/11 – Acordamos e fomos direto pro Capitólio pois tínhamos um tour interno (é grátis, só precisa agendar no site). O lugar é inacreditável de lindo! Ainda por cima tem uma passagem subterrânea que dá acesso à Biblioteca do Congresso sem precisar pegar filas e passar por revistas novamente. A Biblioteca é simplesmente maravilhosa! É só a maior do mundo em número de livros e espaço de armazenagem, além de ser ESPETACULAR de linda! De lá fomos fazer os pontos do National Mall.

  • Casa Branca
  • Obelisco
  • Lincoln Memorial
  • Memorial da Segunda Guerra
  • Memorial da Guerra do Vietnã
  • Memorial de Martin Luther King

No finzinho do dia, ainda deu tempo de visitar o Museu memorial do Holocausto, foi bem tocante, mas acredito que a importância desses locais é mesmo o desconforto que causam para lembrarmos sempre do horror que a intolerância causa. Depois disso, fomos jantar no Carmines e fomos para o hotel fazer as malas para pegar o trem para Boston às 3h da manhã.

Dia 11/11 – Pegamos o trem para Boston às 3h da manhã, foram 8h30h até lá. Pegamos esse horário crentes que conseguiríamos dormir no trem, mas mesmo no quiet car, a luz ficou acesa a viagem toda e a cada parada do trem era um susto com o aviso da estação. Chegamos exaustos na cidade! Ficamos hospedado no The Alise. Ele é um pouco mais afastado, mas adoramos! Confortável, lindo, limpinho e no precinho! Deixamos as malas no hotel e fomos bater perna no centro Histórico. Aproveitamos para ir a uma Marshalls e a Primark fazer as últimas compras. Conhecemos também o Boston Public Garden e o Boston Commom.

Dia 12/11 – Nosso último dia antes da partida! Aproveitamos para fazer toda a Freedom Trail (você pode baixar o mapa com os pontos e as explicações no site deles) e almoçamos no Quincy Market. Amamos o lugar para experimentar o lobster roll e o cheesecake da Magnolia Bakery! Para quem não gosta de comida fria, o lobster roll é feito com uma pasta gelada, você pode pedir para colocarem manteiga derretida (quente) ou então comprar o lobster roll aquecido, mas que é um sanduíche que vem apenas pão e pedaços de lagosta grelhada, achamos gostoso, porém é meio seco, o tradicional, apesar de ser frio, era melhor. Para celebrar nosso último dia, fomos ao cinema no Fenway Park e foi uma experiência maravilhosa!

Dia 13/11 – Dia de retornar ao Brasil! Nosso voo saia de Boston às 16h, com conexão no JFK. Acordamos e fomos na loja de souvenirs chamada Best of Boston e repetimos o almoço no Quincy Market! Depois disso partimos pro aeroporto e encerramos a nossa viagem!

Peço desculpas pela extensão do relato, mas como peguei muitas dicas com os relatos de vocês aqui do grupo, quis ser bem detalhista porque pode ajudar outras pessoas!

Obrigada, Vivi, pelo seu relato!

Gostaram do relato da Vivi? Se você quiser participar, envie seu relato para análise para laura@lauraperuchi.com COM FOTOS, seu nome completo e cidade/estado. LEMBRE-SE que é preciso ser detalhista. Não precisa escrever um livro, mas seu relato tem que ser informativo!


Leave a Response