NYCturismoviagem

Nossa viagem a Miami Beach!

Quem me acompanha pelo Instagram (@laura_peruchi) e pelo Snapchat (lauraperuchiny) viu que eu e o Thiago fomos para Miami no último fim de semana. Segunda-feira foi feriado aqui nos Estados Unidos – Memorial Day, o que ajudou bastante. Saímos de New York na quinta à noite e passamos quatro dias por lá, retornando na terça, bem cedinho. Depois do inverno rigoroso, de visitar três cidades no inverno e de ficar mais de um ano sem praia, estávamos loucos por um destino assim. 
Alguns dias antes da viagem, descobri que o Memorial Day em Miami é marcado pelo Urban Beach Week, um festival de Hip-Hop que já causou muitos transtornos na cidade nos últimos anos. Mas, sinceramente, não foi nada que nos atrapalhou. Toda a bagunça – que não ganha da bagunça que rola no Brasil no Carnaval, por exemplo – fica concentrada na Ocean Drive. Como não ficamos hospedados ali, esse evento não nos incomodou. 
Mas, vamos ao que interessa! Esta foi uma viagem sem compromisso com roteiros. Nas nossas últimas viagens, a gente se preocupou em dividir nossos dias para conhecer pontos turísticos e tudo mais, mas, no caso de Miami, nosso objetivo era um só: relaxar! Tanto que nem encanei em fazer vlog, queria mesmo umas férias, curtir sem me preocupar em mostrar nada, sabem? Ficamos hospedados no Royal Palm South Beach – Thiago conseguiu um preço bem especial (foi por anúncio do Google!) – que fica na Collins Ave. Ah, vale lembrar uma coisinha que eu até então nem tinha ideia – Miami é uma coisa, Miami Beach é outra – é uma ilha, e é lá que estão as praias famosas. A parte mais agitada é South Beach – região do nosso hotel. E a ilha é dividida em ruas e avenidas, não é difícil se localizar por lá.
Um adendo! Para ir do aeroporto ao hotel, usamos o serviço do Super Shuttle. É um serviço de vans que tem aqui em New York também e é relativamente barato – acho que deu uns U$35 para duas pessoas e o trajeto foi super rápido. Na volta, como saímos bem cedo, usamos o Uber, e também deu a mesma média de valor. 
Nosso hotel era muito bacana! Tem piscina e fica localizado em frente ao mar. O próprio hotel oferece cadeiras e toalhas para você ficar à beira-mar (o guarda-sol tinha uma taxa extra). Ainda estava incluído em nossas diárias dois drinks por dia. O serviço foi ótimo: toda a equipe era muito simpática e solícita. Nossos dias se baseavam em levantar – tarde! – tomar um bom café da manhã e ir pra praia – em um dos dias fomos para a piscina. Quanto a água do mar, é difícil acreditar: limpa, limpa, limpa e muito quentinha! Não dá vontade de sair de dentro! 
Em Miami Beach, sei que é comum que muitas pessoas aluguem carros para se locomover por lá. Não foi nosso caso. Escolhíamos restaurantes localizados perto do hotel e fizemos tudo a pé mesmo. Além do mais, por conta do evento, o trânsito não estava lá essas coisas. Acho que acertamos a maioria dos restaurantes que escolhemos. Fomos no Havana 1957 – 405 Española Way – no primeiro dia, para um late lunch. O prato mais famoso da casa é o Havana 1957 Specialty, com frango e arroz. Essa Española Way, onde fica o Havana, tem vários restaurantes, mas apesar de ser conveniente, acho legal ficar ligada, porque alguns dos menus estavam com preços altos. Acabamos jantando por ali também, no Hosteria Romana, um italiano. Pedimos uma pizza que deu pra dividir, então não foi um jantar caro. Outro restaurante que visitamos foi o Chalan on the beach – 1580 Washington Ave – o melhor em custo-benefício. O ambiente é simples, sem muita pompa, mas o menu é recheado com pratos à base de peixes e frutos do mar e a comida é deliciosa, com preço justo. Adoramos! Ainda fomos no Rosinella – 525 Lincoln Road – mas, apesar do preço não ser caro, não recomendo. É italiano e as massas são muito sem graça. Pra fechar, não poderíamos deixar de ir em restaurante mexicano e fechamos nossa viagem no Naked Taco, comendo tacos e burritos. O ambiente é muito bacana e a comida estava bem gostosa também. Ah, também demos uma passadinha no Blocks Pizza Deli – 1447 Washington Ave – um lugar super simples, mas com pizzas deliciosas e baratíssimas! Recomendo! 
Quanto aos nossos passeios por lá, como eu disse, fomos sem pretensão de ficar andando pra lá e pra cá 24 horas por dia. Sei que a cidade é destino preferido para compras, mas como a gente mora aqui em New York, não fomos com essa intenção. Passeamos pelo Lincoln Road Mall, que é uma espécia de calçadão, cheio de lojas e restaurantes. Também quis conhecer a Ross – que é uma loja de descontos famosa – mas que não existe em NY. Fica no mesmo prédio da Marshall’s e da T.J. Maxx, que são ótimas lojas também (só vi brasileiros por lá!) – 1141 5th St, Fifth & Alton. 
Agora, um passeio que vale muito é alugar uma bike em um dos vários pontos da CitiBike e pedalar no fim de tarde. Fizemos isso um dia e fomos até a ponta sul de Miami Beach, no South Pointe Park Pier. A vista é de tirar o fôlego, sem palavras. O aluguel da bike custa U$4 por meia hora ou U$6 por uma hora (U$4 a cada meia hora adicional) e há vários pontos para pegar/entregar a bike em Miami Beach. Recomendo baixar o aplicativo para conseguir ver os pontos e onde há bikes disponíveis, pois todo mundo parece ter a mesma ideia no fim de tarde, hehehe.
Gostaram do post? Como eu disse, foi uma viagem bem relax e aproveitamos cada segundo. Passei dias incríveis por lá e espero ter a oportunidade de voltar outras vezes!
Tags : Miami

Leave a Response