turismo

10 programas imperdíveis no verão em Nova York

Eu tenho mil e um motivos para amar a temporada primavera/verão – mas sem dúvidas o meu amor maior se deve ao número de atividades externas que são possíveis graças ao clima que não é mais congelante. Não é novidade para ninguém que essa é a minha temporada preferida – eu amo os dias mais longos, amo aproveitar os parques e bater perna por aí. Eu já escrevi alguns posts com sugestões do que fazer no verão mas hoje, especificamente, resolvi fazer uma lista maior – trago sugestões novas e reforço algumas que já apareceram. Essas atividades estão entre as minhas favoritas!

Andar de bicicleta – tá aí uma coisa que se torna bem difícil – e quase impossível, eu diria – durante o inverno. Mas no verão é uma delícia! Tenho uma história de muito amor com as magrelas, porque eu sempre fiz tudo de bicicleta, a vida toda. Uma boa parte das avenidas e ruas de Manhattan possui ciclovias ou faixas delimitadas para o trânsito de bicicletas. Fora isso, é ótimo pedalar nos parques. Meus locais favoritos para fazer isso são o Central Park, a FDR drive – rodovia expressa que sobe pelo lado leste da ilha, do lado do rio – a Randalls Island e Governors Island. Para saber mais informações sobre aluguel de bicicleta na cidade, clique aqui.

Governors Island – não canso de recomendar essa ilha! O lugar, que serviu como base militar por quase 200 anos – e era fechada ao público – fica bem pertinho de Manhattan – a apenas 800 metros. É um espaço público aberto – o local não tem fins lucrativos nem instalações comerciais. São 150 hectares! É conhecido como o oásis da cidade. Imaginem só: uma área verde enorme, cheia de parques legais, com muito espaço para correr, pedalar, fazer um piquenique e curtir um dia de verão. Isso sem contar as vistas incríveis! A ilha abre de maio a outubro (do dia 1/5 ao dia 31/10). Saiba mais detalhes e como chegar neste post aqui e neste aqui.

Praias – quem não tem Miami, tem que se virar com o que sobra… hahaha. Brincadeiras à parte, as praias de Nova York estão longe de figurarem entre as mais lindas do mundo. As águas não são quentinhas, mas na boa? Pra gente que mora aqui, ter uma praia a 30 minutos de metrô já é reconfortante. As duas pedidas mais famosas são Coney Island – que tem todo o seu charme por conta do parque de diversões que fica à beira da praia – e Rockaway Beach. Você pode conferir os posts sobre Coney Island aqui  – com todas as dicas do que fazer – e sobre Rockaway Beach aqui.

Rooftops – não dá pra falar de verão em Nova York sem falar de rooftops! Os terraços de vários hoteis na cidade ganham vida com a chegada dos dias mais quentes e ficam lotados de gente que corre pra lá pra curtir um happy hour com os amigos, curtir o pôr do sol e esticar para a noite! São inúmeras opções na cidade. A dica é: chegue cedo e fique atenta ao dress code. A boa notícia é que você não paga nada para entrar nesses locais – somente o que consumir. Aqui tem uma lista com vários rooftops badalados da cidade. Vejam posts sobre rooftops aqui. O meu favorito é o Westlight (foto).

Picnic – amo, amo, amo fazer picnic! É tão gostoso! Aqui em Nova York, a prática é muito, mas muito comum e eu confesso que adoro! Poucas coisas simples da vida são tão gostosas quanto sentar-se à sombra num parque para relaxar, ler um livro e comer comidinhas gostosas. E eu sempre recomendo esse tipo de programa para quem visita a cidade durante o período quente. Além de gostoso, é um costume bem local. Veja algumas informações e dicas essenciais parafazer um picnic.

Passeio de caiaque gratuito – dá pra andar de caiaque em Nova York sem desembolsar um centavo. O Hudson River e o East River têm espaços especiais para a prática durante o verão. E tá aí mais uma atividade para engrossar a lista de coisas para se fazer aqui durante os meses mais quentes. A experiência é fantástica! É uma delícia andar de caiaque e ainda ter como bônus a vista linda para Manhattan. Quer saber todos os detalhes? Clique aqui!

Drinks num barco – O Grand Banks fica atracado no Hudson River Park, no Pier 25 – costuma balançar um pouco. Como se trata de um barco aberto, o local só funciona durante um perído do ano – de meados de abril até meados de outubro. Você pode tanto pegar um drink e ficar em pé, perto do bar, ou pedir uma mesa à host e sentar-se.  A vista é mara: nada mais gostoso do que tomar um drink observando o One Wolrd Trade Center, o Hudson River com a Estátua da Liberdade ao fundo e Jersey City. Ano passado, a mesma empresa abriu outro bar no mesmo estilo – em um barco, o Pilot – só que no Brooklyn. Para saber mais detalhes, clique aqui.

Smorgasburg nada mais nada menos que a feira de comida mais famosa de Nova York. Rola de abril a novembro, todo fim de semana – aos sábados, em Williamsburg,  e aos domingos, no Prospect Park. Em cada dia, mais de 100 barraquinhas oferecem delícias doces e salgadas, das mais variadas opções possíveis. É um programa típico novaiorquino e uma oportunidade única para quem aprecia uma gastronomia diferente. Os organizadores são super criteriosos na seleção de novos vendedores – e a concorrência por um lugar na feira é acirrado. Minha dica? Vá a Williamsburg. A vista para o skyline de Manhattan é algo incrível e a vibe do bairro também. Leve algo para sentar no parque e curta muito!  Se você quiser conferir mais dicas sobre a Smorgasburg, clique aqui.

Aula de trapézio – por fim, não poderia deixar de falar dessa experiência incrível que tive ano passado! Quem já assistiu Sex and the City vai se lembrar que em um dos episódios a Carrie aparece praticando trapézio. O local em questão é a New York Trapeze School, com unidades no Pier 40 (Manhattan) e no Brooklyn. É uma experiência incrível, tanto para quem mora aqui quanto para quem está viajando e busca programas diferentes na cidade! Cada aula dura duas horas. Vale lembrar que a unidade do Pier 40 abre de abril a outubro e a do Brooklyn abre o ano todo. Cheque todos os detalhes – e meu vídeo – aqui.

Gostaram das sugestões?


Leave a Response