gastronomia

Guia da alimentação saudável em Nova York

O post de hoje é foi escrito pela leitora Camila Sampaio. Camila é nutricionista clínica com especialização em nutrição funcional e fitoterapia e pós-graduanda em nutrição e fisiologia do exercício. Vocês podem acompanhar a Camila pelo Instagram clicando aqui. A Camila entrou em contato comigo para escrever sobre como é possível comer saudável em Nova York – coisa que eu SEMPRE digo para vocês! E se você acompanha o blog há algum tempo, já deve ter percebido que a cidade não vive de fast food, certo? Adorei a colaboração dela – alguns dos restaurantes citados já apareceram aqui no blog, mas há outras dicas bem legais! Espero que curtam! 

7 restaurantes de comida saudável em Nova York

5 restaurantes de comida saudável em Nova York

Meu nome é Camila Sampaio, sou nutricionista e uma apaixonada por Nova York. Em abril, estive pela quarta vez na cidade e dessa vez fui com um propósito: acabar de vez com aquela ideia de que em Nova York só se come fast food. É claro que se você está viajando a passeio, você não precisa se privar de experimentar um fast food ou alguma coisa muito fora da sua rotina de alimentação. Mas uma dica que eu dou sempre aos meus pacientes é: mantenha-se dentro da sua proposta na maior parte do tempo, faça boas escolhas sempre que possível. E eu vou te mostrar agora que em Nova York, se você quiser, você pode comer saudável o tempo inteiro da sua viagem.

Veja os endereços no mapa ao final do post!

Vamos começar com a categoria do momento, vegetarianos:

  • By Chloe – Esse é o restaurante vegano mais procurado no Google em 2018. Até quem não é vegano, quer experimentar. Eu estive na loja do Rockfeller center e adorei a experiência. São 6 lojas pela ilha e várias novas que irão inaugurar. Eu escolhi um Whiskey BBQ e meu marido um The burg BLT. Os dois com batata assada com páprica e Kombucha para beber. Mesmo não sendo vegana, voltarei com muita certeza para experimentar outras coisas. Aceita somente cartão como foma de pagamento. Os preços variam de U$8 a U$10.
  • Blossom – Um restaurante vegetariano com opções super criativas no menu. Eu não comi dessa vez, só fui conhecer e gostei bastante da proposta. Eles fazem reinvenções das versões clássicas da culinária mundial. Já está na minha lista para a próxima viagem. É preciso fazer reserva pelo site, telefone, e-mail ou até mesmo em alguma das duas lojas. Preços de U$7 a U$22. Confira o menu.
  • Souen – Não chega a ser vegano, mas é um restaurante baseado nos princípios da alimentação macrobiótica, com ingredientes orgânicos, sem lácteos, sem carne ou qualquer alimento refinado. Uma experiência diferente, com combinações e sabores bem inusitadas. A conta não sai tão baratinha, pois as porções são muito pequenas, então você acaba pedindo várias opções. Uma coisa bem legal é que eles oferecem várias provinhas de opções do menu. Então para quem tiver em dúvida do que escolher, é uma boa ajuda. Recomendo pela experiência que é bem diferente. Preços de U$9 a U$24. Confira o menu.

Paleo e Low Carb: Chegamos na minha categoria favorita.

  • Hu Kitchen – Um restaurante paleo, low carb e todo baseado nos princípios da comida de verdade. Tudo lá é de cultivo e produção própria. Inclusive o café e o chocolate. Como não amar? Infelizmente só tem uma loja na cidade ainda. Mas com um ambiente lindo, um cardápio muito variado e tudo delicioso. Se você, assim como eu é preocupado com a origem dos alimentos que você está comendo, esse é o lugar certo. Sem falar do atendimento incrível. Eles te explicam tudo, inclusive sobre o cultivo e preparo do seu prato. E a melhor parte, o preço cabe no bolso de muita gente. Quer outra melhor parte? Eles são tipo um mercado, que você pode levar toda essa experiência para o seu hotel ou apartamento. Levem os chocolates deles, eu tenho certeza que vocês vão amar. E são preparados com ingredientes de ótima qualidade. Opções de almoço por U$10 em média. 
  • Egg Shop – Aqui se você não é low carb, você também é bem-vindo. É um restaurante cujos pratos levam, como o nome sugere, ovos. O menu é todo adaptado à sua vontade. Quer com pão? Temos. Quer sem pão? Também temos. Sabe aquele brunch bem americano? No Egg Shop você consegue sem sair da sua proposta de alimentação. Adorei tudo o que vi por lá. Preços de U$10 a U$15.
  • The counter – Esse não exatamente um restaurante low carb, mas eu incluí ele nessa categoria, pois eles têm um cardápio fixo com o bom e tradicional Hambúrguer americano e além disso, te possibilitam montar o seu Hambúrguer totalmente low carb. E para beber, chás geladinhos e deliciosos. O preço é um pouquinho mais alto do que as redes de Hambúrguer, mas vale pela liberdade de você montar no seu gosto. OBS: vá preparado para não conseguir mesa. E é uma ótima opção para o dia em que você decidir passear a noite pela Times Square. Preço médio: de U$15 a U$20.

Saladas – as opções abaixo têm todas o mesmo conceito: locais onde você monta sua própria salada ou escolhe uma das versões oferecidas. Preço médio: de U$10 a U$14:

  • Chop’T – Sabe aquele dia da viagem que você já provou várias comidas típicas da cidade e está começando a sentir falta da sua alimentação saudável? O Chop’t é sem nenhuma dúvida a melhor opção, principalmente se você estiver visitando a cidade no verão. Eles têm simplesmente as melhores saladas que eu já comi na vida. No bom estilo monte ao seu gosto, você pode escolher as folhas, os acompanhamentos, os molhos e os temperos. E o melhor de tudo é que todos os ingredientes são orgânicos e os molhos são todos preparados por eles e sem nenhuma adição de açúcar. Para quem está sem criatividade, eles também tem um menu fixo com ótimas opções. Preço médio: de U$10 a U$14
  • Fresh & Co – Uma empresa super ecologicamente correta, preocupada com a origem dos seus alimentos e com o meio ambiente. O carro chefe deles são as saladas. Aquelas servidas em um bowl bem grandão com várias coisas deliciosas misturadas e muito bem temperadas. E apesar de não ser um restaurante com uma categoria específica tipo vegetariano, glúten-free ou low carb, eles agradam a todas as tribos. Todos os ingredientes são orgânicos e como o próprio nome já diz, são muito frescos e deliciosos. O Fresh&Co também tem os market plates, que são opções com uma proteína de sua escolha (frango, salmão, carne) e acompanhamentos.  Dá para pedir no site e retirar em uma das lojas também. Preço médio: de U$10 a U$14
  • Just Salad –  Esse é uma outra opção de loja especializada em saladas, que você também consegue pedir pelo site. E uma coisa bem legal, é que eles colocam as calorias no menu. Ou seja, para quem não quiser sair nadinha da linha, você consegue manter o controle 100% no Just Salad.
  • Sweetgreen – Mais uma rede fast food de saladas. O diferencial deles? A variedade de ingredientes, é quase infinita. Você fica querendo colocar tudo na sua salada. O Sweetgreen também conta com os Warm Bowls, que são bowls quentinhos, com legumes, vegetais e carboidratos (como arroz integral ou quinoa).

Das redes de saladas, a Sweetgreen é a minha favorita! (Laura)

Sucos: (No inverno todas as opções oferecem chocolate quente, cafés e chás).

