NYCturismoviagem

Roteiro: fim de semana em Washington D.C.!

Tava tão animada pra escrever esse post! Vou começar com aquele marketing pessoal – quem me segue pelo Insta (segue aí, vai! @laura_peruchi) e pelo Snapchat (lauraperuchiny) viu que passei um fim de semana prolongado em Washington D.C.! Estávamos há tempos conhecer a cidade e depois que conheci a Carol, do Cajuína e Frevo, fiquei mais a fim ainda, já que poderia contar com alguém por lá para dar dicas. Fomos quinta à noite e retornamos domingo à tarde e posso dizer que adorei conhecer a cidade e, certamente, quero voltar outra vez!
E é claro que essa pequena viagem renderia conteúdo aqui pro blog, né? Nada mais justo, afinal, Washington D.C. é destino de muita gente que vem pra New York e dá uma esticadinha na viagem. Gravei um vlog e entra amanhã aqui no blog (ainda hoje à noite no canal!). Mas acho legal contar a experiência num post para dar mais detalhes. Então, vamos lá!
Depois do perrengue que passamos com uma empresa chinesa na nossa ida à Philadelphia – tem post e vídeo aqui – decidimos não arriscar mais e compramos nossas passagens com a empresa MegaBus. Ida e volta dá, aproximadamente, U$70 por pessoa. O ônibus sai da 34th St entre a 11 e 12 Av e vai até a Union Station em Washington D.C.. Na volta, ele para na altura da 28th St com a 7 Av – bem em frente ao FIT. O ônibus é confortável – tem WiFi e banheiro (detalhe importante porque ele não para no trajeto de aproximadamente 4 horas. Sei que dá pra fazer o trajeto de trem, mas é mais caro.
Tivemos um pouco de azar, já que na sexta choveu durante boa parte do dia – mas isso não impediu nossos passeios. Começamos o dia passando em frente à Casa Branca, onde há um grande número de turistas. Sei que dá pra fazer um tour pelo local, mas, pelo que pesquisei no site, o pedido tem que ser feito por um dos membros do Congresso – WHAT? Enfim, o jeito é se contentar com a vista de fora. Ah, antes que eu esqueça: a cidade tem sistema de metrô e, pra chegar até à Casa Branca, a estação mais perto é a Federal Triangle, Metro Center e McPherson Square.
Mas, para fazer os pontos clássicos da cidade, você vai precisar mesmo é de muita força nas pernas! Hehehe. Da Casa Branca, partimos para o Washington Monument – ou Obelisco, como é chamado por muita gente (inclusive eu hehe). Inclusive dá pra subir – imaginem a vista incrível? No site, dá pra encontrar mais informações sobre os tickets!
Uma das coisas que mais me encantaram na cidade foi a distância entre cada um dos pontos turísticos mais famosos. Afinal, fazer tudo a pé é uma delícia, gasta calorias e economiza dinheiro! Hahaha.
Do Washington Monument já dá pra avistar o Lincoln Memorial. A caminhada é grande, mas não tem problema. Antes, não deixe de parar no National World War II Memorial (é no caminho) outro monumento imperdível. No caminho até o Lincoln Memorial, tem banheiros e um quiosque que vende snacks e bebidas – só pra você saber, pode precisar né. E é do Lincoln Memorial que a gente tem uma das vistas mais clássicas de D.C., com o  Washington Monument ao fundo! É lindo demais!
Não muito longe dali ficam localizados a maioria dos museus da cidade. Como nosso tempo na cidade era curto, só conseguimos visitar dois. Na sexta, fomos ao Holocaust Memorial Museum. Queria muito conferir esse lugar, já que acabei de ler o Diário de Anne Frank. Sugiro ir cedo, já que uma das galerias mais legais do museu exige ticket de abril a agosto e, no dia que fomos, os tickets já estavam esgotados. Tickets que servem só pra organização, porque a entrada é gratuita. Aliás, isso que é o máximo em Washington D.C.: muitos museus são gratuitos. No domingo, fomos conferir o National Air and Space Museum, dedicado à aviação e espaço. Muito legal, um programa ótimo para fazer com crianças. Sim, a entrada também é gratuita! Vale lembrar que ali perto ainda estão o National Museum of Natural History e o National Museum of the American Indian, também gratuitos!
Ao lado do Capitolio – a prefeitura da cidade – está o Jardim Botânico, com um espaço muito legal e uma seleção de plantas e flores. A entrada é gratuita! Ainda dá pra destacar o Sculpture Park, com esculturas bem legais – inclusive a versão Amor da famosa Love que existe aqui em New York. Estava fechado às 17 horas, mas a Carol me disse que no verão rolam apresentações de fim de tarde, ou seja, esse horário deve ser o de inverno ainda. Outro lugar lindo para conferir é o Thomas Jefferson Memorial – tem um lago enorme e lindo na frente, cujo pôr do sol, eu aposto, é de arrepiar. Só passamos por ali de carro.
Outro lugar imperdível na cidade é o bairro Georgetown, uma área mais antiga e super charmosa. A arquitetura é única e a rua principal está cheia de barzinhos, restaurantes e lojas legais! Dá pra aproveitar e conhecer a primeira casa da cidade (segunda foto da montagem). A entrada é gratuita. Sugiro ir para Georgetown por volta das 14-15 h, bater perna, tomar um sorvete e apreciar a vista no Waterfront Park! É lindo! Depois, sugiro jantar na Pizzeria Paradiso! As pizzas são uma delícia – e se você conseguir sentar nas mesinhas com vista pra rua, melhor ainda. Não tem metrô para chegar ao bairro, mas uma boa pedida é chamar um Uber ou um táxi 🙂
Algumas dicas finais:
  • Nós ficamos hospedados na casa da Carol, por isso não sei dar indicação de hoteis na cidade.
  • Muita gente tira somente um dia para conhecer Washington. Minha humilde opinião: mesmo que você vá fazer apenas a área dos monumentos e museus, um dia é muito pouco! Reserve pelo menos dois para fazer as coisas com mais calma!
  • Uma das caracterísrticas curiosas da cidade é altura dos prédios – nada pode ser mais alto que o Capitolio, então, não há arranha céus como em NY.
  • Washington D.C. é uma cidade charmosa, que tem jeitinho de cidade pequena mas com as facilidades de cidade grande.
  • Caso você não tenha disponibilidade para ficar mais dias na cidade, clique aqui para saber mais sobre o passeio guiado em português.


2 Comentários

  1. Que legal, Laura! Chego em Washington em maio para passar uns dias, então gostei muito das dicas! Ainda não conheci a cidade, mas para quem gosta de museu, acho que tem muita opção legal e concordo contigo, um dia é pouco.

    Eu ficarei 4 1/2 dias, mas pretendo ir para Old Town Alexandria também, e visitarei mais museus. Vou tentar fazer tudo com calma, pois depois passarei uma semana em NY.

    Um grande abraço!
    Lívia

Leave a Response