estudarturismo

Aula de culinária na The Brooklyn Kitchen

Eu sempre amei cozinhar, não sei se já comentei isso aqui no blog. Adoro pesquisar e testar novas receitas e amo receber os amigos em casa para um jantar especial. Cozinhar é como uma terapia! Minhas amigas me conhecem tão bem nesse quesito que no meu último aniversário, em julho, fui surpreendida por elas com um presente para lá de especial: uma aula de culinária na The Brooklyn Kitchen! Acabou demorando um pouquinho para fazer a aula, mas estive lá há algumas semanas e a minha experiência foi bem bacana e achei que merecia ser compartilhada aqui no blog. Aliás, minhas amigas me conhecem tão bem que quando me presentearam já disseram: você pode escrever no blog depois! E, claro, elas estão esperando um convite pra jantar também, que eu bem sei. Espertinhas, né? Hehehe.

A história da The Brooklyn Kitchen começou em 2006, quando a então loja de cozinha oferecia algumas aulas de vez em quando. Taylor Erkkinen e Harry Rosenblum reconheceram uma oportunidade de criar espaço comunitário no bairro de Williamsburg, Brooklyn. Em 2009, depois do sucesso insano das aulas de carne de porco, mudaram-se para um novo endereço. Em julho deste ano, a The Brooklyn Kitchen abriu seu novo estúdio de cozinha em Industry City, um endereço menor, projetado para operar em um modelo de Cozinha Contínua. A filosofia da Cozinha Contínua opõe-se à culinária baseada em comidas e baseada em projetos e, em vez disso, promove a prática de cozinhar um pouco de cada vez, o tempo todo.

A The Brooklyn Kitchen acredita que o ato de cozinhar não deve ser difícil. Pessoas reais devem comer alimentos caseiros todos os dias. A comida deve ser algo que apreciamos todos os dias, uma oportunidade de nutrir seu corpo, mente e alma com cuidado e esforço razoável. Cozinhar não é competição ou exibição. Apesar de Nova York ser uma cidade com ritmo frenético – e com cozinhas pequenas – a escola acredita que há tempo e espaço para cozinhar. As aulas são concebidas para que os alunos incorporem a atividade em seu dia a dia de uma maneira natural.

O catálogo da escola conta com mais de 30 aulas diferentes! São aulas individuais, que englobam desde técnicas – tem aula para ensinar só sobre corte – e receitas – tem massa, sopas, molhos, tacos, comida de rua japonesa, comida vegana… Eu escolhi a aula de pizza! Eu amo pizza, já fiz muita pizza em casa – mas sempre comprando a massa pronta. Aí não tem graça, né gente? Minha aula foi na unidade de Industry City (é um complexo do Brooklyn que está crescendo, farei post a respeito em breve). Nossa turma tinha 8 alunos e nós aprendemos tudo sobre a pizza napolitana: desde como fazer a massa e todas as técnicas envolvidas até dicas de como escolher os ingredientes que vão em cima da massa. Obviamente, tivemos o trabalho duro de experimentar tudo depois… hahaha. A escola ofereceu, inclusive, duas cervejas por pessoa para o jantar. Eu trouxe para casa massa fresca para assar depois e também recebi a receita por e-mail no outro dia. A aula foi muito proveitosa e divertida: nosso professor era muito querido e animado e acompanhava de perto tudo que estávamos fazendo.

Recomendo muito! Já estou doida para fazer a aula de massas! Acho que é uma ótima oportunidade para quem mora aqui e quer fazer algo diferente – e, de quebra, incrementar suas habilidades culinárias. Também acho que seja bacana para quem esteja passeando e tenha mais tempo na cidade – afinal, é uma ótima oportunidade para treinar o inglês! Vale lembrar que as aulas da The Brooklyn Kitchen são todas individuais. Cada aula dura cerca de duas horas e custam U$95 cada. Você pode clicar aqui para conferir todas as aulas. Para saber disponibilidade das aulas, clique em “view details” ou confira o calendário aqui.

Endereços: 100 Frost St / 220 36th St #2-A.


2 Comentários

  1. Olá,
    Achei seu blog no google e essa matéria veio ao encontro do que estou precisando! Tenho uma filha de 22 anos, formada em administração e que sonha em ser cozinheira! Ela quer ir para NY conhecer a cozinha contemporânea e fazer alguns cursos e, olha só, você nos ajudou muito!
    Obrigada!
    Jackeline.

Leave a Response