Clássicos de Nova York: Brooklyn Bridge

Vocês sabem que eu adoro mostrar lugares diferentes aqui em Nova York, né? Eu parto do princípio que os passeios clássicos  são pauta em vários lugares. Eu gosto de mostrar o diferente mesmo, aquilo que as pessoas não sabiam que existiam – e até mesmo para provar que Nova York é muito mais que Times Square. Mas como clássicos são clássicos, tô aqui hoje para fazer um post especial sobre a Brooklyn Bridge! A travessia dessa ponte é passeio obrigatório para quem vem para Nova York pela primeira vez – e vale repetir se você tiver outras oportunidades. Já fiz esse trajeto algumas vezes e, sábado, levamos alguns amigos pra lá – daí o insight para mostrar esse lugar aqui no blog e, de quebra, dar algumas dicas especiais. As fotos são resultado de uma mistura de várias das vezes que já passei por lá.

A Brooklyn Bridge é uma das pontes suspensas mais antigas do mundo – e a primeira construída para ligar Manhattan ao Brooklyn, com quase dois quilômetros de extensão. Foi inaugurada em 1883 – 13 anos após o início de sua construção. John Augustus Roebling era o engenheiro responsável pela obra – ele era alemão, mas vivia nos EUA há muitos anos – e tinha muita experiência na área de construção de pontes suspensas e a Brooklyn Bridge foi seu projeto mais ambicioso. Roebling já tinha construído pontes no mesmo estilo ao redor do mundo, mas não com essa magnitude. Na época da construção da ponte, o transporte do Brooklyn a Manhattan era feito vira ferry e Roebling estava em um deles quando houve um acidente feio com sua embarcação. Por causa da gravidade, Roebling teve as pernas amputadas, mas não resistiu e faleceu. Quem assumiu a obra foi seu filho, Washington Roebling. Durante 20 anos após a inauguração da Brooklyn Bridge, havia um pedágio, tanto para pedestres quanto para carros. Hoje, em média, 120 mil veículos cruzam a Brooklyn Bridge todos os dias, além de 4 mil pedestres e 2600 ciclistas.

Agora, partindo para o que interessa: o passeio! Como mencionei no início do post, a travessia da Brooklyn Bridge faz parte do roteiro clássico de quem vem a Nova York. Para chegar ao acesso à ponte, use as linhas 4, 5, 6, J ou Z e desça na estação Brooklyn Bridge City Hall. Antes de começar sua caminhada, providencie uma garrafinha de água e aproveite para observar a região, cheia de prédios bonitos. Subindo a ponte, você vai encontrar muitos vendedores ambulantes de souvenirs como chaveiros e imãs de geladeira. Aproveite, pois os preços são bons, de U$1 a U$2. Dica importante: mantenha-se sempre à direita – o lado esquerdo é reservado para os ciclistas. Se quiser fazer a travessia de bicicleta, há pontos da CitiBike na saída da ponte e também do outro lado – o valor para usar a bike é de U$9,95 para 24 h. Ao atravessar a ponte, não deixe de olhar para todos os lados: você vai avistar o East River, o Brooklyn, a Manhattan Bridge, o One World Trade Center, o Empire State e até mesmo a Estátua da Liberdade.

Quando estiver terminando a travessia, você vai observar uma saída para pedestres. Pegue este acesso para chegar à area do Dumbo, nome dado à região que fica perto da ponte. Aproveite e tire um tempo para explorar o Brooklyn Bridge Park e sua vista maravilhosa. O lado do Brooklyn rende ótimas fotos – como esta última, em que você pode observar o Empire State perfeitamente encaixado abaixo da Manhattan Bridge. Este ponto fica na interseção da Washington St com a Front St – é só seguir à esquerda depois de sair da Brooklyn Bridge.

Quer mais? Passe na Jacques Torres Chocolate para experimentar um chocolate, um cookie ou um sorvete, ou até mesmo tomar um café ou um chocolate quente. Passe na Brooklyn Ice Cream Factory para tomar um sorvete e não deixe de contemplar a beleza do Brooklyn Carousel. Olhe para todos os lados, pois o visual do Brooklyn Bridge Park é fantástico. E se ainda quiser explorar regiões como Williamsburg ou Long Island City, pegue o East River Ferry – o ticket custa U$3 em dias de semana e U$6 aos fins de semana.  De quebra, é um passeio de barco fantástico. Quer uma dica? Faça esse passeio num sábado e estique para Williamsburg para provar as delícias da Smorgasburg, feira de comidas de rua. Ah, e claro: esse passeio só é perfeito num dia ensolarado. Se estiver visitando a cidade durante o clima frio, não esqueça de proteger bem as extremidades, pois venta muito!

Para completar: assista ao vídeo que gravei na ponte e confira o mapa abaixo com a indicação dos lugares citados no post!

Author

11 comments

  1. Laura , eu ja fiz essa ponte porem gostaria de explorar esta parte que vc fala no final que não fiz… quando fala da parte de pedestre …. do Dumbo ,Brooklyn Bridge Park, Washington St com a Front St, Brooklyn Carousel. Como faço, para chegar direto lá? Se for de metrô , qual estação?

    1. Coloque um dos pontos de referência da região – como Jane’s Carousel – no Google Maps… e ele vai te informar o melhor trajeto. De cabeça, lembro que a estação York (linha F) é perto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *