Diário de viagem

Diário de viagem a Nova York – Bruna Scotti Abreu

O Diário de Viagem é uma seção que traz relatos de leitores do blog. Nesses relatos, eles contam como foi a viagem a Nova York, o que mais gostaram de fazer, o que não gostaram, dividem dicas, enfim: um diário mesmo. O convidado de hoje é a Bruna Scotti Abreu. Ela ficou 14 dias, em novembro de 2018. Para conferir mais relatos, clique aqui.

Olá! Estava “passeando” pelo blog da Laura e achei muito interessante essa ideia de compartilhar o Diário de Viagem, para poder ajudar quem estiver planejando uma viagem para Nova York. Eu e meu namorado viajamos pra lá no final de novembro de 2018 e ficamos 14 dias somente na cidade. Foi a minha segunda vez lá e posso dizer que ainda não conheci tudo. Vou contar pra vocês a nossa programação principal de cada dia.

Chegamos lá no dia 22/11, feriado de Thanksgiving. Pegamos uma promoção de passagens da AirCanadá, então fomos de São Paulo para Toronto e, depois, de Toronto para Nova York. Chegamos no final da tarde no nosso hotel, pois várias ruas estavam fechadas devido ao desfile da Macys. Estávamos com fome, então decidimos procurar algo para comer e encontramos somente uma Starbucks aberta, pois no Thanksgiving várias lojas fecham mais cedo.

No dia seguinte, 23/11, era a famosa Black Friday, então aproveitamos para passar o dia visitando as lojas que nos interessavam. Fizemos uma lista antes de sair do Brasil, para poder aproveitar melhor o dia. Posso dizer que realmente os descontos são muito bons e, apesar das lojas estarem bem cheias, o que nos chamou atenção é que as lojas são muito organizadas para receber o público e não é preciso ficar muito tempo nas filas. Outro ponto para destacar é que as lojas ficam com descontos por vários dias após a Black Friday.  No final, do dia fomos na Grand Central Station, que era super perto do nosso hotel e é muito linda, também vale a visita.

  • Neste dia aproveitamos e compramos roupas de frio, pois apesar de ser final do outono, pegamos -12o C e o vento é realmente congelante. Nós gostamos muito da Uniqlo, principalmente para comprar roupas térmicas, que são necessárias para bater perna pela cidade.

Clique aqui e confira meu guia de compras da Uniqlo.

No dia 24/11, pegamos o metrô (compramos o metrocard para 7 dias por U$32) e fomos até o Memorial do 11 de Setembro. Vale muito a pena visitar o museu, tem uma energia surreal e é muito interessante saber como tudo ocorreu naquele triste dia. Na parte da tarde, fomos até a Times Square e passeamos nos arredores. Nesta época já estava anoitecendo em torno de 16h30min, 17h, então é importante começar o dia cedo para poder aproveitar.

  • Neste dia, fomos até o mercado Whole Foods, que fica perto do Bryant Park. Compramos algumas frutas, iogurte e água para ter no hotel, caso ficássemos com fome e para tomar um café da manhã mais rápido quando fosse necessário. Esse mercado vende muitas coisas orgânicas e vegetarianas/veganas.
  • Antes de sair do Brasil, nós compramos o City Pass. É mais barato do que comprar os ingressos direto na bilheteria, eles enviam o voucher por email e também tem filas preferenciais nas atrações para quem tem o City Pass. Pagamos U$132 por pessoa e ele da direito à 6 atrações.
  • City Pass – vale a pena? Clique aqui e confira!

No dia 25/11, fomos assistir um jogo de Futebol Americano no MetLife Stadium. Pegamos um trem na Penn Station, em direção a Meadowlands, e fomos até lá, o ticket é barato, em torno de US$10. Compramos o ingresso com uns seis meses de antecedência e ele custou em torno de U$100 para cada um. Foi muito legal ir ao estádio para ver como funciona um evento que é tão tradicional na cultura americana. As torcidas dos dois times sentam juntas e todos se respeitam. Para quem gosta, sugiro provar o tradicional hot dog americano, é delicioso.

Saiba mais sobre jogos de futebol americano em Nova York!

No dia 26/11 estava chovendo, então aproveitamos para fazer programas em lugares fechados. Fomos até a NY Public Library, que é linda demais! Vale a visita para quem gosta de livros. E, na parte da tarde fomos até o Museu de História Natural. O Museu é enorme, então vale a pena separar um turno inteiro para fazer a visita. Nós pegamos um tour guiado de uma hora (gratuito), para conhecer os principais pontos do museu e depois retornamos aos lugares que achamos mais interessantes.

