Alimentação barata em Nova York – Soho/Greenwich Village – parte 1

O post de hoje foi escrito por uma pessoa muito especial: Thiago, meu marido. Ele trabalhou por um bom tempo no Soho, um dos bairros de Nova York que eu mais gosto, e, almoçando por lá, no ritmo frenático novaiorquino, ele descobriu muitos lugares legais – e baratos. Ele reuniu as dicas dos lugares que ele adora e acha que vale a pena e nós dividimos essa série em três posts! Espero que vocês gostem! 

Depois de três anos trabalhando no Soho e saindo para experimentar lugares na hora do almoço quase todos os dias, compartilho a primeira parte da lista dos meus favoritos. A região da rua Macdougal entre a Blecker e o Washington Square Park é o verdadeiro paraíso gastronômico do Soho e do Greenwich Village. Vamos começar a lista por lá. IMPORTANTE: para todas as opções listadas abaixo, a média de preço para uma pessoa é de U$8 a U$12. 

1. The Kati Roll Company –  O Kati Roll é uma rede especializada em um tipo de comida de rua criada na cidade de Kolkata, na India, os famosos “kati rolls”. Minha definição favorita: uma espécie de “burrito” indiano. Minhas recomendações absolutas são os “unda” rolls (meus favoritos: Unda Chicken Roll e Unda Beef Roll) e definitivamente o Mango Lassi para acompanhar. Para quem não conhece, os lassis são iogurtes indianos combinados com frutas e/ou temperos, praticamente um mousse. O clássico é o lassi de manga. O de frutas vermelhas também é super popular. Além dos meus dois “rolls” favoritos, eu também recomendo as opções vegetarianas de rolls, como o Chana Masala Roll, feito à base de grão de bico, e o Aloo Masala Roll, bem similar às famosas Samosas indianas, feitos à base de batata, tomate e pimentão verde. A principal diferença entre os rolls e os unda rolls, é que os unda rolls contam com uma pincelada de ovos batidos na massa. Para o almoço, no meu caso, dois rolls são a medida perfeita.
Porque que eu gosto: sou um amante da culinária indiana e de comidas apimentadas em geral. O Kati Roll, além de combinar essas duas características, também adiciona uma dose de praticidade no meio: os rolls são uma excelente opção para quem não quer parar para comer. Além disso, esse lugar apresenta uma comida bem diferente para os padrões brasileiros. Nunca tinha ouvido falar dos famosos kati rolls até eu me mudar para Nova York.

Endereço: 99 Macdougal Street (entre Bleecker e West 3rd Street).

2. Masala Times – o Masala Times serve uma grande variedade de pratos da culinária indiana e oriente médio, de Tandoori, Kebabs, Samosas a todas as variedades de curry. Minha recomendação é a “box” ou “curry box”, para oqual você escolhe uma proteína (há várias opções vegetarianas, frango, peixe, camarão ou cordeiro) e o curry/tempero (os mais famosos: Tikka Masala, Vindaloo e Curry), além de um acompanhamento de sua preferência, que pode ser arroz ou o pão. O combo também acompanha uma salada de cebola e o famoso daal, uma sopa de lentilha vermelha indiana. Minha opção favorita é o box de Chicken Tikka Masala. Se você gosta muito de comida apimentada, minha recomendação é o Chicken ou Lamb Vindaloo. Porém, esteja preparado, o Vindaloo do Masala Times é um dos mais apimentados da cidade. Na primeira vez que eu comi o Chicken Vindaloo lá, eu conseguia sentir a pimenta queimando os meus lábios e mal consegui finalizar o combo.
Porque eu gosto: o ambiente do restaurante é super cool e é inspirado nos filmes de Bollywood. Além, é claro, da trilha sonora. O restaurante fica aberto até super tarde, de domingo a quinta até às 3 da manhã, e sexta e sábado até as 5 da manhã. Uma excelente escolha para o pós-balada/bar.