  • Juice Generation – Essa é a minha loja favorita, por vários motivos. E o primeiro é a preocupação deles em priorizar o consumo de produtos orgânicos e de produtores locais. Além disso, parte de todos os sucos vendidos é destinado para projetos sociais no Harlem e em ongs protetoras de animais. E como se tudo isso não fosse o suficiente, eles ainda fazem os melhores sucos da cidade. O cardápio conta com sucos, smoothies, açaí e os “sucos medicinais”, que seriam sucos com propriedades funcionais. E é claro que eu não preciso dizer que esses são os meus favoritos né!
  • Jamba Juice – Uma rede de sucos também com um menu super variado e uma coisa bem legal são os shots de antioxidantes. Esses shots eu amo, principalmente para as ocasiões em que sofremos uma mudança brusca de temperatura tipo verão no Brasil e neve em Nova York. Você dá um reforço extra para o sistema imunológico.
  • Juice Press – Eles seguem a linha de só oferecerem produtos orgânicos e cultivados no Estados Unidos. No menu, mais de 50 opções de sucos, smoothies, chás, águas saborizadas e algumas opções de comidas saudáveis seguindo a mesma proposta. Alimentos sem conservantes, frescos e pronto para você já sair consumindo. Eu experimentei o matcha com leite de amêndoas e amei.
  • Joe & The Juice – Esse lugar eu já tinha escutado a Laura falar e na minha visita a NY, conheci ele no dia do Movie Tour do Jayme Ribeiro. Finalizamos o tour na loja do Soho e eu ganhei o quizz do final do tour e aceitei a sugestão do Jayme, escolhendo o suco Sex me up. E super recomendo! Se você gostar de gengibre, é delicioso. Voltei outro dia em uma loja próxima ao Central Park e experimentei o Herb tonic, também muito gostoso. E além dos sabores, o atendimento é ótimo e o lugar lindo.
  • Liquiteria – Cardápio inteiro orgânico e com algumas opções de leites vegetais para os veganos. Sucos, smoothies, vitaminas, suchás, mingau e para os amantes de açaí, é a melhor opção em NY. A que mais se parece com o açaí do nosso Brasil. O ambiente é super descontraído e no estilo nova-iorquino de comprar e levar.

Café da manhã

  • The Butcher’s Daughter – uma boa opção para um café da manhã com calma, principalmente para um brunch aos domingos. O cardápio orgânico com muitas opções, vai realmente te deixar em dúvida do que pedir. Infelizmente não comi no local, mas tomei um café para conhecer o ambiente e fiquei com muita vontade de voltar. Confira o menu clicando aqui.
  • Two Hands – Esse é um restaurante australiano super legal. A proposta deles é levar a vida leve e fresca do litoral, para a grande metrópole. Eles têm um menu bem completo com ingredientes orgânicos e frescos. O brunch deles foi eleito em 2016, pelo New York Times, como um dos melhores brunchs saudáveis de NY. Sem falar que o preço deles é ótimo. Confira o menu clicando aqui 

Mais opções:

  • Dig Inn – Eles têm as opções do cardápio, mas se você quiser, pode montar a sua combinação. Apesar de não ser vegano, tem várias opções veganas e todas sinalizadas no menu. A decoração da loja que eu fui, era um charme à parte. Você monta o seu próprio MarketPlate. Primeiro, escolhe uma proteína (almondêgas, peru, frango, salmão, tofu), depois opta por um grão ou folha (arroz integral clássico, arroz integral com tomate, etc) e mais 3 acompanhamentos (batata doce, cenoura, couve, maçã, couve-flor). Esses pratos variam de U$8 a U$12.
  • Nanoosh – Mais uma boa opção para matar a fome na hora do almoço. As lojas são naquele estilo nova-iorquino com balcão de pedidos e mesinhas e banquetas para uma refeição rápida. Um cardápio variado e inteiro preparado com ingredientes orgânicos, que oferece opções glúten-free, veganas, vegetarianas, sopas, saladas, pratos feitos, sobremesas, frutas picadas e sucos naturais. Opções a partir de U$9
  • Kashkaval Gardens – É um restaurante grego, com opções mais saudáveis dos pratos tradicionais. Ambiente romântico para quem quiser fugir do agito de Manhattan, sem sair muito da dieta. Recomendo o Fondue de trufas, que foi uma das melhores coisas que eu comi na vida (U$14 por pessoa). Tem algumas opções veganas e várias sem glúten e lactose. Confira o menu clicando aqui.