O que fazer em Nova York em dias de chuva?

No dia 27/11, pela manhã fomos passear no Central Park, pois de tarde tínhamos reserva para o Blue Box Café, que fica dentro da Tiffany da 5ª Avenida. Fiz a reserva com um mês de antecedência pelo site da loja (é bom ficar de olho, pois as mesas esgotam poucos minutos depois que eles abrem as reservas do dia). Foi uma experiência fantástica ter o breakfast at Tiffany’s. Para quem gosta da loja e do filme, vai adorar. No final da tarde fomos no Empire State e ficamos lá para ver as luzes da cidade na parte da noite.

Saiba mais sobre o Blue Box Cafe e dicas para a sua reserva!

No dia 28/11, fomos passear pelo High Line, que é muito bonito, mas eu acredito que seja mais proveitoso para quem vai em uma época mais quente, pois tinha muito vento e estava bem vazio. Também fomos no Chelsea Market e almoçamos por lá, tem várias opções de restaurante e a comida é maravilhosa. De noite fomos assistir ao show do Rei Leão na Broadway. Compramos os ingressos também com antecedência e a sessão da quarta às 19h é sempre mais barata do que as dos outros dias.

Clique aqui para comprar o seu ingresso para a Broadway!

No dia 29/11, fizemos o passeio de barco até a Estátua da Liberdade e o museu Ellis (que fica em outra ilha). Confesso que não esperávamos muito desse passeio, mas no final, nós adoramos. É muito legal ver a vista da cidade da ilha da Estátua. E o Museu Ellis, que conta a história da imigração nos EUA, foi uma grata surpresa, achamos muito interessante.

Compre seu ingresso para a Estátua da Liberdade.

No dia 30/11, fomos até Washington. Optamos por comprar um passeio com guia aqui no Brasil ainda. O ônibus saiu de NY às 7h e retornou próximo da meia noite. Podemos aproveitar para conhecer os principais pontos da capital.

Quer fazer um passeio para Washington? Clique aqui e conheça a capital com guias brasileiros.

No dia 1º/12, fomos novamente no Central Park, para conhecer a parte mais ao norte, o que não conseguimos fazer no primeiro dia. Na parte da tarde, fomos no Museu Metropolitan, que também é muito legal, pois tem obras de artistas famosos, divididas em diversas salas. Também recomendo deixar um turno inteiro para o museu, pois é gigante.

No dia 02/12, meu namorado foi em mais um jogo de Futebol Americano no MetLife Stadium e eu fui assistir o Quebra Nozes, no New York City Ballet. Eu estava em dúvida se ia ou não, mas é um verdadeiro espetáculo. Para quem gosta de ballet, é imperdível. Além da dança, tem a orquestra e o próprio teatro onde foi a apresentação é um espetáculo a parte. Comprei o ingresso com um mês de antecedência no site do NYC Ballet e custou U$80.

Saiba mais sobre o espetáculo!

No dia 03/12, subimos no observatório do One World Trade Center. Acabamos não subindo no mesmo dia que visitamos o museu do 11/09, pois estava com pouca visibilidade. É muito bonita a vista da cidade lá de cima e é diferente do Empire e do Rockfeller, pois é possível ver a cidade do sul de Manhattan para o centro. No final da tarde, fomos no Rockfeller para ver o pôr do sol e esse é o meu observatório preferido, pois é possível ver o Empire de pertinho no meio dos prédios.

Clique aqui para comprar ingressos para o observatório.

No dia 04/12, fomos passamos pela ponte do Brooklyn e passeamos no bairro. As casas são lindas e é um bairro mais residencial, então não tem tanto movimento de turistas, adoramos lá. De noite fomos no Bryant Park, que nesta época tem uma feirinha de natal, com rink de patinação no gelo e várias lojas de artesanato e restaurantes.

No dia 05/12, nós tínhamos o voo marcado para o final do dia, então ficamos mais por perto do hotel e nos despedindo da cidade.

PS: Para quem gosta de Natal, essa época já tem todas as decorações, músicas pelas ruas e todo aquele clima mágico que nós vemos nos filmes. E realmente é maravilhoso, não tem como não entrar no clima da data.

Gostaram do relato da Bruna? Se você quiser participar, envie seu relato para análise para laura@lauraperuchi.com COM FOTOS, seu nome completo e cidade/estado. LEMBRE-SE que é preciso ser detalhista. Não precisa escrever um livro, mas seu relato tem que ser informativo!


Leave a Response