turismoviagem

Outono em Cold Spring: conhecendo essa vila em Upstate NY

Eu  já tinha mencionado outro dia aqui no blog que uma das minhas metas para essa temporada outono/inverno era explorar cidadezinhas no estado de NY, na parte norte de Manhattan. Um dos lugares que eu estava louca para conhecer era Cold Spring. Desde o ano passado eu estava querendo ir lá. Agora que a gente já se acostumou ao sistema do Metro-North – a linha de trem que liga várias regiões do norte do estado de NY à Manhattan, provavelmente vamos tentar visitar muitas cidades próximas!

Estamos no outono e, infelizmente, a paisagem em tons de laranja, amarelo e vermelho já está se despedindo. Por isso, no último domingo, queríamos aproveitar para apreciar esse visual enquanto ainda há tempo. Então, fomos passar o dia em Cold Spring.


Cold Spring fica na região do Hudson Valley, uma região várias cidadezinhas que ficam às margens do Rio Hudson. Qualquer lugar que você for visitar nessa área já vai te proporcionar o bônus do passeio com vista: o trem passa do ladinho do rio e é indescritível o quão lindo é conteplar a vegetação de outono e a água. A gente passou, inclusive, por Bear Mountain, local que já apareceu em post e vídeo aqui no blog (a foto com a ponte). Falando em Cold Spring, trata-se de uma vila onde vivem cerca de 2 mil pessoas e o charme fica por conta do clima interiorano e da arquietura das casas e estabelecimentos comerciais. A cidadezinha tem uma avenida principal, onde você encontra vários restaurantes e algumas lojinhas – vi muitas com artigos vintage.

Ao chegar na estação de trem, você já vai avistar as placas indicando a direção da vila. É super pertinho. Como saímos de Manhattan perto do meio-dia, a primeira coisa que fizemos foi procurar um local para almoçar. Checamos algumas recomendações no Foursquare e optamos pelo restaurante Riverview (45 Fair St), que, como o nome sugere, tem vista para o rio. O menu tem burgers, massas, peixes, pizzas e os preços são bem em conta. Eu escolhi uma berinjela parmegiana, com molho de tomate, ricota e parmesão, que custou U$14. Thiago escolheu uma pizza, que também custou essa média e ainda sobrou para levarmos embora. O local é bem charmoso e gostamos bastante da comida e do atendimento.

Depois de almoçar, seguimos pela River Rd, a rodovia que passa em frente ao restaurante, pois a paisagem de outono nos chamou a atenção. Não fizemos nenhum planejamento para Cold Spring, pois saímos tarde de Manhattan e com os dias mais curtos, não teríamos muito tempo. A ideia era relaxar e apreciar um pouco da cidade. Seguimos por um trecho dessa rodovia e fomos parando para fazer várias fotos. Há algumas casinhas super fofas e a vegetação, como vocês podem perceber, estava uma lindeza. Juro que para alguns lugares que eu olhava parecia que eu estava vendo uma pintura.

Um dos destaques de Cold Spring é a proximidade com o Hudson Highlands State Park, que atrai muita gente por conta de suas trilhas. Quando o trem chegou na estação, dezenas de pessoas desembarcaram ali e várias delas estavam devidamente uniformizadas para trilhas, com tênis e mochilas. Logo na entrada da vila, há um centro de informações – com banheiros, inclusive – onde é possível pegar mapas. Pelo que eu pesquisei, a trilha mais famosa é a Undercliff/Brook/Cornish e você pode checar informações aqui.

Cold Spring também não fica longe do famoso Dia: Beacon, um museu de arte contemporânea, com coleção fixa e também algumas exposições itinerantes. Sua localização é privilegiada também, à beira do rio. Você pode conferir mais detalhes do museu aqui. Também na região de Cold Spring fica a Boscobel House, um palácio americano, com vista para o Rio Hudson, construído no início do século XIX por States Dyckman. Já estive espiando umas fotos e achei o local incrível. Tem mais informações aqui.

Para terminar nosso passeio, fomos até o River Front, uma plataforma na beira do rio e com vista para montanhas. Minha dica é que o local seja a sua primeira parada ao chegar em Cold Spring, porque como o sol se põe cedo, quando fomos conferir ele já estava escondido atrás da montanha. A vista é linda e tem alguns bancos para sentar. Antes de partirmos, paramos no Rincon Argentino (21 Main St), um café argentino super fofo, com ambiente acolhedor. No menu, além de sorvetes, há empanadas e alfajor, típicos da culinária argentina. Os proprietários são muito simpáticos.

E assim terminou nosso dia em Cold Spring! Só lamento muito que essa vegetação de outono dure tão pouco, bem que podia se extender até dezembro. Se você quiser conferir mais detalhes sobre Cold Spring, é só clicar aqui que tem informações de restaurantes, lojas e hoteis na cidade.

Como chegar? De trem, da Metro-North. Os trens partem da Grand Central e também da estação 125th Street, no Harlem. Você compra o ticket nas máquinas de auto atendimento e escolhe “Round trip” (ida e volta) e o destino final é Cold Spring. O preço do ticket varia conforme o horário. No nosso caso, era um domingo, off peak (fora do horário de pico) e os tickets custaram U$28 por pessoa, ida e volta. Cheque no painel as informações sobre os trens para saber em qual track você deve esperar (esse trem é da linha Hudson line, verde). Guarde o ticket com você, pois um funcionário confere durante o trajeto. A viagem dura cerca de 1 hora e 15 minutos.


9 Comentários

  1. Lauraa!!
    vim ver sua dica sobre essa cidade e kykuit, pois vc me deixou lá no youtube para mim, em resposta.
    ameiii!!
    Kykuit infelizmente nao conseguirei visitar, pois chego aí terça que vem e não estará em época de tour, pelo que vi em seu post.
    quanto a Cold Spring, com toda certeza eu vou na quarta mesmo!! rs
    vc acha que eu conseguiria dormir na cidade? vale a pena??
    e se sim, a passagem de volta do trem pode ser utilizada no dia seguinte? o que você acha??
    pois na sexta-feira eu irei para Filadélfia, então gostaria de aproveitar a quarta e a quinta em outra cidade. Assim, na quinta volto para NY e na sexta vou para filadelfia.
    Ficarei 35 dias em NY. Então quero aproveitar outras cidadezinhas na primeira semana e também em pelo menos dois fds que estiver por lá!
    estou amando suas dicas. Têm me ajudado MUITO!
    Ah, será minha primeira vez fora do Brasil e irei sozinha rsrs. Vc acha que me perco fazendo essas viagens, ou é tranquilo?
    beijos

    1. Oi! Só leve em conta que não vais mais ver a mesma paisagem que eu vi. Eu mencionei um site no post, onde vc pode ver hospedagem… Mas eu acho que Cold Spring é cidadezinha pra um dia mesmo. Achei bem tranquilo ir pra lá. Se fores ficar, compre só ida e compre a volta pra data que vc quer, acredito que haverá essa opção na máquina. Beijos!

  2. a montanha que eu digo é o post que você fez, sobre Bear Mountain State Park.
    você acha que não compensa fazer estes passeios no inverno?

    1. ah, desculpe! os dois num dia não vai ter como você fazer… Eu só estive na montanha no outono. Em Upstate costuma nevar mais que aqui, então as condições pra trilha podem ser piores, entende?

  3. Laura, boa tarde! Tudo bem?
    Por gentileza, amei esse lugar e gostaria de saber, se vale a pena visitar no verão?
    Vou estar em NY em agosto.

    Beijos e parabéns pelo Blog, é show!

Leave a Response