Para qualquer ocasião

  • Pret a manger – Uma espécie de fast food saudável. Com um menu bem variado, agrada a todos os gostos e estilos. Ótima opção para café da manhã, almoço e lanches rápidos. Sanduíches, bowl de saladas, wraps, sucos, vitaminas, frutas picadas, iogurtes e cafés. E no inverno ainda tem uma variedade bem legal de sopas, que você pode inclusive levar para o hotel para aquele dia que bater o cansaço à noite. Eu comi várias vezes na rede em vários horários diferentes. A rede possui muitas lojas pela cidade. Opções a partir de U$7.
  • Hale & Hearty –  Oferece  snacks, wraps, saladas, sucos e sopas. Sim, as sopas são o carro-chefe deles. E são incrivelmente deliciosas. Experimente todas se você puder, principalmente se você for à cidade no inverno. É uma boa opção para o almoço, para meio do dia ou até mesmo para jantar, quando você já estiver exausto de passear o dia todo. Os precinhos são ótimos e a melhor parte: eles têm mesa para você comer sentado. E como os bons fast foods, eles estão por toda parte. Opções a partir de U$4
  • The Little beet Table – Aquele restaurante que poucas vezes você vê em roteiros de viagens a NY. Mas eu super recomendo que você inclua ele no seu. O lugar é uma graça, o atendimento maravilhoso e o menu inteiro sem glúten, com muita variedade legal, inclusive opções veganas. Eu experimentei o brunch no domingo e a experiência foi incrível. Dica: Se puder, faça a sua reserva com antecedência para não perder viagem, pois costuma ficar cheio. Mas você também pode fazer o seu pedido pelo site.
  • Terri – Fast food saudável, com boas opções veganas e não veganas de sanduíches, lanches, sucos, smoothies, wraps, saladas e opções de café da manhã. O menu tem também alguns muffins e cupcakes com ingredientes mais saudáveis. Uma coisa legal é o menu de sucos do dia, com 6 opções por dia. O preço e o atendimento são bons, mas no geral, não me surpreendeu. Preço médio: U$10

De rua

  • Trailers de suco de rua – Conhecer Nova York significa andar muito. E os sucos são uma ótima forma de repor água e nutrientes nesses dias. E assim como as barracas de frutas, os trailers estão por toda parte. E para quem tem medo de comer comida na rua, a boa notícia, é que a fiscalização do controle de higiene da comida de rua em Nova York é muito rigorosa.
  • Barracas de frutas de rua – Sabe aquela hora que bate uma fominha no meio da rua? Uma fruta sempre é bem vinda. Elas são uns dos charmes da cidade e estão espalhadas por toda parte. São frutas lindas e apetitosas.

Mercados

  • Whole Foods – É claro que não podia faltar. O paraíso da comida saudável. São várias unidades pela cidade e lá você encontra todo tipo de comida, lanches, bebidas e opções de café da manhã também. Tudo orgânico e fresco. E se você quiser comer, eles também têm comidas prontas para serem consumidas. Se você gosta de alimentação e comida saudável, vale a pena pelo menos uma visita. Com certeza você verá comidas por lá, que nunca viu antes. E como nutricionista, esse é sempre uma das minhas paradas diárias quando estou em Nova York.

Percebeu como dá sim para ser saudável em Nova York! Eu te proponho incluir pelo menos 1 desses lugares por dia no seu roteiro. Eu tenho certeza que você não irá se arrepender.

Obrigada pela contribuição Camila! Vocês podem acompanhar a Camila pelo Instagram clicando aqui.

 


Leave a Response