compras

Guia da bota perfeita para o inverno em Nova York

Como já falei diversas vezes, as dúvidas sobre o inverno em Nova York são as mais recorrentes. Como se vestir, como programar o roteiro, quais os programas indicados para a época, o que fica inviável fazer… É um assunto que eu sempre abordo em posts aqui no blog e em vídeos no canal. Mas, tudo parte do look perfeito – afinal, se você estiver passando frio ou se estiver com um calçado inadequado, mesmo o roteiro mais perfeito vai virar um pesadelo. Por isso, hoje eu resolvi reunir em um post todas as minhas dicas para vocês escolherem a bota perfeita para o inverno em Nova York.

Veja também:

Como escolher o calçado ideal para a sua viagem a Nova York?

  • Cheque a temperatura média da data da sua viagem – saber o que você vai encarar em termos de temperatura ajuda a programar o roteiro e preparar a mala – e, consequentemente, saber que tipo de calçado você precisa levar. Se a sua viagem acontecer num período entre meados de novembro até o fim de março, você precisará ter atenção redobrada ao tipo de calçado escolhido. Isso porque, nessa época, as temperaturas costumam ser bem baixas – chegando a médias negativas em dezembro, janeiro e fevereiro.
  • Conforto e durabilidade/ resistência são fatores importantes na hora de escolher uma bota – em Nova York você vai andar muito. Não importa se você fará alguns trajetos de metrô ou Uber/táxi: você vai caminhar bastante. Por isso, é essencial que sua bota tenha qualidade – afinal, não dá para contar com um solado descolando depois de um dia de caminhada, certo? Além disso, o conforto é primordial. Não preciso nem justificar esse quesito né? Poucas coisas são tão desagradáveis numa viagem do que um pé machucado por conta de um calçado desconfortável.
  • Opte por botas de cano médio a longo – elas vão ajudar a manter o seu pé aquecido, fazendo com que ele não perca calor tão facilmente. Além disso, o cano mais longo da bota ajuda a manter as suas pernas aquecidas também.
  • Esqueça o salto – esqueça as cenas de Carrie Bradshaw em Sex and the City. A realidade é outra. Ealto alto e Nova York não combinam tão bem na vida real como combinam na ficção. Deixe os saltos apenas para os jantares ou outros programas noturnos, que não vão exigir longas caminhadas.
  • Uma bota bota precisa ser impermeável, antiderrapante e ter isolamento térmico – o primeiro item evita que seu pé fique encharcado no caso de pisar em alguma poça num dia frio e, acredite, um pequeno vazamento pode fazer seus pés congelarem. O segundo item evita um escorregão – e que você tenha que acionar o seguro saúde. O terceiro item, obviamente, mantém os seus pés quentinhos mesmo no dia mais gelado.

OBS: botas de cano curto, sem salto, são boas companheiras no início do outono e final da primavera, quando as temperaturas já não são tão baixas. Não aconselho esse tipo de bota para bater perna durante o inverno.

Eu preciso de uma bota de neve?

  • Uma coisa muito importante que você precisa saber sobre neve em Nova York: aqui não neva dias a fio. É muito comum as pessoas me perguntarem se “ainda está nevando” depois que elas sabem que começou a nevar. A verdade é que aqui neva UM DIA apenas, em intervalos esporádicos – não é como em outras cidades que a neve cai por dias sem parar. Ou seja, existe uma grande possibilidade de uma pessoa vir para Nova York no inverno, ficar 7 dias e não ver um floco de neve sequer.
  • Além disso, outro fator que você deve levar em conta é: com que frequência você viaja para destinos frios? Você pretende fazer outras viagens de inverno? Se a resposta for positiva, é algo a ser considerado, já que uma bota específica não vale somente para dias com neve, mas para manter seu pé quentinho em temperaturas extremas.
  • O local onde você mora também interfere nessa decisão. Se você vive no sul do Brasil, é provável que tenha algumas botas no armário e que, seguindo algumas dicas, possam ser suficientes para encarar o inverno em Nova York. Se você mora num lugar mais quente, é possível que não tenha nenhuma e aí será preciso investir em algo.

Minhas botas favoritas

1 e 2. Botas de cano curto e salto – essas botas são da Mississipi e Dakota, marcas brasileiras. Aliás, fazendo um adendo, acho que as botas brasileiras (falando das casuais/sociais) são muito superiores em beleza e qualidade que as botas daqui, falando num custo-benefício geral. Essas duas aí eu uso mais para sair à noite ou para eventos especiais – resumindo, para ocasiões nas quais eu vou caminhar pouco e ficar pouco exposta ao frio. Você pode adotar essa estratégia, caso queira sair mais arrumada algum dia da viagem.

3. Bota over the nnee – para mim, é uma das botas mais estilosas, capaz de dar um up em qualquer look. Essa minha tem salto anabela, que garante mais conforto. Além disso, o cano super longo ajuda a manter as pernas aquecidas. Essa não é uma bota que eu consigo caminhar por muito tempo, então, costumo usá-la nas mesmas ocasiões que uso as botas anteriores. Mas você pode, por exemplo, trazer uma bota assim, sem salto.

4. Bota de montaria – acho que é uma das mais versáteis, já que ela combina conforto e beleza. É uma das botas que mais uso, inclusive para bater perna por aí. Em dezembro de 2017, na minha viagem para Espanha e Portugal, usei essas botas todos os dias para turistar. Recomendo muito esse modelo, pela versatilidade e praticidade. A minha é da Mississipi.

5. Bota de inverno/neve – essa bota – da Fiero, marca brasileira – atende todos os quesitos de um bom calçado de inverno/neve: tem solado antiderrapante, é impermeável (confesso: dá até uma satisfação pisar numa poça com essa bota haha, #louca) e tem forro interno, que mantém os pés muito quentinhos. Além disso, ela é muito confortável – sim, apesar do salto, que não é muito alto, eu consigo caminhar pra lá e pra cá o dia todo.

Onde comprar botas? No Brasil, pela internet, recomendo o site da Dafiti. A seleção de botas de inverno, forradas, é bem completa. Em Nova York, eu recomendo a rede DSW Shoes. Há várias lojas espalhadas pela cidade, é uma rede multimarcas, com preços remarcados de tênis, botas, sapatos, etc.. Todos os links indicados neste post redirecionam para o site da Dafiti ou da DSW Shoes. São links afiliados – não custa nada a mais para você fazer a compra por eles e você ainda ajuda o meu trabalho. Ah, e vale lembrar que é possível fazer troca e/ou devolução do site da DSW Shoes em uma das lojas físicas. Ou seja, se você quiser comprar e enviar para o hotel e depois precisar trocar ou devolver, é só procurar a loja mais próxima.

E se eu não comprar uma bota específica?

1. Use meias térmicas – a Uniqlo é a marca que eu recomendo aqui em Nova York – mas no Brasil certamente há outras opções. Há meias térmicas no formato de legging, meia-calça, meia 3/4, meia clássica, etc. O que você pode fazer é, por exemplo, usar uma meia-calça térmica (ou uma ceroula, no caso dos homens) e uma meia tradicional de algodão por cima.

2. Invista num Boot Liner – é como se fosse um forro removível, de material com isolamento térmico.

3. Use uma Palmilha de lã – é algo super fácil de encontrar no Brasil e ajuda a manter a sola do seu pé bem aquecida.

4. Compre um Foot Warmer – são palmilhas descartáveis que aquecem em contato com o ar e se mantêm assim por até cinco horas. São baratas e podem ser encontradas em farmácias e na Harmon.

5. Tenha um spray impermeabilizante – esse tipo de produto ativa a resistência à água do seu calçado,  e, deste modo, promove a impermeabilidade do mesmo. Você encontra na Decathlon no Brasil e em lojas da Aldo em Nova York.

VITRINE! Botas casuais para ELAS – para comprar no Brasil

Botas casuais para ELAS – para comprar nos EUA

Botas especiais de inverno para ELAS – para comprar no Brasil

Botas especiais de inverno para ELAS – para comprar nos EUA

Botas especiais de inverno para ELES – para comprar no Brasil

Botas especiais de inverno para ELES – para comprar nos EUA

Espero que tenham gostado desse post! Todos os links neste post são links afiliados – não custa nada a mais para você fazer a compra por eles e você ainda ajuda o meu trabalho!


Leave a Response