turismo

Dicas para encarar o verão em Nova York

Muita gente sonha em conhecer Nova York durante o inverno: luzes de Natal (dependendo do mês, claro), muito frio e possibilidade de neve enchem os olhos dos turistas. Aqui no blog, o inverno já foi tema de muitos posts e vídeos, cheios de dicas de como aproveitar a cidade durante essa época e também de como se vestir apropriadamente e o que aguardar da estação amada e temida por tantos. Porém, precisamos falar sobre o verão em Nova York! Resolvi reunir algumas dicas para ajudar quem pretende visitar a cidade nesta época do ano.

– Não subestime o verão – já perdi as contas de quantas vezes escutei a pergunta indignada: “mas faz calor em Nova York?”. Como a cidade é famosa pelo inverno, parece natural que muita gente ache que não faz calor por aqui – mas, acreditem:  o verão é real. Nova York conta com as quatro estações bem definidas – então, sim, faz calor em Nova York! O verão começa oficialmente dia 21 de junho e termina dia 22 de setembro.

– Saiba o que você vai encontrar – nessa vida de internet, vejo muitas pessoas reclamando do verão em Nova York. Particularmente, acho que rola um pouco de exagero, afinal, o Brasil é um país quente. A diferença é que talvez você sinta mais o impacto do verão aqui porque está na rua batendo perna – e no Brasil você está no ar condicionado ou na praia. Mas, ninguém vem para Nova York para ficar no hotel, certo? No geral, eu não acho o calor daqui pior do que o do sul do Brasil (de onde eu sou e onde temos dias bem infernais). Tenha em mente que o verão novaiorquino é úmido – e, em dias de umidade alta, a sensação de abafamento piora bastante. Lembram da dica de checar sensação térmica no inverno? No verão, a dica é checar a umidade do ar. Mas, não se assuste: eu diria que são poucos os dias MUITO insuportáveis. Julho e agosto costumam ter as médias mais quentes – principalmente a segunda quinzena de julho e a primeira quinzena de agosto. Em setembro, o clima é uma delícia –  é outro mês ideal para quem não curte extremos. As temperaturas variam de 20ºC a 28ºC em julho, 19ºC a 27ºC em agosto e 15ºC a 23ºC em setembro. A paisagem é verde – as árvores estão no auge da folhagem, os parques estão “vivos”, as pessoas fazem piquenique, os restaurantes colocam mesas nas calçadas…

Como é o clima em Nova York?

– Seja prático na hora de arrumar a mala – acho que o maior medo das pessoas é passar frio – mas lembre-se: é verão! Deixe seus casacos no Brasil, porque você não vai precisar deles aqui. Sim, costuma refrescar à noite, mas nada a ponto de fazer você querer colocar blusa! O único conselho que eu daria é ter uma pashmina ou casaco (bem leve viu? Por favor!) para aqueles dias em que você vai ficar muito exposto ao ar condicionado – como em um museu, por exemplo. Não há 8 ou 80, então, da mesma maneira que a gente tira todas as camadas quando entra num ambiente aquecido durante o inverno, há chance de os mais friorentos sentirem falta de uma camada extra nos ambientes mega climatizados durante o verão. Mas é só. Mulheres devem investir em saias, vestidos e shorts – priorize tecidos leves, como algodão, que permitem a transpiração. Homens podem apostar em bermudas e camisetas.

– Saia para turistar preparado – além das roupas confortáveis, não esqueça de aplicar filtro solar no rosto (todos os dias do ano, né?) e, de preferência, nos braços para aqueles dias em que você ficará exposto por um longo perído de tempo! Além disso, tenha um bom óculos de sol. Também dá para investir em chapéus e bonés. Nos pés, preze pelo conforto! Eu gosto muito de tênis branco para o verão: tenho um confortável e, além disso, combina com tudo! Não deixe para estrear aquela sandália nova durante a viagem – a gente nunca sabe como calçados novos vão se comportar em nossos pés depois de muito tempo caminhando. Ah, e esqueça o salto alto – reserve somente para aqueles dias que pretende caprichar na produção para sair à noite. Não esqueça da garrafa de água: manter-se hidratado é fundamental e você vai encontrar bebedouros em vários parques.

– Otimize seu roteiro – Nova York tem dezenas de atrações – indoor e outdoor – e, no final das contas, o roteiro de todo mundo acaba sendo um mix de atividades em locais cobertos e também na rua. Para desfrutar de sua viagem da melhor maneira, otimize a organização do seu roteiro. Deixe as atividades externas, se possível, para o comecinho da manhã e para depois da metade da tarde – já que o período entre as 11h e as 15h costuma ser o mais quente. Não esqueça que temos horário de verão aqui também e, no auge do verão, o pôr do sol rola depois das 20h!

Nova York é uma cidade com estações muito bem definidas, lembrem-se disso. E isso é maravilhoso, pois cada estação é uma cidade diferente. E em qualquer estação, você vai curtir. Você pode não conseguir fazer um picnic no Central Park em janeiro – mas vai poder patinar no gelo. E a graça da cidade é a diversidade de coisas para se fazer. 

Espero que tenham gostado das dicas! Sou suspeita: eu AMO o verão. A gente passa tantos meses no inverno e espera cada segundo para poder curtir a vida lá fora! Acho que é por isso que sou tão defensora da estação: quero que todo mundo sinta a mesma felicidade que eu sinto ao curtir a vida ao ar livre sem mil camadas de roupa!


2 Comentários

  1. Estou aqui há 12 dias, peguei dia de muito sol (vi o Manhattanhenge) e agora chuva. Mas em nenhum momento senti frio, só trouxe um cardigan para usar à noite. Dicas perfeitas 👏🏻

Leave a Response