Diário de viagem

Diário de viagem a Nova York – Marina Coutinho

O Diário de Viagem é uma seção que traz relatos de leitores do blog. Nesses relatos, eles contam como foi a viagem a Nova York, o que mais gostaram de fazer, o que não gostaram, dividem dicas, enfim: um diário mesmo. A convidada de hoje é a Marina Coutinho, do Rio de Janeiro, RJ. Ela ficou 13 dias na cidade, em julho de 2017. Para conferir mais relatos, clique aqui.

Viajei para Nova York com a minha mãe de 17 a 30 de julho de 2018. Estudamos bastante, planejamos com cuidado o que queríamos fazer sem grande rigidez, dando chance para respeitar nosso ritmo e o clima de cada dia. Fomos de LATAM e passamos um certo aperto com atraso no vôo RJ-SP na ida e correria para chegar a tempo no terminal da conexão SP-RJ na volta. O maior contratempo foi a falta de informação e má vontade dos funcionários na volta, em Guarulhos, mas nada que comprometesse nossas férias.

Hotel: ficamos hospedadas em Midtown, no City Rooms Times Square, 8ª Avenida com 47. Foi o melhor custo-benefício que encontramos, uma vez que um dos nossos principais objetivos era assistir musicais da Broadway e geograficamente o hotel favorecia. Quarto pequeno, porém atendeu nossas necessidades, afinal não vamos para Nova York ficar para no quarto, rs. A limpeza não era lá essas coisas, mas a equipe era atenciosa e atendeu nossa solicitação de ficar no segundo andar, já que não tem elevador.

Reserve o City Rooms Times Square.

CityPass e afins: consideramos , mas optamos por não comprar. Como teríamos uma quantidade razoável de dias na cidade, preferimos escolher as atrações de acordo com o clima do dia e nossa vontade. Em relação às filas, ficamos surpresas com a organização de museus e observatórios, anda super rápido. Além disso, quanto mais cedo a gente chegava, menos fila encontrávamos.

Vale a pena comprar um Pass?

Ingressos de atrações: compramos apenas o One World Observatory ainda no Brasil, por indicação do grupo. Pela promoção do MasterCard, às terças-feiras, comprando um ingresso, o segundo sai de graça.

Clique aqui para comprar ingressos para o One World Observatory.

City tour: fizemos o Movie Tour do Jayme Ribeiro na quinta e na terça, valeu muito a pena! Quinta-feira andamos pela região de Downtown e distrito financeiro, com passeio pelo Staten Island Ferry. Na terça, passamos pela Times e cenário de muitas séries e filmes e fomos até o Village, que amamos! Além disso, o Jayme é um querido, super solícito e muito bem informado sobre a cidade. Graças à dica dele do StubHub, vimos mais dois musicais por preços super em conta!

Reserve o Movie Tour com desconto!

Compre ingressos para a Broadway clicando aqui

Trajeto Aeroporto-hotel: mais uma dica de ouro da Laura! Fomos do JFK até o nosso hotel super tranquilamente de AirTrain + Metrô. Só seguir o vídeo da Laura com a Paty. Na volta, fizemos a mesma coisa. Uma bela economia!

Clique aqui e saiba como usar o Airtrain

Metrocard: já compramos o ilimitado logo no primeiro dia e, ao final dos 7 primeiros dias, recarregamos para mais 7. Laura, mais uma vez, muito obrigada por essa dica! Usamos bastante metrô e ônibus, ambos super eficientes! O ar condicionado do ônibus é um alento para o calor.

Clique aqui e confira a série de vídeos sobre o metrô.

Clique aqui e confira o vídeo sobre o ônibus.

Observatórios: Subimos no Empire State, de manhã cedo, dia lindo. Foi ótimo! No Top of The Rock, optamos por ir a noite no bar Sixty Five (65º Andar), foi maravilhoso, tomamos drinks de cara com o Empire State iluminado, super recomendo! Como já comentei, já viemos com os ingressos para o OneWorld comprados. O dia não estava tão limpo então a visibilidade saiu um pouco prejudicada. Não voltaria, mas acho que vale a experiência. Fomos no fim da tarde e aguardamos o pôr do sol. Ver a Brooklyn Bridge se iluminando não tem preço.

Garanta ingressos para as atrações de Nova York

Boston: fizemos um bate e volta de ônibus até Boston, saindo as 7h e chegando de volta a NY por volta de meia-noite. De fato, valeria a pena investir em hospedagem e mais dias em Boston. Já sabíamos disso antes de ir, mas para nós valeu a pena. Tivemos uma visão geral da cidade através do Hop on Hop Off, almoçamos no Quincy Market e fomos até Harvard de metrô. Numa próxima, fico por uns 2 dias, mas, com certeza não me arrependo.

Quer conhecer Boston também? Clique aqui para contratar um passeio para a cidade! 

Espetáculos da Broadway: não compramos nenhum ingresso no Brasil. Pesquisei bastante através das dicas da Laura, Jayme e outros sites. No total, vimos Beautiful, Waitress, Wicked, Frozen, Hello Dolly e a paródia de Friends (off Broadway). Todos com ingressos com desconto, gastamos bem menos que imaginávamos para isso e todos foram emocionantes. (Amo teatro musical, acho que ficou claro, né? Rs)

Como comprar ingressos baratos para a Broadway?

Passeios imperdíveis (na minha humilde opinião, rs):

  • Brooklyn Bridge, região de Dumbo e Williamsburg. Fizemos o trajeto de NYC ferry, como manda o vídeo da Laura, hehe. Fomos a Smorgasburg e até a loja Package Free, uma loja zero waste que estava muito afim de conhecer. Aprenda a usar o NYC Ferry.
  • Central Park: naturalmente, não vimos tudo, mas foi uma delícia caminhar pelo parque, ir ao carrossel, ver o lago. Sempre que estávamos nos arredores, dávamos uma andada por lá.
  • Culto com coro gospel e Harlem: Que experiência! Fomos a Canaan Baptist Church, uma das igrejas listadas no post da Laura. A celebração durou mais de 3 horas, tomem café reforçado! rs. Mas foi emocionante, mesmo não compartilhando da convicção religiosa. Eles são muito organizados e gentis com os convidados. Ficamos até o final por respeito e meio hipnotizadas com as vozes do coro e da pastora convidada. No mesmo dia, caminhamos pela universidade de Columbia e um pouco do Harlem, foi um passeio muito agradável.

Saiba mais sobre cultos gospel no Harlem.

Um guia para explorar o Harlem.

  • Museus: fomos ao MET, Museu de História Natural e MoMA. Recomendo todos, para quem gosta. Cada um tem sua proposta, mas os três são muito organizados e ricos. Fizemos uma seleção das obras/exibições que mais nos interessavam para otimizar o tempo. Num dia, fizemos MET e História Natural. O MoMA ficou para outro dia, por falta de tempo. No geral, abrem às 10h e fecham às 17h. Aproveitamos os dias mais chuvosos para esses passeios.
  • Parques: Bryant Park, Washington Square Park e Madison Square Park são deliciosos para sentar e curtir uma sombra enquanto tomamos um café ou fazemos um lanche.
  • Coney Island: que lugar lindo! Ficamos encantadas. Minha sensação era de ter entrado numa máquina do tempo. Chegamos cedo, então os parques de diversões ainda não estavam abertos e a praia vazia, o boardwalk só pra gente. Por já ter visto esse cenário em muitos filmes e séries, tinha criado uma expectativa alta, mas que foi superada. Não sei como é nas outras estações, mas no verão eu recomendo.
  • Gulliver’s Gate e National Geographic Ocean Odyssey: pertinho da loucura da Times Square e do nosso hotel. Como nosso vôo era a noite, tínhamos a manhã livre e decidimos investir nessas atrações. Tinha lido sobre o Gulliver’s Gate e as maquetes e miniaturas e, realmente são muito bem feitas e detalhistas (principalmente a do aeroporto). No entanto, não me empolgou, achei que teria mais cidades,mais coisas para ver, talvez. Já o Ocean Odyssey me surpreendeu! Não vou a aquários nem zoológicos por não concordar com o aprisionamento e exploração de animais, então ter essa exibição só com o uso de tecnologia para reproduzir o oceano para mim foi fantástico. A mensagem que eles passam também sobre repensar nosso consumo, apesar de uma gift shop abarrotada de plástico desnecessário, também é muito válida. Vale comentar que eles se comprometeram a zerar o plástico em alguns anos (não lembro a data específica).

Por fim, gostaria de falar sobre orçamento. Acho um ponto muito particular, mas estava insegura com esse quesito. Para a nossa viagem, calculamos um valor por dia e procuramos respeitá-lo. Quase não fizemos compras e comemos super bem, porém sem luxo. Ainda conseguimos voltar com dólares pra próxima! Voltei para o Brasil com a certeza de que voltarei muitas vezes a Nova York. Foi tudo maravilhoso e agradeço primeiramente à minha mãe por ser a melhor companheira de viagem e à Laura e todos do grupo pela partilha de informações e experiências!

Obrigada, Marina, por compartilhar seu roteiro conosco! 

Gostaram do relato da Marina?  Se você quiser participar, envie seu relato para análise para laura@lauraperuchi.com COM FOTOS, seu nome completo e cidade/estado. LEMBRE-SE que é preciso ser detalhista. Não precisa escrever um livro, mas seu relato tem que ser informativo!


Leave a Response