Endereço: 194 Bleecker Street

3. Mamoun’s Falafel –  como o próprio nome sugere, o Mamoun é um estabelecimento especializado em falafel. Para quem não conhece, falafel é um bolinho à base de grãode bico, geralmente frito. Porém, eles também servem um delicioso Chicken Kabob e Lamb Shawarma para acompanhar o famoso sanduíche ou prato. Minha recomendação aqui é o pedido mais popular da casa, o “falafel sandwich”, que é servido num pão pita com hummus, salada de tomate e alface e além, é claro, dos falafels. Se você estiver com aquela fome, uma combinação perfeita é o “falafel plate”, acompanhado com um adicional de chicken kabob (também conhecido como chicken shawarma), frango assado na roleta, bem tradicional na culinária do oriente médio.
Porque eu gosto: aberto em 1971 e desde então considerado por muitos o melhor falafel da cidade, o Mamouns é outra excelente escolha para o late night. A lanchonete fica aberta todos os dias até às 5 da manhã. O ambiente é bem informal e sem frescuras. Existem duas bancadas onde é possível comer dentro do estabelecimento, porém, como o lugar é pequeno e o movimento de clientes é constante, quase ninguém acaba comendo dentro do estabelecimento. Filas são comuns, mas normalmente andam bem rápido, o pessoal é super ágil no atendimento e no preparo. Um detalhe importante, pagamento em cartão de crédito é aceito somente para valores a partir de U$20.

Endereço: 119 Macdougal Street (entre Bleecker e West 3rd Street).

4. Go! Go! Curry! –  apesar do nome, o Go Go Curry não é um restaurante indiano ou tailandês, mas sim japonês. É especializado em curry japonês, que é bem diferente dos curry comuns nas cozinhas indiana e tailandesa. Minha recomendação aqui é o “Home Run Curry”, para o qual você pode escolher entre porco (o mais tradicional) ou frango à milanesa, acompanhado além do arroz e do delicioso curry, também de uma linguiça de porco, um ovo cozido e um camarão gigante à milanesa.
Porque eu gosto: o nome curry assusta muita gente por estar associado geralmente com uma pimenta bem ardida. Porém, o curry japonês é bem diferente e o teor de pimenta é praticamente zero. Ele tem um sabor doce no começo e é bem temperado. Além dessa localização no Soho, a rede consta com outros 6 endereços em Manhattan. Para quem gosta de culinária japonesa, mas nunca experimentou nada além do Sushi e Ramen, o Curry Japonês é com certeza um “must” durante a sua viagem a Nova York.

Endereço: 231 Thompson Street (entre Bleecker e West 3rd Street) (veja todos os endereços na cidade).

5. Calexico (food truck) – Depois de anos, eu entendi: não foi à toa que os meus colegas de trabalho me levaram para almoçar nesse lugar no meu primeiro dia de trabalho aqui na terra do tio Sam. Simplesmente o melhor burrito que você vai encontrar em Nova York. Além dos burritos, as “rolled quesadillas” (que você pode pedir para adicionar arroz e feijão) e os tacos também são excepcionais. Minha recomendação: Burrito. Qualquer um. Não tem escolha errada de burrito no Calexico. Depois de três anos comendo pelo menos uma vez por semana no Calexico toda santa semana, posso dizer que tive fases: a fase do Burrito Pollo Asado, a fase do Chicken Mole, a fase do Chipotle Pork, a fase do Gringo Ground Beef e a fase do Black Bean Burrito. Ahh, eu também tive a fase das “rolled quesadillas” para todas as combinações anteriores, é claro, sempre com arroz e feijão adicional.  Minha ordem de preferência se eu fosse pedir um burrito nesse exato momento que eu estou escrevendo (quarta-feira às 22:30): 1. Chipotle Pork Burrito, 2. Chicken Mole Burrito ou 3. Black Bean Burrito (opção vegetariana).
Porque eu gosto: ir “pegar” um burrito no carrinho do Calexico no Soho é uma verdadeira experiência nova-iorquina por si só. Caminhar na Prince Street na hora do almoço, ver os verdadeiros mestres da culinária mexicana preparando o seu burrito enquanto que, num dos raros momentos do dia por aqui, você pode parar alguns minutos para respirar, observar o movimento e agradecer por morar em Nova York.

Observações importantes sobre o Calexico: Cash only.  Tempo médio de espera na fila é de 10 a 20 min – horário de pico é normalmente entre 12:30 e 13:30). Dias e Horários: O carrinho do Calexico está lá somente de segunda a sexta, das 11:30 às 15h30. Se você for no horário de pico, não esqueça de anotar o número do seu pedido para agilizar o processo quando o seu número for chamado.

Endereço: 132 Wooster St (entre Houston e Prince Street). (veja todos os endereços na cidade)

Gostaram das dicas do Thiago? Logo tem mais! 

Author

2 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *